Gustavinho fala pela primeira vez como treinador do Flamengo: “Passei o dia vendo vídeo da torcida”

Após demitir José Neto, o Flamengo foi atrás de um nome à altura para a vaga deixada. Gustavo De Conti, atual campeão da NBB, foi o nome escolhido pela cúpula rubro-negra e assinou um contrato de dois anos. Em vídeo da FlaTV, onde mostra o treinador visitando o Fla-Memória, Gustavinho falou oficialmente como funcionário do Mengão. Segundo disse, a primeira coisa que fez após sua chegada, foi assistir os vídeo da torcida:

— Estava muito ansioso para chegar aqui, para botar logo essa camisa e começar a trabalhar. Falei pra ela (esposa) para ir ao Maracanã ver o futebol. Ontem passei o dia vendo um monte de vídeo da torcida. Realmente é emocionante… Po, obrigado. Está com meu nome já, mas acho que o mais importante para nós essa temporada, que eu sempre vi na minha vida, é o lema que eu tenho, o mais importante que o nome, é o que está na frente (o escudo). Nós vamos pensar assim essa temporada.

Atualmente com 38 anos de idade, De Conti treinou o Paulistano desde 2010, nunca ficando fora dos playoffs do NBB. Detém o atual título da competição, como informado anteriormente, além de dois vice-campeonatos, em 2013-14 e 2016-17. É considerado um dos melhores treinadores de basquete da atualidade no Brasil. Ainda na FlaTV, disse a sensação de poder treinar um clube da magnitude do Flamengo:

— Sinceramente, eu estava muito ansioso de estar aqui logo, e foi esquisito porque quando cheguei aqui, sei lá, deu uma paz. Foi um sentimento totalmente oposto do que eu estava sentindo. Deu um baque. Parece que eu fiquei um pouco anestesiado de ter entrado ali. Você começar a ver a história, ela sendo contada pelo rapaz que estava comigo, os troféus, as fotos… Ver quanta história tem um clube… As vezes a gente, um treinador que ganha um título num clube, ele acha que é o máximo, que é o super, aí quando você entra aqui, você fica com os dois pés bem no chão. Você fala “caramba, isso aqui é história”.

O novo treinador do Orgulho da Nação também coleciona passagens pela Seleção Brasileira. Entrou em 2009 nas categorias de base e atuou no elenco principal como Assistente Técnico até 2016, na Olimpíada do Rio. Por duas ocasiões, em sul-americanos, Gustavinho foi o técnico principal da equipe verde e amarela.

1 Comentários
Carregando comentários...