Flamengo: “Jhonatan Luz fala sobre chegada ao Fla: “Quem não gostaria de jogar com essa torcida apaixonada?””

O FlaBasquete vive uma reformulação, e o primeiro passo para tal medida foi a contratação do técnico Gustavo de Conti, campeão do NBB 10 com o Paulistano. E em menos de uma semana após a chegada do treinador, o Mais Querido anunciava o também ex-Paulistano, Jhonatan Luz. Capitão e eleito um dos melhores jogadores da equipe paulista na campanha do título nacional na última temporada, o ala de 31 anos considera que ter trabalhado com Gustavinho, como o treinador é chamado por seus comandados, pesou bastante na decisão de aceitar o convite para defender as cores rubro-negras.

“Quando recebemos uma proposta, antes de fechar, nós analisamos tudo, avaliamos cada detalhe. O fato de poder trabalhar com o Gustavinho também passou por esse crivo de avaliação, e obviamente pesou muito favorável nessa balança, pois é um profissional que admiro muito, tive o prazer de trabalhar junto com ele em suas últimas conquistas pessoais e terei o prazer de trabalhar com ele no Flamengo. Acredito que exista uma confiança mútua envolvida, eu confio no trabalho dele e acredito que ele confia muito no meu potencial (espero corresponder às expectativas).”

Além de Jhonatan, o FlaBasquete trouxe do Paulistano o ala-armador Deryk Ramos e o ala-pivô David Nesbitt. Para Luz, o fato já ter atuado com os dois pode facilitar o trabalho dentro de quadra. “Claro que a presença dos outros também é importante, são jogadores que possuem uma qualidade técnica muito boa, e tecnicamente já existe um certo entrosamento. Mas também gosto de novos desafios, estou ansioso para atuar com os meus novos companheiros.”

A Nação Rubro-Negra abraça o FlaBasquete e se faz presente nos jogos sempre apoiando e cobrando o melhor para a equipe. Por já ter atuado contra o Fla, o ala tem a dimensão da torcida rubro-negra e quer que esse encontro aconteça o mais breve possível. “Já estive do outro lado, e não foi fácil… Definitivamente a ansiedade é natural. Quem não gostaria de jogar com uma torcida apaixonada como essa?”

Na última temporada, o ala teve média de 7,7 pontos e 4,7 rebotes por jogo, finalizando a competição com 10 de eficiência. Com 45% de aproveitamento nos chutes de três pontos, o novo reforço do Mais Querido foi um dos melhores jogadores do torneio no atributo. Apesar da boa temporada, o alar de 31 anos quer continuar evoluindo e promete dedicação, empenho e raça com a camisa rubro-negra.

“Eu amo o basquete, e com muita humildade sempre busquei melhorar meus dados estatísticos. Aqui não será diferente. Sei que estou em um bom momento, mas vou continuar me dedicando para melhorar ainda mais. Então o que podem esperar de mim é uma entrega total, nos jogos, nos treinos, na recuperação, no trato com os meus companheiros. Em outras palavras: Dedicação, Empenho e Raça!”

Reprodução: Flamengo

0 Comentários
Carregando comentários...