Comentaristas criticam Dourado: “Está na hora de esquentar um banco”

O Flamengo se reapresentou no dia 25 de junho para focar nas competições em que disputa, como o Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Copa Conmebol Libertadores. Porém, o clube está de olho no mercado de transferências. Não à toa, contratou Fernando Uribe, que deve concorrer com Henrique Dourado pela vaga de titular. Ceifador, inclusive, que vem recebendo muitas críticas de parte da torcida e não fora diferente com os comentaristas da TV Coluna do Flamengo.

No programa Resenha Ao Vivo deste domingo (01), o comentarista Rodrigo Antunes foi questionado sobre uma possível recuperação de Henrique no time, após o recesso da Copa do Mundo da Rússia. Antunes afirmou que acredita, mas ponderou que pelas últimas atuação de Ceifador, ele precisa melhorar bastante. Com isso, Rodrigo afirmou que o atacante precisa ir para o banco de reservas.

Acreditar na recuperação, eu acredito, mas pelas últimas partidas que ele jogou, está na hora de começar a esquentar um banco, para ele poder ver que precisa melhorar e muito. O esquema tático do Flamengo não ajuda tanto, porque temos um estilo que cairia bem com o Guerrero, que faz bem o pivô, mas o Dourado tem melhorar a condição dele, porque se ele quer jogar como titular no Flamengo, ele tem que melhorar.

O comentarista Fabricio Chicca também criticou o camisa 19 do Mengão. Apesar de não gostar de chamar jogador de futebol de perna de pau, Chicca acredita que a contribuição de Dourado para o atual esquema de jogo do Fla é limitada. Fabricio ainda ponderou sobre as duas boas temporadas em que Ceifador fizera, porém, afirmou que dificilmente será um atleta que vai agradá-lo.

— Não gosto de chamar jogador de perna de pau, mas eu acho que a contribuição do Dourado é muito limitada. Não acho que o Dourado vá ser aquele jogador… Ele teve uma fase muito boa no Palmeiras, em 2014, e uma fase boa no ano passado, marcou muitos gols. É um cobrador de pênaltis, pode ficar no elenco do Flamengo, mas dificilmente vai me satisfazer como jogador titular.

Por fim, Rodrigo Ferreira alertou para o fato do centroavante rubro-negro não corresponder às necessidades do atual esquema tático do treinador Mauricio Barbieri. Segundo o comentarista, atualmente, o time não precisa apenas de um goleador, mas também de um atleta que saiba participar do momento ofensivo, dar assistências, além de marcar gols.

Esse time que o Flamengo tem hoje, não é para o Henrique Dourado. Esse time não precisa de um cara para botar o pé e desviar uma bola para fazer o gol. Ele precisa de um centroavante que participe muito e divida, pode até ser o artilheiro, mas que também consiga servir os outros companheiros.

Henrique Dourado vai ter a concorrência de Fernando Uribe, que fora contratado de graça, pois o seu contrato com o Toluca, do México, chegou ao fim. Com isso, o Rubro-Negro acertou apenas salários e luvas contratuais com o novo camisa 20 do Mengo.

Dourado tem nove gols marcados em 27 jogos oficiais pelo Urubu. No entanto, na última temporada, quando atuou pelo Fluminense, Ceifador tivera a melhor fase de sua carreira: em 59 cotejos, marcou 32 tentos. Já Uribe, em seu último período defendendo o time mexicano, participou de 42 cotejos e balançou a rede 19 vezes. Em seu melhor ano pelo Toluca, na temporada de 2016/2017, também entrou em 42 ocasiões, mas fizera a torcida vibrar em 22 oportunidades.

Assista o programa na íntegra:

1 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular