Ah Ah Uh Uh, O Maraca é nosso, mas não é a solução ainda…

Ah Ah Uh Uh, O Maraca é nosso, foi o maior do mundo e é apenas um alívio temporário

Sempre eu hei de ser… um geraldino. Amo o maracanã, o amei desde menino, cresci contando os dias para ir ao estádio, e fui tanto quanto pude. Quando saí do Rio, sempre que eu voltava à cidade maravilhosa fazia um esforço para visitá-lo. Ir ao Mário Filho é parte da minha vida, fez parte do meu crescimento e sempre nutrirei um sentimento nostálgico – agora com 42 anos de idade – pelos dias que passei nas arquibancadas de concreto. Quando eu penso no estádio e nas minhas aventuras para assistir ao Mais Querido chego a sentir uma tristeza profunda. Meu amor pelo maracanã é tão grande que ia ao campo mesmo quando o Flamengo não jogava. Assisti à partidas exdrúxulas, como América contra Americano ou Bangu contra Curitiba em 1985. Tudo isso para preparar o leitor para o que eu vou dizer.

O contrato de 4 anos com o Maracanã é ótimo, mas não é a solução. Deve servir apenas para nos dar tempo de começar o projeto do nosso estádio. Portanto, não comece a comemorar de antemão, mesmo que o contrato de 4 vire 40 anos, não é a melhor solução. E qual o porquê dessa ojeriza? Simples, o que existe na rua Prof. Eurico Rabelo, s/ nº, é apenas uma lembrança do que foi o Maracanã. Ali, jaz a história do maior e mais glorioso templo do futebol. O que há no local é um elefante deformado como uma velha enrugada mas cheia de botox, e sobretudo caro de usar e com manuntenção igualmente onerosa. Escrevi na minha estréia aqui no site algumas colunas sobre estádio, mas a melhor é essa aqui.

O Maracanã foi construído para um único evento com um padrão exagerado e desconectado da realidade local. A arquitetura dificulta muito a compartimentização, os acessos são similares portanto, ainda que parte do estádio seja fechado, um grande número de pessoas é necessário para eventos menores. A cobertura de teflon é carrísima de ser mantida, as cadeiras custam de R$500 cada uma e não são resistentes, tem uma área externa extensa e desnecessária, o ângulo não é vertical o suficiente para criar o efeito caldeirão, a cobertura de teflon não ajuda na reverberação do som, ainda que eu ainda o ame com todo esse botox e silicone barato, dá para se divertir, mas ainda não é a solução definitiva.

Claro, se um dia viermos assumir o Maracanã em definitivo e sejamos autorizados a fazer algumas mudanças, ainda assim não me parece ser possível criar um estádio eficiente. Lembrem-se, um estádio não é um investimento de 10 anos ou 20 anos, é um investimento de 50 anos, no mínimo. Não dá para acertar mais ou menos e o Maracanã, mesmo se mudarmos tudo que pudermos, será um acerto parcial.

Vejamos pelo lado positivo, um contrato bem feito de 4 anos nos dará mais tempo para acharmos o nosso estádio, será possível acomodar os nossos jogos em campeonatos importantes, e espero que daqui a 4 anos façamos a nossa despedida do nosso para sempre Maracanã com muitas vitórias e títulos. Está na hora de pensarmos grande, e deixarmos o Maracanã para trás. Infelizmente relacionamentos começam, se desenvolvem e acabam. É como aquela morena que amamos na juventude, a gatinha do primeiro beijo, será lembrada para sempre com carinho. O Maracanã é nosso, e sempre será, faremos visitas constantes, seremos sempre benvindos, mas chega de esperar, quero a minha casa, que seja só minha. Ah Ah Uh Uh o Maraca será sempre nosso!! Ah Ah Uh Uh eu quero uma casa (O nosso forte é a rima).

  • Duda

    Maracanã é o Estadio ideal para a torcida do Fla. No entanto, para que o governo do RJ salve os dedos, é preciso estar disposto a perder os anéis. Querer garantir o retorno sobre o que se gastou alí, corre-se o risco de ficar com um elefante branco no colo. Gastou-se uma farra geral na reconstrução do estadio, com propina pra todo lado e contratos operacionais de serviços de terceiros com grandes superfaturamentos e deixaram de construir p exemplo um estacionamento numa cidade onde o serviço de transporte publico é um desastre. Querer remunerar o que se gastou e o que de essencial deixaram de gastar, é uma falta de senso total, pois repete-se a toda partida o que aconteceu no jogo Flamengo x Ponte Preta, ontem, com mais de 50 mil pagantes, uma renda de 1,4 milhão o custo fixo para o Fla foi de 950 mil e o que o Fla embolsou não deu 200 mil. Imagine se o flamengo vivesse de renda do Maraca? Ja estaria morto a muito tempo. E qual o outro clube do Rio que encara uma trombada dessas?.

  • júlio reis

    Eu sou a favor de um estádio próprio porém sei o quanto será difícil pro clube construir o seu por tudo, espaço, valores, governos, associações, mobilidade, violência… uma infinidade de coisas para atrasar nosso lado ! Mas em relação ao maracanã eu sou um apaixonado e com às modificações realmente não é a mesma menina , mas ainda sim encanta e é um dos mais importantes ícones do futebol mundial, sua importância ultrapassa fronteiras onde nenhum outro estádio do mundo tem tamanha relevância e história, acho que com uma possível nova licitação, se o clube realmente pegar deveria pedir para modificar da sua maneira retirando cadeiras e aumentando capacidade , trocando cadeiras e Às colocando nas cores do clube, fazendo um museu do flamengo, vendendo o estádio pro mundo… e constrói um na gávea com menor capacidade 25, 30 mil !

    • Duda

      Tudo certo p que escreves Julio e a concordância sobre funcionalidade do Maraca para o Fla e para os clubes do RJ. O problema é que o elefante é do governo e sendo assim, o prejuizo pela a sua inutilidade, pela visão erronea do brasileiro/carioca não é nada que lhe diga respeito.Para que o Flamengo consiga uma coisa obvia que seria administrar o estadio, seria preciso que tivéssemos um governador correto, isento e que estivesse disposto a fazer o melhor para a população do Rio, ou seja, entregar o estadio para quem tem condições de faze-lo e de dar o retorno possivel, aos cofres publicos do Estado do RJ. Muito dificil, não acha?

      • júlio reis

        Verdade, é difícil mas teremos eleições ainda esse ano e temos grandes chances de entrar um simpatizante do clube no governo, e um apaixonado pelo maracanã o Romário rsrs, que pelo menos pro esporte e para o clube é um grande nome!

  • Gleu Costa

    Ate que enfim um texto curto… Que por este motivo e pelo conteúdo, ficou muito bom. Mas só para sacanear vc não tem cara de que foi geraldino.kkkkkk

  • Flávio Viana Pamplona

    Como o flamenguismo pode ser variado e infinito, e nos meus mesmos 42 anos o meu saudosismo é lembrar que dava tapas no radio qd a sintonia do garotinho José Carlos de Araújo fugia e mudando o rádio de lugar bem no ataque do Fla. Nunca fui ao RJ, mas sempre jogo na mega e qd ganhar vai ser meu primeiro ato, mas p enquanto sou feliz, agora com a tv a cabo p assistir a todos mas sempre depois dos jogos ouvindo na Net os gols pelas narrações da tupi, globo e nacional. E no fim o q interessa o flamenguismo vivo e crescente q meu filho de 14 anos e minha filha de 9 já sentem e me abraçam qd o mengão faz um gol.

    • Gleu Costa

      Recomendo vc assistir no Youtube ao espetáculo da torcida, antes e depois do novo Maracanã. Vc verá que é diferente.

  • Gleu Costa

    Realmente essa copa do mundo acabou com as estruturas do Maracanã. Hoje não consigo gostar do estilo arena, mesmo gostando do conforto que proporciona. Outra coisa é o GEPE atrapalhando o bom andar do espetacues, limitando e ou tratando a torcida como bandidos. Abaixo novo MARACANÃ e Fora GEPE.

  • Almir Ribeiro

    Para mim é uma boa. O flamengo fica mais tranquilo e pode até quem sabe já poder projetar o seu estádio… maracanã sempre trás a tona a mistica rubro-negra, mesmo que hoje não seja mais o “velho maraca”. Um belo estádio, grande capacidade, ótima localidade…tudo pronto.
    O ideal seria o Flamengo poder gestar o estádio, mas pelo rumo das coisas não acontecerá. E quer saber, tem mal que vem para o bem. Esse maracanã de hoje meu é um mar de podridão, cheio de furoa e o Flamengo ia arcar com essa “mazela”, que uma hora vai vir a tona…agora um clube to tamanho do Fla precisa sim ter um estádio, isso is colocar o Flamengo em um patamar de Potência, pois Gigante já é. Uma hora terá que acontecer, não dá para o flamengo ficar nessa de correr atrás de estádio.

  • Luiz Gustavo

    Muito bom.

  • Mauro Gomes

    Pra mim desistia do Maraca e um estádio caro,deveríamos focar na nossa própria casa