VAR ontem, hoje e sempre!

Olá, companheiros (as) de Coluna do Flamengo. Tudo bem? Imagino que depois da “garfada” de ontem, não! É inacreditável que em pleno 2018 ainda tenhamos que discutir sobre erros de arbitragem. Nem bem começou o Brasileirão e já temos que ficar com a “cabeça inchada” por causa de erros crassos.

Isso é apenas fruto de uma decisão mesquinha e covarde de alguns clubes do futebol brasileiro que decidiram não colocar o VAR (árbitro de vídeo) no principal torneio nacional. Devemos sempre lembrar os clubes que votaram “não”. Corinthians, Santos, América-MG, Cruzeiro, Atlético-MG, Atlético-PR, Paraná, Vasco, Fluminense, Sport, Vitória e Ceará.

Há tempos venho dizendo que o uso da tecnologia precisa ser instalado no futebol brasileiro para trazer mais transparência nos resultados. Por isso é preciso duas considerações sobre a votação.

1 – os clubes não têm dinheiro para pagar o árbitro de vídeo

Demagogia pura. Basta ver que Botafogo, Bahia e Chapecoense votaram a favor do VAR. O Corinthians, por exemplo, votou contra, mas teve R$8 milhões para comprar o Mateus Vital; Cruzeiro se propôs a pagar R$ 10 milhões peo veterano Fred (que ainda não pagou);

A continuação do meu pensamento vem no item dois.

2 – os valores propostos pela CBF foram caros

Obviamente. Há matérias mostrando que o uso do árbitro de vídeo é BEM mais barato que o proposto pela CBF. Isso mostra, mais uma vez, que a Confederação joga contra o futebol brasileiro. Por isso, os clubes deveriam se unir e eles próprios correrem atrás de equipamentos mais viáveis financeiramente. Já passou da hora de entender que apenas a união pode melhorar o esporte bretão, que cada dia caminha pra trás.

Além dos clubes, os torcedores também precisam se unir, para pedir as diretorias um posicionamento mais firme sobre o uso da tecnologia. Não podemos viver achando que está tudo normal, porque não está!!!

O caso do pênalti e da expulsão de Éverton Ribeiro é apenas o primeiro de muitos que virão no torneio, e que influenciarão diretamente o resultado final, seja na busca pelo título, vaga na Libertadores, ou até mesmo rebaixamento.

Deixar os erros acontecerem beneficia alguém. A questão é: quem?

TEJE DITO!!!

1 – sinceramente, não consigo entender as viúvas de Éverton Cardoso. Jogador útil, polivalente, mas que não é craque. O São Paulo resolveu pagar a multa, não tem muito o que o Flamengo fazer. E, por favor, sem demagogias de que a diretoria deveria ter aumentado a multa antes, ou valorizado o profissional. Falar isso agora que a negociação está acontecendo é muito fácil. Lembrando também que quando surgiu o burburinho de que o Mais Querido trocaria o meia-atacante por Felipe Melo, muitos desses que estão criticando apoiaram.

2 – sobre o Barbieri. Não o conheço, mas as mexidas dele ontem foram péssimas. Mesmo que o Ceifador não seja um jogador de recomposição, tirar ele facilitou a vida do Vitória. Tanto que eles deram um “baile” em posse de bola. Sorte que não criaram tantas jogadas. Com o Arão em campo jogamos com menos dois.

3 – sei que “teje dito” está errado. Estou usando apenas uma forma coloquial tão falada pelos brasileiros.

Matheus Brum
Jornalista
Twitter: @MatheusTBrum

Gostou? Comente! Não gostou? Comente mais ainda! Mas, por favor, vamos manter o diálogo sem xingamentos ou palavras de baixo calão. O bom diálogo engrandece o homem e nos faz aprender, diariamente!

  • Johann Schreiber

    Lembrando que VAR só adianta algo quando o árbitro quer utilizar, ou seja, se o cara estiver de má fé, vai garfar o Flamengo do mesmo jeito.

    • Matheus Brum

      Mas aí entramos em um campo subjetivo.

      O pessoal que está dentro da sala ia falar com o árbitro sobre um possível erro. E, havendo o contato, o árbitro não se dispuser a ir ver o replay, ficaria clara a má vontade. As sansões poderiam ser ainda maiores

  • Mayko

    Vou dar minha opinião sincera aqui,o que falta é iniciativa e boa vontade,nao sei que custo e esse que tanto falam quando só precisa e tira esses árbitro de trás gol e colocá-los numa sala com uma tv assistindo o jogo pela transmissão normal do premiere ou outro canal qualquer…ali passa,: replay,tira teima vários angulos diferente…essa palhacada de nao sei quantas câmeras, 5,6 pessoas analisando o lance…por favor né,como que depois é esse dispositivo que há a muito tempo( uma tv com transmissão do jogo) serve pro árbitro como no caso de ontem no vestiário,talvez até pelo celular,ver o lance e tomar ciência da cagada?… Porra ninguem fala isso,? Eu fico de boca aberta como as pessoas aceitam que se coloque uma Parafernalha que certamente servirá para beneficiar alguém com propina pelos direitos de colocar as câmeras para que role propina e corrupção…repito: basta alguém ver o jogo ela tv numa cabine do estádio e se comunicar com o juiz…vtnc…