Wallim critica falta de cobrança na gestão Bandeira: “Virou uma república de amigos”

Um dos assuntos mais discutidos no Flamengo é a possível falta de cobrança no elenco por parte da diretoria rubro-negra. Prova disso, foram os resultados adquiridos e títulos conquistados durante a gestão de Eduardo Bandeira de Mello. Convidado do programa ‘Resenha Ao Vivo‘, da TV Coluna do Flamengo, Wallim Vasconcellos, ex-vice presidente de futebol do Fla e atualmente forte aliado na chapa de Rodrigo Landim, também criticou o estilo da atual diretoria referente ao comando no futebol.

Pra mim, ficou muito identificado a questão dos protegidos, como se o jogador pudesse fazer qualquer coisa e nada iria acontecer com ele. À partir do momento que o presidente faz corrente de oração no vestiário com os jogadores e vira amigo do Rodrigo Caetano, ele não pode mais cobrar. Virou uma república dos amigos ali. Você não vai chamar a atenção do seu amigo, caso ele não esteja performando direito. Como você vai cobrar do jogador que é seu amigo? Não tem mais a relação sadia de patrão-empregado, de cobrança e respeito mútuo, de cada um saber qual é o seu papel.

O ex-cartola ainda mencionou os dirigentes que tiveram passagem conturbada pelo Fla durante a gestão Bandeira, além de relembrar a polêmica comemoração do sexto lugar no Campeonato Brasileiro de 2017, que dava a classificação direta para a fase de grupos da Libertadores.

O Flamengo é uma república dos amigos no futebol. Era o Fred Luz, Rodrigo Caetano, Bandeira, Mozer e Fernando Gonçalves. Aquela foto do sexto lugar, mostrando a cara do Rueda e o resto se abraçando ficou evidente. Parecia festa de fim de ano, e os jogadores posando de campeão. Foi um sexto lugar, e para eles tanto faz —, finalizou.


Compre capinhas oficiais do Mengão para seu celular. São diversos modelos, para você escolher o que mais combina contigo. CLIQUE AQUI para conferir!


Wallim Vasconcellos declarou apoio à chapa de oposição, composta por Rodolfo Landim e Rodrigo Dunshee. Além do ex-VP de futebol, a chapa conta com o apoio de Claudio Pracownik, ex-vice presidente de finanças na gestão Eduardo Bandeira de Mello. Por sua vez, o mandatário rubro-negro, que não poderá mais se reeleger, lançou Ricardo Lomba – atualmente VP de futebol do clube – como candidato à presidência pela situação.

CONFIRA O RESENHA COMPLETO COM A PARTICIPAÇÃO DE WALLIM VASCONCELLOS:

7 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular