Prancheta do Pet #2

Hoje a análise da Prancheta do Pet traz o gol que abriu a vitória por 2×0 contra a Chapecoense pela 24a rodada do Brasileirão. É bem verdade que não foi um grande jogo do rubro-negro, mas um quesito em específico deve ser ressaltado: a profundidade das ações ofensivas chegando até a linha de fundo, principalmente pelo lado direito, como podemos notar no mapa de calor das ações do Flamengo na partida (fonte: Footstats).

Mas porque utilizar a linha de fundo para realizar cruzamentos é mais efetivo? Simples. Pois é a única configuração em que o atacante pega a bola de frente, levando vantagem em detrimento ao defensor. Ou seja, não há a necessidade de girar o corpo para fazer o cabeceio, conseguindo assim colocar mais força e velocidade na bola.


Compre capinhas oficiais do Mengão para seu celular. São diversos modelos para você escolher o que mais combina contigo. CLIQUE AQUI para conferir!


E a jogada do primeiro gol do Fla se inicia com essa configuração. Rodinei fica inicialmente sem opção de passe e parte para o um contra um, levando a bola para a linha de fundo.

Com a jogada de linha de fundo, o Fla empurra todo o sistema defensivo da Chapecoense para dentro da área. Com esse erro de percepção tática dos defensores da Chape, mesmo após Vitinho perder no alto a primeira bola, o rebote é todo do Fla, que possui maioria numérica na entrada da área. A jogada se desenrola com Diego utilizando boa visão periférica e dar o passe para municiar um companheiro melhor posicionado.

Entenda melhor como funcionou a jogada ofensiva do Mengão através do vídeo.

1 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular