Técnico do Peru demonstra indignação com pena de Guerrero: “O futebol mundial não deve permitir”

A perda de Paolo Guerrero é considerada grande para o elenco do Flamengo. Porém, mais falta ainda ele fará à seleção peruana, que o tem como ídolo máximo e principal referência. Neste ano, o Peru retorna à Copa do Mundo após 36 anos e Guerrero seria a principal esperança de uma boa campanha. Entretanto, com a suspensão por 14 meses, o centroavante está fora do mundial.

O técnico da seleção peruana, Ricardo Gareca, falou à imprensa argentina sobre a punição imposta ao camisa 9. O que se pôde perceber durante as declarações do treinador foi indignação e insatisfação com o fato.

— Cremos que a sanção é totalmente injusta, cremos que a FIFPro deve, necessariamente, se pronunciar sobre isso. Isso tem que ganhar uma conotação mundial por parte dos jogadores. Também pode afetar outra estrela ou a qualquer outro jogador.

Ainda sobre o caso, Gareca afirmou que os verdadeiros culpados pela punição do atleta deveriam ser conhecidos. Dizendo também que o futebol mundial não deve permitir que Guerrero seja vítima de tamanha injustiça: “Com esse ponto de vista, é algo que o futebol mundial não deve permitir. Me parece que seria muito importante que os verdadeiros culpados dessa história sejam conhecidos”.

Já sem Guerrero, o Flamengo volta a campo nesta quarta-feira (16). Em duelo que terá bola rolando a partir das 21h45, o Rubro-Negro recebe o Emelec e, caso consiga vencer, vai se classificar antecipadamente para as oitavas de finais da Libertadores. Além de força máxima do elenco, o Mais Querido também vai contar com a presença de cerca de 40 mil torcedores nas arquibancadas do Maracanã para ir atrás do triunfo.

3 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular