A culpa não é (só) do Diego

Diego, jogador que chegou nos braços da torcida, hoje é um mais criticados em campo. Alegam que ele não consegue repetir o seu melhor momento no Flamengo, que foi logo após a sua chegada em 2016 e no inicio de 2017 antes de sua contusão. E, agora, em 2018, com a torcida sedenta por resultados e títulos, a pressão só aumenta. No entanto, a culpa do fraco rendimento do Flamengo nesta temporada não pode cair exclusivamente no atual camisa 10 do clube.

O fato é que logo em sua chegada em 2016, o Flamengo tinha um esquema organizado, e disputava as primeiras posições do Campeonato Brasileiro, e diferentemente de agora, Arão vivia grande fase, era um dos líderes de desarmes da competição, além de fazer bem a transição entre a defesa e o ataque. Na lateral direita Pará estava em seu melhor momento pelo Flamengo, apoiando bem e acertando bons cruzamentos, e na esquerda o habilidoso Jorge fazia uma dobradinha interessante com Éverton.

Em 2017 e 2018, tanto Pará quanto Rodinei caíram de performance, e os laterais são praticamente peças nulas, principalmente pelo lado esquerdo, onde René e Trauco não conseguiram manter o nível das atuações de Jorge. Arão é praticamente outro jogador, pois não consegue manter a regularidade e não tem uma boa atuação há muito tempo.

Sendo assim, Diego que, erroneamente foi classificado como um craque, contudo, é sim, um excelente jogador, com vários recursos, necessita de um esquema organizado, e bons coadjuvantes para poder mostrar todo o seu potencial. No entanto, o Flamengo de 2018, possui um elenco mal montado, que não deu liga, além de vários jogadores importantes em má fase.

Saudações RN.

Por: Wesley Paulo

65 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com