Ataque irregular x defesa sólida: Flamengo terá missão de furar sistema defensivo do Inter

Por: Carla Araújo e Venê Casagrande

O Flamengo volta a campo nesta quarta-feira (5) para encarar o Internacional, no Beira-Rio, às 21h45. Para este duelo, válido pela 23ª rodada do Brasileirão, Barbieri vai ter quatro desfalques no time titular: Réver, Cuéllar, Paquetá e Diego. Além disso, o Rubro-Negro vai ter pela frente a difícil missão de superar o forte setor defensivo do Colorado. Pelo Campeonato Brasileiro, o time de Odair sofreu apenas dois gols (dos 12 sofridos durante toda a competição) atuando em casa.

O Flamengo, por outro lado, tem apenas 37,5% de aproveitamento longe do Rio de Janeiro: marcou 12 gols, dos 32 feitos no campeonato. Se for olhar no geral, o Rubro-Negro não está tão mal: tem o quarto melhor ataque do Brasileiro (atrás de São Paulo, Palmeiras e Atlético-MG). No entanto, quando não joga no Maracanã, tem dificuldade de transformar as oportunidades em gol.

Rendimento pós-Copa caiu:

Antes da Copa do Mundo, o Fla marcou 21 gols, em 12 rodadas do Brasileirão. Depois do recesso, o time rubro-negro entrou em campo dez vezes pela competição, mas só balançou a rede do adversário em 11 oportunidades.

Ainda sem confirmação do time que entra em campo, o Flamengo tem à disposição três centroavantes, além de Vitinho, que já atuou como “falso 9”. Uribe não se firmou desde que chegou ao Fla, balançando a rede apenas uma vez. Dourado é o artilheiro em 2018, com dez gols, mas nove foram marcados antes da parada da Copa. Lincoln, que geralmente começa no banco, fez dois este ano. Vitinho chegou na última janela e ainda não marcou pelo Rubro-Negro (são 607 minutos de jejum). Esse quarteto e todo o time do Fla têm a difícil tarefa de furar a boa defesa do Inter e mudar esse cenário.

7 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular