Viagem às pressas de dirigente do Flamengo e negócio fechado em três dias: os bastidores da venda de Paquetá

Por: Venê Casagrande

A notícia da venda de Paquetá para o Milan por 35 milhões de euros (cerca de 150 milhões de reais) pegou todos de surpresa. Mas o que poucos sabem é que o próprio Flamengo também foi surpreendido. Tudo aconteceu muito rápido. Tanto é que Bruno Spindel, CEO do clube, estava nos Estados Unidos acompanhando o time de basquete quando o telefone tocou com uma ligação da Itália. Era um aviso de que o clube rossonero estava disposto a pagar a quantia pedida pelos cariocas. O dirigente, portanto, viajou às pressas para a Europa.

Spindel, antes de chegar ao local desejado, teve que fazer inúmeras escalas até, enfim, se encontrar com dirigentes do time italiano e Eduardo Uram, reapresentante de Paquetá. O dirigente rubro-negro chegou a madrugar durante a estadia na Europa, e as conversas duraram três dias, e o negócio foi finalizado na manhã da última terça-feira (9). No Brasil, Bandeira de Mello, Carlos Noval e Ricardo Lomba receberam a notícia horas antes do treino. A cúpula, inclusive, marcou presença na atividade

Dirigentes conversaram enquanto Dorival comandava o treino

Após a missão na Europa, Bruno Spindel retornou ao Brasil nesta quarta-feira (10) e passou detalhes da venda de Paquetá para os demais dirigentes. O Flamengo vai receber 10% da quantia em 2018, algo em torno de 15 milhões de reais, assim que o vínculo for assinado, e o restante será parcelado em duas vezes para serem quitadas no próximo ano.

Internamente, a venda de Paquetá foi vista como um sucesso, já que o jogador tem 21 anos, e o clube dificilmente conseguiria receber o valor da multa rescisória do meia, que girava em torno de 50 milhões de euros. O Flamengo até tentou iniciar uma conversa para estender o vínculo do jogador, mas não obteve sucesso.


Compre capinhas oficiais do Mengão para seu celular. São diversos modelos, para você escolher o que mais combina contigo. CLIQUE AQUI para conferir!


Tanto o Flamengo quanto o Paquetá só irão se pronunciar oficialmente após o contrato do meia com o Milan, de cinco temporadas, ser assinado. A “canetada” vai ser dada depois que o meia finalizar a bateria de exames médicos. A primeira parte foi feita nesta quarta, conforme o Globoesporte.com publicou e o Coluna do Flamengo confirmou.

Lesão de Pedro, do Fluminense, influenciou:

O atacante Pedro, do Fluminense, acelerou, de forma indireta, a saída de Paquetá. O tricolor sofreu grave lesão no joelho e precisou passar por uma cirurgia, o que o deixará fora dos gramados até ano que vem. A família e o estafe do meia do Flamengo ficaram com receio de algo parecido acontecer com o jogador rubro-negro e viu com bons olhos um acerto ainda neste ano, mesmo com a janela de transferência da Europa fechada. O jogador, então, vai se apresentar ao novo clube em janeiro.

3 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular