Raí contesta arbitragem carioca em jogos do São Paulo

Nesta noite de quinta-feira (26), depois de ser derrotado pelo Grêmio de virada por 2 a 1 e consequentemente perder a chance de ultrapassar o Flamengo, Raí,  Executivo de Futebol do São Paulo detonou a arbitragem do jogo. O ex-jogador reclamou da falta de critério na distribuição de cartões que deixou três jogadores – Arboleda, Militão e Hudson – fora da próxima rodada do Campeonato Brasileiro.

– A gente lamenta ter perdido três jogadores para o jogo contra o Cruzeiro. No caso do Hudson nem foi falta. Ele pegou a bola e tomou cartão. Com 38 minutos do primeiro tempo a gente já tinha três jogadores com cartão. Não foi por que perdeu, é claro. O Grêmio teve seu mérito – reclamou o executivo.

Raí foi questionado sobre o fato de Grazziani Maciel Rocha, árbitro do jogo desta quinta e Wagner do Nascimento Guimarães, juiz da próxima partida contra o Cruzeiro, serem cariocas. Segundo o ex-camisa 10 o fato do São Paulo disputar a liderança justamente contra o Flamengo, time do Rio de Janeiro é um aspecto preocupante.

– É algo que nos preocupa. Contra o Flamengo tivemos o Araruna expulso injustamente. Diante do Corinthians sofremos um gol de mão. Sorte que a gente já estava com 3 a 0. São detalhes que preocupam. E o critério dos cartões nos incomodou. Vale pensar em todos esses critérios porque no próximo jogo o árbitro também é carioca. As pessoas responsáveis têm de pensar nesses aspectos – concluiu Raí.

Alheio as controvérsias, com o resultado da rodada o Flamengo abriu dois pontos de vantagem e segue líder isolado do Brasileirão. O Rubro-Negro já se prepara para a décima quinta rodada da competição. O embate será contra o Sport, domingo (29), às 16h  (horário de Brasília), no Maracanã, a expectativa é de casa cheia uma vez que o setor norte já se encontra esgotado.

Fonte: UOL Esportes

28 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular