Oposição do Flamengo corre para contratar Rodriguinho, mas sem “loucura financeira”

Por: Higor Neves e Venê Casagrande

O Flamengo ainda não sabe quem será seu presidente no próximo ano. Entretanto, as principais chapas envolvidas na disputa já deram seus primeiros passos nos bastidores, para tentar adiantar o processo caso sejam eleitas neste sábado (08). Esse é o caso da Chapa Roxa, de Roldolfo Landim, que mira reforços para o futebol. Um dos nomes em pauta é o de Rodriguinho, meia do Pyramids (EGI). A reportagem do Coluna do Flamengo entrou em contato com pessoas ligadas ao grupo, que garantiu ter negociações bem encaminhadas pelo jogador. Entretanto, afirmou também que nenhuma “loucura financeira” para contratar o atleta.


Compre capinhas oficiais do Mengão para seu celular. São diversos modelos para você escolher o que mais combina contigo. CLIQUE AQUI para conferir!


O retorno do jogador ao futebol nacional tem chance considerável de acontecer por conta da situação de seu atual clube. Após investir pesado no meio da temporada, o dono da equipe, Turki Al-Sheik, não deve seguir com a postura no próximo ano, o que impactaria em grande parte das finanças do Pyramids.

Além de Rodriguinho, Keno é outro jogados que pertence ao time egípcio e deve mudar de ares na próxima temporada. O atacante também foi sondado pelo Flamengo. Todavia, diferente de Rodriguinho, as duas chapas principais – Rosa e Roxa – foram atrás de informações do atleta. Contudo, vale destacar que o ex-palmeirense desperta interesse de clubes do mercado árabe, o que torna seu regresso ao Brasil mais complicado. No caso de Rodriguinho, a chapa de Ricardo Lomba descartou qualquer possibilidade de contratação, por conta de fatores como custo e idade.

Keno está no Pyramids desde julho, contratado por € 8,6 milhões

A saída de Rodriguinho do Corinthians custou US$ 6 milhões aos cofres do Pyramids, pouco mais de R$ 22 milhões na cotação da época. Para contar com o jogador em 2019, o Flamengo pensa em pagar US$ 5 milhões, quantia inferior à desembolsada pelos árabes, visando contrato com duração de de três anos.

Aos 30 anos de idade, o jogador tem dois títulos do Campeonato Brasileiro (2015 e 2017), ambos como protagonista do Corinthians. Pelo clube árabe, porém, o início não é tão animador, uma vez que o meia não tem sido titular absoluto e disputou oito partidas na temporada, sem balançar as redes até então.

16 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular