Landim revela por que negociação para trazer Renato Gaúcho ao Flamengo não se concretizou

FOTO: LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA

O Flamengo passa por processo eleitoral, que terá votação no próximo dia 08. Em meio a isso, o departamento de futebol vive grandes indefinições, sem saber sequer quem será o técnico da equipe no próximo ano. O nome de Renato Gaúcho era tratado como unanimidade, e Rodolfo Landim, representante mais forte da oposição, chegou a abrir negociações com o treinador. Entretanto, não houve o sonhado “final feliz” para o Fla. Nesta terça (04), em entrevista ao Blog Ser Flamengoo candidato explicou o motivo do insucesso, atrelando-o à impossibilidade de dar garantias no atual momento, uma vez que a eleição ainda ocorrerá.

–  O primeiro ponto é o seguinte: a data que é feita a eleição do Flamengo não é a melhor possível. Dia 08 de dezembro é muito próxima do fim do ano. Já no início do próximo ano, a gente está com o trabalho começando. Na segunda semana, a gente tem apresentações a serem feitas, até fora do país. É uma discussão importante para termos no futuro. A gente não deveria modificar estatutariamente o momento das eleições, porque acontece de três em três anos. Esse momento que o Flamengo está vivendo, por mais que a gente tente evitar impactos no trabalho que está sendo feito, acaba sendo inevitável. O momento é ruim. É um momento que os próprios profissionais começam a procurar suas colocações. No meu caso, e acho que no do Lomba também, é que a gente não tem a caneta (não pode assinar contratos). Você, na verdade, uma promessa a oferecer, enquanto outros podem ter uma proposta firme. Isso deixa, de alguma forma, o Flamengo em uma desvantagem. As pessoas que querem uma garantia maior, que não pode ser dada no momento –, disse ele inicialmente.


Compre capinhas oficiais do Mengão para seu celular. São diversos modelos para você escolher o que mais combina contigo. CLIQUE AQUI para conferir!


Em seguida, o candidato da Chapa Roxa garantiu que as conversas de seu grupo não eram apenas com Renato Gaúcho, mas também com outras pessoas que podem vir a participar da próxima gestão do Flamengo. Entretanto, ainda assim, há a insegurança em relação a um possível processo de transição.

O Renato era uma das pessoas que a gente vinha conversando. Quando terminarem as eleições, a gente tem a expectativa de conseguir um ambiente favorável para fazer uma transição nesses últimos 20 dias de mandato da chapa anterior. Se isso não acontecer, a gente só poderá promover tudo que está em acordo no ano posterior.

ASSISTA À ENTREVISTA NA ÍNTEGRA:

46 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular