O que eu faço com esses números?

HeltonLima
HeltonLima
Sei que todo mundo anda falando sobre o novo esquema tático do flamengo. Que o muricy fez certo, que tinha que mudar mesmo, que precisava sair do 4-3-3 para 4-4-2. Hoje em dia pouco importa a questão do posicionamento no início da partida, pois é o que são esses números. O que vale é a função desempenhada pelo jogador durante a partida. E mesmo durante a partida essa função pode ser mudada.

A escalação dos rubro-negros é quase de cor agora. PV, rodinei, wallace, juan, jorge, cuellar, arão, mancuello, alan patrick e guerreiro.

A forma do flamengo jogar, pensada por muricy, é manter a posse de bola e furar as defesas adversárias utilizando toda a extensão do campo. Este é um dos momentos que os números se perdem. Outro momento é durante a defesa. Vou explicar melhor. Temos que ter noção que o sistema defensivo joga de uma forma e o sistema ofensivo é de outra forma.

PV: - goleiro, essa função não tem nem o falar.

Zagueiros - na defesa, marcação apertada em cima dos atacantes centrais e sempre que puder, tentar roubar a bola e não tirar para lateral ou dar chutão. Tem um posionamento mais fixos para servir de base para os outros integrantes da defesa. Quando o time está bom a bola, abrem para receber a bola nas laterais e deixam o centro aberto para o primeiro volante (Cuellar ou Arão). Quando a bola está mais a frente, já no meio campo, eles ficam na cobertura dos laterais para que possam subir ao ataque. Wallace pela direita e Juan pela esquerda.

Laterais - a função no flamengo, em primeiro, lugar é conter os atacantes nas beiras do campo quando estivermos sem a bola, fazendo uma linha junto com zagueiros para ter opções de defesa durante o ataque a equipe adversária. A subida ao ataque, aliás, o apoio, é feito de forma extremamente organizada e coordenada. Os dois estão muito bem abertos nas laterais do campo pra alargar o jogo, ser opção para o meio campo, quando o adversário está na retranca, e assim criar espaços justamente para o meio campista poder jogar e ter tempo um pouco maior para pensar o jogo. Portanto, suas subidas e seu rendimento no ataque e defesa, depende intimamente dos meio campistas e zagueiros.

Meio-campo (esse vai ser complicado mas vou tentar). Aqui está o motor do flamengo nesta temporada, é aonde o time pensa o jogo, tanto na defesa quanto no ataque. Compõe o sistema defensivo, para que este seja mais sólido, tentando manter-se mais próximo da última linha defensiva. Com a função de primeiro volante, tanto o Cuellar quanto o Arão podem fazem durante o jogo, muito facilmente e bem, porém está mais para o Cuellar. O Cuellar não dá o primeiro combate defensivo, ele tem mais a função de fechar os espaços para que o adversário não consiga jogar a frente da última linha defesa, fazendo sempre a bola ir para as laterais. Esta função depende muito do Arão, já que ele fica mais a direita, e Mancuello mais a esquerda. Em um partida, várias vezes, eles estarão alinhados como uma segunda linha defensiva, com um dos atacantes fechando a beirada dos campo. Também, há vezes, em que os dois atacantes fecham as beiradas e o Cuellar, principalmente, fica um pouco a frente da última linha de defesa negando muito mais os espaços. Como podemos perceber aqui que a defesa pode assumir duas posturas durante o jogo, porém sem perder a forma de jogar. William Arão ao ficar mais a direita tem a função de apoiar os laterais na defesa e negar espaços no centro impedindo a infiltração do atacante do outro time. O Mancu tem a mesma função do Arão na defesa. Quando a bola está com o Flamengo, o início da jogada se inicia com a defesa. Como falado anteriormente, os zagueiros abrem deixando o centro livre para que Cuellar ou Arão comece o jogo. O Cuellar procura sempre um passe para Mancuello ou Arão, mais o Mancu e quando não tem como acioná-los procura os laterais e por último os zagueiros. Tanto Arão como Mancu estão sempre em deslocamento para criar espaços para os laterais poderem subir e criar opções de passe. Essa movimentação serve para confundir o meio-campo adversário e manter a posse de bola. O Arão procura jogar com Rodinei e depois cria opção de passe para esse, que vai ter como opções Alan Patrick e Cirino. Entretanto, Arão fica um pouco mais preso nesta faixa do campo, da defesa ao apoio para os atacantes. Mancu tem mais liberdade, se fosse para dar uma função a ele, seria box-to-box (meia de área a área). É o ponto de equilíbrio do flamengo por fazer muito bem o apoio a defesa e ao ataque. Tem um pouco mais de liberdade de rodar o campo de ataque, caindo mais para esquerda e procurando Jorge para jogar. Daí vem o aumento de produção da nossa cria na lateral. Qualidade tem de sobra para poder enfiar uma bola na área ou apenas fazer a bola girar a defesa adversária de um lado para o outro tentando arrumar um espaço. Pode ficar um pouco mais centralizado ou bem aberto à esquerda. Da parte da defesa ou meio campo, pouco vai mudar durante a temporada.

Meio-atacante (Alan Patrick e Ederson) - Aqui temos duas formas de fazer a equipe jogar. Eles Completam a linha defensiva fechando alguma lateral, não dando espaços para o outro time.No ataque, tentam flutuar entre as linhas defensivas, abrindo espaços para outro jogadores e fazer uma enfiada de bola ou fazê-la girar, para tentar abrir a defesa. O Alan Patrick busca mais o centro do campo, óbvio para quem quer uma visão melhor para enfiar a bola. Ou seja quando ele está no time, tem que se movimentar muito e buscar o jogo - Muricy já falou isso em entrevistas. Com ele o time joga um pouco mais coletivamente (a semente do jogo coletivo do Barcelona?). Com as características do Ederson, o time tem uma forma mais objetiva de jogar, por buscar um jogada para chegar mais próximo do gol - penetração direita na linha defensiva - ou a linha de fundo. O flamengo rendeu mais com Alan Patrick por este ajudar a desenvolver mais o jogo coletivo, que vai ser a principal característica do Flamengo nesta temporada. Pode cair também a direita do jogo. Com esses dois o flamengo pode jogar de várias formas já que o Éderson pode jogar como atacante pela beirada do campo.

Atacantes: Guerreio mais no centro do ataque, sem buscar muito os flancos. Uma boa característica dele que pode ajudar muito o Flamengo mas que está se perdendo. Também faz um excelente pivô para Cirino ou Sheik. Marcelo Cirino, com esta nova formação tenta se aproximar um pouco mais do Guerreiro e chegar mais próximo do gol. Quando tem outro atacante, Cirino tenta ir mais a linha de fundo. também vale para o outro atacante.

O flamengo pode jogar de várias formas durante a temporada, depende de treinamento e das idéias do Muricy. E as idéias do Muricy é jogo coletivo com troca de passes e posse de bola independente das posições de cada jogador, ou de cada jogador, seja 4-4-2 ou 4-3-3. O flamengo vai jogar dessa forma do início até o fim do ano.
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.

Olá, bem-vind@!

Quer participar e contribuir? Clique no botão "Registrar-se" se é sua primeira vez aqui. Se você já é um dos nossos, clique em "Entrar".

Site Coluna do Flamengo

VOLTAR PARA O SITE
© Copyright 2016 - Coluna do Flamengo