Diego afirma que estava confiante em passar de fase e fala sobre vaias da torcida

O Flamengo venceu o Emelec, do Equador, por 2 a 0 e garantiu sua classificação para a próxima fase da Copa Conmebol Libertadores. O Fla não avançava até às oitavas de final da competição internacional desde 2010, sendo que neste período sofrera três eliminação na fase de grupos do torneio: 2012, 2014 e 2017. Após o jogo, na zona mista do Estádio Jornalista Mário Filho, Diego conversou com a imprensa e falou que estava confiante na classificação e também comentou sobre as vaias que recebeu, por parte da torcida, ao ser substituído por Jonas, no final do certame.

O sentimento pelo qual o meio-campista estava sentindo após a vitória era o de dever cumprido, mas parcialmente. Afinal, ainda há o cotejo contra o River Plate, da Argentina, no Monumental de Núñez, para definir quem será o primeiro colocado do grupo 4. Diego acredita que nenhuma equipe tenha tido uma classificação tão difícil quanto o Mais Querido, pois o fator mandante é importante e o Rubro-Negro disputou duas pelejas sem torcida, devido aos incidentes na finalíssima da Copa Sul-Americana em 2017.

É uma sensação de dever cumprido parcialmente, porque ainda temos mais um jogo contra o River. Acredito que nenhuma equipe nessa Libertadores teve uma classificação tão difícil quanto a nossa. Nós pegamos dois jogos sem torcida, e o fator caso é muito importante nesse torneio. Um grupo bem equilibrado. Superamos tudo isso e hoje estamos classificados. A confiança era grande, assim como a ansiedade, o que é natural por ser um jogo bem importante. Desde aquele jogo que fizemos no Maracanã ( no empate contra o Santa Fe), que eu saí e disse que tinha certeza que iriamos nos classificar, porque eu acredito muito no trabalho que vem sendo feito, na dedicação dos meus companheiros, no trabalho da comissão técnica e da diretoria. Então hoje se concretizou essa classificação e, sem dúvida, estamos felizes —, afirma Diego.

O camisa 10 vem passando por uma fase de amor e ódio com parte da Nação Rubro-Negra. Há algumas semanas, o atleta foi quase agredido no embarque do time para Fortaleza-CE. Contudo, após o confronto contra o Ceára – o Fla venceu por 3 a 0 -, Ribas se declarou ao Mengão e conseguiu uma trégua com os torcedores.

Nesta quarta-feira (16), o jogador foi substituído no final do jogo contra os equatorianos e parte dos adeptos que estavam no estádio vaiou o meia-atacante. Ao ser questionado sobre o assunto, o atleta preferiu fugir de polêmica e disse que busca evoluir constantemente, para poder satisfazer a todos. O Diego finalizou agradecendo aos hinchas rubro-negros que apoiaram o time durante o cotejo.

Meu trabalho é estar sempre melhorando, evoluindo, para poder satisfazer os torcedores e alcançar os objetivos coletivos. Então não tenho nada para fazer. Só tenho a agradecer realmente e seguir em frente trabalhando —, finalizou Ribas.

O Flamengo volta a campo no próximo sábado (19) e terá pela frente o Clássico dos Milhões, contra o Vasco. A partida é válida pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro e terá início às 19h, horário de Brasília. O embate será no Estádio Jornalista Mário Filho e você acompanha a narração e os comentários, ao vivo, na TV Coluna do Flamengo.

86 Comentários
Carregando comentários...