Guerrero faz denúncia por vazamento de “informações confidenciais” durante julgamentos por doping

Desde novembro de 2017, quando testou positivo no doping com a substância benzoilecgonina, o atacante Paolo Guerrero passou a ter vida conturbada com a justiça desportiva. Em maio deste ano, o jogador teve sua pena aumentada para 14 meses em decisão do Tribunal Arbitral do Esporte (TAS). Agora, Guerrero fez denúncia por vazamento de informação no processo contra a Agência Mundial Antidoping (WADA).

De acordo com informação do jornal El Bocón, do Peru, o jogador do Flamengo entrou com ação contra os “responsáveis” por terceiros passarem a ter informações confidenciais durante a resolução de seu caso com as duas instâncias que o julgaram.

O jornalista Carlos Alberto Navarro, do Sucess, também publicou sobre o assunto: “José Paolo Guerrero Gonzáles, identificado com o DNI 42233984, denuncia e formaliza uma queixa criminal perante o juiz criminal correspondente, porque vazaram informações”.

Situação de Guerrero com o Flamengo

Com contrato válido até o dia 10 de agosto, Guerrero treina normalmente e está disponível para os próximos jogos do Mais Querido. Entretanto, o jogador passará por novo julgamento para saber se seguirá livre para realizar sua profissão, uma vez que sua atual liberação é por conta de efeito suspensivo, obtido na justiça comum da Suíça. Em meio a este cenário, a diretoria do Flamengo ainda não decidiu os moldes da proposta de renovação com o atleta, apesar de ter a intenção de mantê-lo até o fim da temporada.

0 Comentários
Carregando comentários...