Léo Duarte revela seu ponto forte para manter titularidade no Fla

Léo Duarte vem ganhando espaço no time do Flamengo. O zagueiro soma 11 partidas em 2018 e emplacou uma sequência significativa no time principal. Em entrevista para o jornalista Raphael Zarko, do Globo Esporte, o defensor falou sobre a disputa com Juan, Réver e Rhodolfo, os companheiros de posição.

– Não falo em vantagem, pois eles têm a experiência, leitura de jogo. Mas acho que tenho velocidade a meu favor. Passaram aqui para mim no Flamengo que eu chego a quase 34 km/h. Isso eu vejo que pode compensar já que não tenho tanta experiência como eles. Juan é meu ídolo, sempre falei. Meu pai sempre falou dele, gostava muito do futebol dele e virei zagueiro por causa dele. Do jeito elegante dele jogar, daquele carrinho bonito. Não consigo alcançar o Berrío (que vai a mais de 36 km/h), mas consigo acompanhar os atacantes -, explicou Léo.

O jogador, formado na base do Fla e capitão do time que disputou a Copinha em 2016, sabe que precisa melhorar para conquistar de vez seu espaço.

– Acho que é a bola aérea. Ofensiva, defensiva. Por ser um pouco mais baixo (tenho 1,83m), pegar atacantes mais baixos, tenho que melhorar, trabalhar, o tempo de bola para poder ganhar -, declarou o Garoto do Ninho.

Léo segue confiante que sua velocidade servirá como diferencial para conquistar seu lugar no elenco principal. O time volta a campo na próxima quarta-feira (16). A partida será contra o Emelec, às 21h45 (horário de Brasília), no Maracanã. O Mais Querido precisa vencer os equatorianos para garantir vaga para as quartas de final da Copa Libertadores da América.