Alexandre Kalil pede que clubes brasileiros se unam contra o Flamengo

Após o anúncio da contratação do zagueiro Rodrigo Caio, primeiro reforço da gestão de Rodolfo Landim no Flamengo, o clube fechou mais duas contratações de peso: o atacante Gabriel Barbosa, apresentado nesta sexta-feira (11), no Ninho do Urubu, e o meia Arrascaeta, que atuou na temporada de 2018 pelo Cruzeiro. E o ex-presidente do maior rival do clube mineiro, o Atlético-MG, cobrou uma união dos clubes brasileiros contra o Flamengo.

Alexandre Kalil, atualmente prefeito de Belo Horizonte, comentou em entrevista ao jornal Hoje Em Dia que se as equipes do Brasil não alterarem o formato de distribuição das receitas de televisão, vão fechar as portas. O político ainda cobrou que os times digam à TV para fazer o campeonato só com a presença do Rubro-Negro.

— Os clubes têm que mandar a televisão fazer o campeonato apenas com o Flamengo. É hora de fazer uma grande guerra. Eles (TV) vão perder audiência. Se não for feito, os clubes vão fechar as portas.

Kalil afirmou, ainda, que era uma questão de tempo o Flamengo entrar com a força que demonstrou no mercado. Segundo ele, era o único jeito de os outros clubes brasileiros acordarem: “Enquanto isso não acontecesse (o Flamengo entrar com força máxima no mercado), os clubes não iam acordar. Na última vez que negociei com eles (TV Globo), não deixei nem subirem na sede. Ficaram na calçada da Olegário Maciel. O Atlético-MG foi o último a assinar.”

61 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com