Agredido por torcedores do Peñarol, rubro-negro internado responde a estímulos, mas pode estar com pneumonia

Roberto Almeida, torcedor do Flamengo de 60 anos que veio do Espírito Santo para acompanhar o confronto com o Peñarol-URU, no Maracanã, pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores, e foi espancado por torcedores uruguaios, segue internado no Hospital Miguel Couto. De acordo com informações do Globoesporte.com, o capixaba responde a alguns estímulos e consegue abrir os olhos, mas possui uma suspeita de pneumonia.

A lenta recuperação do torcedor também estaria preocupando os familiares. Os médicos que cuidam da saúde de Roberto Almeida no hospital, situado na Zona Sul do Rio de Janeiro, esperam pela reação do paciente em relação aos antibióticos, algo que deve acontecer em torno de 48 horas.

O torcedor teve constatado um traumatismo craniano, após ser atingido na cabeça por uma cadeira que estava na posse de torcedores da equipe uruguaia. Roberto consegue ouvir os familiares, mas ainda não está descartado o risco de morte. Três membros da torcida do Peñarol-URU seguem presos em Benfica, Zona Norte do Rio de Janeiro, por lesão corporal grave, e o clima do jogo da volta, no Uruguai, pela última rodada, se torna preocupante.

1 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com