Renato Abreu declara: “O time de 2005 era limitado, mas não faltava pegada”

Renato Abreu está afastado dos campos desde 2013. O jogador de 39 anos, falou sobre a diferença do Flamengo que ele jogou e do Flamengo de agora. E destacou, principalmente, as “brigas” dentro e fora de campo que por diversas vezes impulsionavam o elenco.

– Tínhamos um grupo que brigava muito entre nós, no vestiário e dentro do campo, a toda hora buscávamos o resultado. O time de hoje é diferente, tem muito mais qualidade para se jogar, mas vem sofrendo críticas também. O futebol brasileiro é bem dessa forma: mais emoção do que razão. Temos que ver no contexto dos anos -, explicou o Urubu Rei.

Renato chegou ao Mais Querido em 2005 quando o Rubro-Negro passava por mais uma crise e lutava contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Mesmo assim conseguiu se destacar principalmente através de sua especialidade, as cobranças de falta. Acabou o ano como artilheiro da equipe. Em 2007, Abreu deixou o Fla para retornar somente em 2010, mais uma vez o time da Gávea lutava contra o rebaixamento no Brasileirão. Em junho de 2013, Renato foi dispensado pelo Flamengo. Sem mágoa, o jogador relembra as conquistas e ressalta a “pegada” da equipe.

– É difícil, né? Cada gestão é uma gestão. Nosso time, naquela época, era mais limitado do que esse e as condições eram totalmente diferentes. A gente sofreu muito em 2005, mas depois ganhamos os céus, ganhamos a Copa do Brasil em 2006, o Carioca em 2007. E era um time que se ajudava muito, sabia das limitações, não era brilhante, mas o que não faltava era pegada -, concluiu Renato.

Fonte: O Globo

  • Fernando Raposo

    É bem verdade que esse time de 2005-2007 tinha muito mais pegada – ou como queiram chamar: raça, vontade etc. Mas essa apologia irrefletida de que o time atual tem que ter mais raça, mais pegada, é bem perigosa por um lado. O que falta nesse time é tática. Os setores da nossa torcida que exigem apenas raça, entrega, vontade e pegada desse elenco atual estão fazendo um desserviço. Daqui a pouco se continuarmos achando que esse é o maior paradigma do que é o espírito rubro-negro, a próxima gestão vai começar a contratar novos Caneladas, Obinas etc; inclusive digo isso sem desmerecer esses mencionados, são ídolos incontestáveis.

    • Mulher do Algures

      falta organização mesmo, mas de alguns jogadores falta a pegada.

      • Fernando Raposo

        Olha, de um ou outro eu concordo que o que mais falta é pegada mesmo. Acho que é o caso, por exemplo, do Everton Ribeiro – e atualmente do Dourado e do Arão.

        Em outros casos “é só” deficiência técnica: Renê, Rodinei, Pará.

        • Ubirahy

          O Éverton Ribeiro é um jogador leve, de toque refinado, de armação de jogadas, de bons chutes a gol, boa finalização e algum combate no campo adversário. Não identifico neste jogador, que foi o melhor em 3 Brasileiros e premiado em 2, condição de virilidade (pegada).
          Pegada, entendo ser o que, no tempo em que esteve em campo, o jogador Renê Júnior, do Corinthians, fazia pisando no pé do adversário, ou a pegada do Tiago Carvalho, do Vasco, que ontem disputou uma bola no alto procurando visivelmente dar uma cabeçada na cabeça do Fábio Santos e, depois, fingir-se de desacordado para dar a falsa impressão de ter sido atingido.
          O que seria a tal “PEGADA”? Por favor não entenda como desafio e sim, como abordagem.
          Talvez seja a intensidade da marcação (que fazem Palmeiras, Corinthians e Botafogo), parecendo quererem engolir o adversário e não deixá-lo dominar a bola.
          Se for isto, é válido, mas tem que ter muito preparo físico para exercê-la, principalmente contra um time de bom toque de bola, pois acho que os “pegadores” vão à exaustão em meia hora de jogo.
          O Barcelona joga com a “pegada”? Acho sinceramente que não. Seus jogadores têm um toque rápido e eficiente, possibilitando desgaste mínimo e capacidade de combate com toda a condição física.
          Continuo com a sua primeira indicação, acima. Falta tática e, possivelmente um pouco mais de objetividade, velocidade e de zagueiros com capacidade física e técnica para dar apoio aos laterais, que não são tão cabeça de bagre como insistem em dizer alguns torcedores.
          SRN!

          • Fernando Raposo

            Concordo que de cada jogador devemos exigir o que lhe cabe, a partir de seu perfil e especificidades técnicas e táticas. Afinal, é disto que se trata o tal “planejamento de futebol” no sentido da montagem de um elenco e de um time.

            “Pegada” bem como outros termos são bastante abstratos e pouco objetivos, portanto contraproducentes pra um debate sério e que resulte em transformações efetivas. Inclusive parte da minha crítica sobre como a torcida vêm se comportando é justamente essa. Apenas exigir esse tipo de coisas do elenco não contribui em nada para que os resultados qualitativos e quantitativos do time melhorem.

            De fato o ER7 não é jogador de pegada. Eu não sei o que o companheiro @mulherdoalgures:disqus quis dizer precisamente, mas falando por mim, eu acho que falta ao ER7 ritmo de jogo, condição física, melhor entrosamento com os seus pares de ataque e mais assertividade com a bola no ataque. E inclusive acho que ele não têm ido tão mal quanto alguns dizem. Acho que volta e meia ele tem lampejos de criatividade que demonstram que não deixou de ser o jogador de toque refinado que motivou sua contratação.

            Quanto à definição de “pegada”… eu prefiro que encontremos outros termos do que insistamos na definição de um que é falho pro debate do futebol. Cada um vai interpretar o termo à sua própria maneira e raramente chegaremos a um consenso.

            Acho sim que falta ao time essa intensidade que dizes, não apenas na marcação como também no ataque. Nossa troca de passes é frequentemente lenta, pouco objetiva e pouco incisiva, por isso tanta dificuldade em “quebrar” as linhas defensivas dos rivais.

            Por outro lado, acho péssimo quem cobra esse tipo de comportamento do time no sentido de “virilidade” e “agressividade”. Raramente essas características trazem benefícios esportivos.

            SRN!

          • Fernando Raposo

            Ubirahy, concordo que de cada jogador devemos exigir o que lhe cabe, a
            partir de seu perfil e especificidades técnicas e táticas. Afinal, é disto que se trata o tal “planejamento de futebol” no sentido da montagem de um elenco e de um time.

            “Pegada” bem como outros termos são bastante abstratos e pouco objetivos, portanto contraproducentes pra um debate sério e que resulte em transformações efetivas. Inclusive parte da minha crítica sobre como a torcida vêm se comportando é justamente essa. Apenas exigir esse tipo de coisas do elenco não contribui em nada para que os resultados qualitativos e
            quantitativos do time melhorem.

            De fato o ER7 não é jogador de pegada. Eu não sei o que o companheiro Mulher do Algures quis dizer precisamente, mas falando por mim, eu acho que falta ao ER7 ritmo de jogo, condição física, melhor entrosamento com os seus pares de ataque e mais assertividade com a bola no ataque. E inclusive acho que ele não têm ido tão mal quanto alguns dizem. Acho que volta e meia ele tem lampejos de criatividade que demonstram que não deixou de ser o jogador de toque refinado que motivou sua contratação.

            Quanto à definição de “pegada”… eu prefiro que encontremos outros termos do que insistamos na definição de um que é falho pro debate do futebol. Cada um vai interpretar o termo à sua própria maneira e raramente chegaremos a um consenso.

            Acho sim que falta ao time essa intensidade que dizes, não apenas na marcação como também no ataque. Nossa troca de passes é frequentemente lenta, pouco objetiva e pouco incisiva, por isso tanta dificuldade em “quebrar” as linhas defensivas dos rivais.

            Por outro lado, acho péssimo quem cobra esse tipo de comportamento do time no sentido de “virilidade” e “agressividade”. Raramente essas características trazem benefícios esportivos.

            SRN!

          • Ubirahy

            Concordância plena. Gostei muito. P
            Pensei que (eu) fosse um visionário sobre o Éverton Ribeiro.
            Também acho que não está tão mal como dizem. Também identifico estes lampejos de criatividade, em quase todos os seus jogos e, de alguns, tem saído assistência a gols.
            Entendi que o ER7 retornou prematuramente da pré-temporada. Tudo indicava que ele seria o último a ser integrado à equipe que disputou o Carioca. Não teve férias no ano passado e veio de um preparo discutível, pois não se pode considerar a estrutura de futebol do oriente médio como adequada. Também acho que, apesar de ter chegado há meses, o ER7 ainda não se adaptou aos companheiros e seu ritmo de jogo está defasado da equipe. Acredito que somente a sequência de jogos vá permitir a recuperação plena de seu futebol. Sendo um fora de série, merece todo processo de “recuperação” técnica.
            Sobre a intensidade, havia esquecido que incluí este termo e acho que é o que pode melhor definir o que a equipe esteja necessitando, em todos os setores, como você indicou.
            Talvez seja uma questão de filosofia de jogo e de preparo físico.
            Lembro que a equipe que iniciou o Carioca, basicamente formada por jogadores do sub-20 e que estavam disputando a “copinha”, apresentava algumas falhas, mas a sua intensidade compensava, com êxito, todos os seus erros. Era uma correria impressionante, para atacar e defender, que resultou num momento bastante satisfatório. Não houve necessidade da virilidade e agressividade.
            Acho que isto poderia mudar completamente a equipe atual, com pequenas mudanças e até, nem seja necessária substituição de técnico.
            SRN!

      • Ubirahy

        Quais jogadores?

    • Victor Ferreira

      Bela análise!
      Tem jogo que esses inúteis correm mais que a bola, e mesmo assim não jogam nada e nem vencem partidas.
      O problema do Flamengo é falta de tática mesmo, marcam o jogador adversário com a bola mas deixam livre quem pode recebe-la no time adversário. O sistema defensivo é muito fraco, todo mundo consegue furar essa linhas mal treinadas e compactadas.

      No sistema ofensivo então nem se fale! Não tem aproximação dos laterais e dos volantes no ultimo terço do campo para fazer triangulações e furar a defesa adversária. Contra-ataque então quase não existe, pois os jogadores são lentos e não se posicionam depois da linha de volantes adversária.

      • Fernando Raposo

        Isso! Concordo contigo.

    • Junior Vinicius

      Mas você não acha que pra os jogadores melhorarem taticamente, eles precisam urgentemente mudar a postura?
      O comportamento desse elenco é bizarro, se acham no direito de questionar coisas que não fazem parte das funções dele, como na semana que o Rueda chegou e eles reclamaram da intensidade do treino físico, o que Arão e compainha entende de preparação física? Coisa nenhuma, e ficou evidente a má vontade.

      • Fernando Raposo

        Cara, acho que eles precisam mudar a postura sim, mas a partir do momento que a torcida fica repetitivamente cobrando vontade, raça etc, os jogadores adotam a postura de ficar na defensiva dizendo que eles correm sim. E como podemos observar em quase todos os jogos, eu acho sim que eles se esforçam. A questão é que se esforçam de maneira equivocada. Acho que devemos cobrar deles, da comissão técnica e da diretoria um trabalho tático intensivo. Coisa que o Rueda, por exemplo, fez bem quando assumiu o time. E esse episódio aí do comentário do Arão sobre a preparação física do Rueda foi lamentável mesmo.

    • Rodrigo

      Acho que o problema do flamengo não é falta de raça ou de correr, entendo que o problema também não seja tática. Pra mim o time está tecnicamente abaixo do que pode render. Jogadores que esperávamos muito não se encontraram ainda. O problema é que toda vez que o time não ganha virou essa mania de dizer que falta raça. Pra mim o time está sem confiança, precisa ganhar uma três partidas de peso seguidas e jogando dedmaneira convincente pra voltar a ter a confiança. Tipo aquele jogo que o flamengo amassa o adversários como Corinthians, Palmeiras, Grêmio Cruzeiro. Partidas que sejam convincente tecnicamente.

      • Fernando Raposo

        Olha, concordo contigo. Mas acho que a falta de tática prejudica muito tecnicamente alguns jogadores com os quais geramos expectativas altas. Acho que é o caso do Diego, que por exemplo tem se redobrado pra fazer funções que não necessariamente são as que ele deveria fazer e isso faz com que ele fique criativa e ofensivamente desfalcado. Também acho que acontece o mesmo com o ER7, que não tem o apoio de um bom lateral pra fazer triângulações pela direita – eu lembro de ver no início do ano algumas vezes ele fazer bem isso com o Rodinei e achei que a partir dali ele iria desencantar e começar a jogar o que sabe de verdade. E sobre confiança, também concordo com você. Acho que isso aí rolou, por exemplo, a partir das quartas de final na Sulamericana ano passado. Aquele empate de 3 x 3 com o Florminense injetou ânimos pro time fazer bons jogos na semi e chegar até a final.

    • Ubirahy

      Excelente, Fernando Raposo.
      Além do que foi colocado em seu texto, gostaria de destacar que não há uma jogada sequer em que possamos identificar falta de luta, dos jogadores do elenco atual. Tomamos um gol (segundo do Vitória) em que o Juan não pula para disputar a bola com o jogador que fez o gol, mas há uma limitação do nosso zagueiro, provavelmente devido à idade. Já não dá mais para Juan, quase no final do jogo, ter condições adequadas para fazer frente à velocidade dos atacantes e também para saltar. A deficiência, como vc bem colocou, está no aspecto tático. Não identificamos jogadas ensaiadas e posicionamento adequado de nossos jogadores. Observe que Diego está buscando jogo em praticamente, todos os setores do campo, num desgaste excessivo. Assim como Diego, Paquetá e Éverton Ribeiro, também se deslocam bastante, ora da direita para esquerda, ora atacando, ora defendendo, mas sem muita objetividade.
      O futebol moderno (considerando desde a copa de 66, quando a Hungria apresentou um esquema tático que parecia com o da Holanda de 74) exige grande movimentação dos jogadores, mas com objetividade.
      Diego não pode ir à defesa, buscar jogo. Esta função é do primeiro ou do segundo volante. Diego, ER e Paquetá deveriam jogar predominantemente e objetivamente atacando (ou dando o primeiro combate) no campo adversário.
      Vemos frequentemente o Paquetá desgastado após os 15 minutos do segundo tempo. Porque isto? É um jovem e esperaríamos melhor condição, para disputar todo o segundo tempo e até uma prorrogação. Penso que isto é um problema de falta de orientação tática.
      Quanto à matéria da Renata Graciano, não vejo qualquer objetivo, a não ser polemizar a questão da entrega dos jogadores. Falta assunto à “jornalista”(?) e tenta compensar com mesmices. Parece que escreve na contra mão dos interesses desta coluna que, aparentemente, estão associados a contribuição com o clube.
      Renato Abreu fez gols vibrantes. Disputava as jogadas com bastante virilidade (não sei se raça é isto) e teve a simpatia da torcida. Entretanto, saiu do Mengão por criar panelinhas e casos, de forma inadequada, com os dirigentes. Não precisamos deste comportamento, no ambiente do elenco atual.
      Acho que precisamos de boas idéias, comentários ponderados e bem embasados e, acima de tudo, o apoio da torcida.
      SRN!

      • Fernando Raposo

        Isso aí, cara. Concordo em gênero, número e grau com o que você disse. Precisamos de análises e comentários lúcidos como o seu. É pra frente que se olha! SRN!

      • Magno de Morais

        Excelentes observações meu querido. Realmente falta tatica, porque não vemos uma jogada combinada de infiltração, não há entrosamento, pra sair umaa jogada pelo menos 3 jogadores precisam pensar nela ao mesmo tempo.

      • Evandro Lima

        Estão correndo errado, Juan e Réver estavam mal posicionados, Juan na de Réver e Réver na de Juan atoa sem fazer nada, só assistindo a bola viajando! Não se pode tomar um gol daqueles, Réver nem tentou subir para atrapalhar a visão do atacante! Rhodolfo é quem mais corta as bolas aéreas da zaga!

        • Ubirahy

          Excelente observação, Evandro.
          estavam em posição invertida, no lance do segundo gol do Vitória e também ficaram parados.
          O Rhodolfo estava em evolução, mas resolveram retornar com o Réver (inclusive no jogo da eliminação do Carioca).
          Insisto em dizer que a equipe ainda necessita de um zagueiro mais rápido, ao estilo do Balbuena, que possa dar suporte aos laterais e que tenha condições plenas de jogar os 90 minutos.
          SRN!

          • Evandro Lima

            Rhodolfo e Léo Duarte fazem uma excelente dupla de Zaga, Rhodolfo sabe fazer uma ótima cobertura e leitura de jogo na defesa. Mas necessitamos de mais um e canhoto, tem um bom na base, acho que é Rafael, já devem o treinar. Não sei se dar tempo, mas precisamos de um zagueiro canhoto, Rhodolfo joga nas 2, mas na ausência dele, só tem Juan!

            Lembra do gol que tomamos no 3 x 1 contra o botafogo? Bola entre Réver e Pará, Kieza ganhou dos 2 e fez o único gol do botafogo. Ele não estava bem, Rhodolfo pergunto;vc quer ser substituido? Réver disse;eu aguento, de repente falhou, tomamos o único gol e Carpa perguntou o que houve, pq dava para cortar a bola, ele se explicou, ou seja, disse que teve um apagão no lance, não viu nada, como se continuou jogando!

    • Thiago pereira dos santos

      Falta organizaçao e raça ao mesmo tempo.e nao adinata ter tatica,se os jogadores nao jogarem com raça e comprometimento pra cumprir as funçoes exigidas pelo treinador,e isso infelizmente esta faltando bastante no time do flamengo,alem de um treinador de verdade.

  • Maurício Torres

    O problema está nesse aparelho (que deveria ser um supositório) que eles colocam nas costas e passam uma informação totalmente errada da corrida e maquiando o desempenho de cada jogador. É só correr na horizontal e pronto o cara suou a camisa e teve uma participação satisfatória para a comissão técnica.

    • RcLima

      Além de que esse aparelho mede o deslocamento, ou seja, está lá 10km, porém foi mais andado que corrido.

      • Maurício Torres

        Com certeza.

      • Evandro Lima

        Por isso MA era líder e titular absoluto, correndo e caminhando errado kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Willian Goulart

    Se tivéssemos no time, metade da dedicação do time de 2005-2006 seriamos campeões da Copa do Brasil em 2017. Os jogadores estão muito “confortáveis” parece que querem viver novamente a fase dos salários atrasados.

  • Antônio Alves da Costa

    Até hoje ninguém sabe do motivo da saída do Renato Abreu, como torcedor acho que ele fez muita falta ao Flamengo, pois sabia jogar, tinha raça e o mais importante fazia gols.

    • Victor Ferreira

      Era um jogador de raça e pouca técnica.
      Fico abismado com o amor excessivo que muitos tem por esse jogador, as vezes maior até que a do Petkovic.

      Renato Abreu era um belo perno de pau. Me lembro de um jogador que brigava com a bola, errava muitos passes e construía pouquíssimas jogadas.
      Para não desmerece-lo por completo, ele sabia fazer uma coisa: bater falta.
      Mas também não fazia nada muito além disso.

    • Douglas

      Bateu de frente com a diretoria. Lembro que um dia o Bap deu uma entrevista dizendo que jogador não devia tirar a camisa quando fizesse gol porque era ruim para os patrocinadores, na outra semana o Renato fez gol e pendurou a camisa na bandeirinha de escanteio.

    • marcondes

      idade.

    • Evandro Lima

      Era dedicado e tinha liderança, falta isso e muito mais no Flamengo, jogador se cuidava e tinha condições de jogar ainda em alto nível, ver Léo Moura aí no Grêmio c quase 40!

  • Junior Vinicius

    Fomos campeões em 2006 e 2013 na força da torcida e na RAÇA do elenco, o manto pesa e exige entrega. Elenco horroroso, técnicos fracos, não é o normal esse tipo de time ser campeão.
    2009 tínhamos um excelente time, pouquíssimas vezes montamos um elenco tão competitivo como o de 2009 com Bruno, Léo Moura, Angelim, Álvaro, Juan, Maldonado, Willians, Petkovic, Kleberson,Sheik, Adriano. Ainda tinha como opções Éverton, Toró, Fierro, Airton… Emfim, excelente elenco.

    • Victor Ferreira

      Realmente tinha peças que eram show!
      Mas tem alguns aí nessa lista que foi forçação de de barra. kkk

      • Junior Vinicius

        Tipo quem ? Toró? Kkkk

        • Victor Ferreira

          Kleberson não jogava nada em 2009 e esse Fierro…Deus me livre! kkk

          Toró é um grande injustiçado. Esse neguinho jogou muito em 2009, e foi importantíssimo para o título.

          • Fernando Raposo

            Fierro sempre que entrava deixava a torcida bem insegura, mas lembro que ele fez boas partidas sim, principalmente quando o Maldonado foi pra seleção e se machucou (se não me engano foi isso que aconteceu).

          • Thiago Neves

            Cara ferro era lateral as vezes entrava na ponta direita, oq é quem haver com o maldonado que era volante?

          • Fernando Raposo

            O Fierro também joga como volante e se não me engano era principalmente nessa posição que ele entrava em 2009. Aliás, nem usávamos pontas naquela formação.

          • Victor Ferreira
          • acmpet@gmail.com

            Ze Roberto esta época estava voando.

          • Victor Ferreira

            Verdade! É um injustiçado, quase nunca lembrado.

          • marcondes

            nunca foi 4-4-2, era 4-3-3

          • Victor Ferreira

            4-4-2
            Flamngo só usava dois atacantes : Adriano e Zé Roberto

          • marcondes

            so um, o adriano, ze abria pelas pontas, flutuava entre os volantes e o pet que centralizava as jogadas.

          • Ubirahy

            Aplausos.
            Nunca vi isto por aqui e é o que precisamos, apresentar evidências para os nossos comentários.
            Estamos vendo muitos comentários baseados em sentimentos e repetições sem embasamento.
            A evidência, sempre que possível, vai ajudar a compreender melhor a informação.
            SRN!

          • Fred Cabral

            Fierro é volante, loco! iaosuehoiausehoaisueh

          • Junior Vinicius

            Kleberson ainda tava bem, piorou muito em 2010 e inacreditavelmente Dunga levou pra copa.
            Toró era dedicado, kkkk lembro de um gol dele nos salvando na luta contra o rebaixamento

          • Victor Ferreira

            O Vaz também salvou nossa vaga para a fase de grupos da Libertadores desse ano, ao marcar contra o Vitória na ultima rodada do Brasileirão do ano passado. kkkkkkkk

      • Evandro Lima

        Olha, quem ganhou título nacional e carioquinha antes da gestão EBM, pode esculachar esse plantel de 2014 até hoje, porque a única bonança foram as finanças e estrutura do clube, elas atrai bons e raçudos jogadores, comandantes, mas eles não vem pela filosofia itrometente em assuntos que nunca entenderão dessa diretoria do Flamengo, eles tiraram a vontade de comandantes e de jogadores da base vem acontecendo direto.Daqui a Pouco chega proposta pro Jean Lucas, Linconl, Ronaldo e o Arão(novo MA) vai ficando.

    • Fernando Raposo

      Pois é! Acho engraçado que as pessoas não lembrem que o time que ganhou nosso título mais relevante no século não era apenas raça e vontade. A raça era sim um fator fundamental daquele time, mas era bem amarrado táticamente, tinha jogadores extremamente técnicos e um banco de reserva que sempre que era solicitado correspondia às necessidades do time.

    • marcondes

      2006 era bastante superior ao vasco, 2013 o elias levou o time nas costas e o flamengo deu sorte que não pegou times fortes como corinthias, gremio e atletico. o resto e balela.

      • Junior Vinicius

        Como assim não pegou time forte? Nas oitavas saímos de cara com o líder do campeonato brasileiro, que seria bi campeão, e que ainda nos enfrentou com o time titular nos dois jogos.
        Pegou depois o Botafogo que vivia excelente fase. Terminou o brasileiro acima de todos esses times que você citou como forte.
        Depois Goiás que ficou acima também de Corinthians e Atlético mg no Brasileirão.
        Na final Atlético PR sendo 3° colocado do Brasileiro, ficando acima também de todos esses times que você chamou de forte.
        Pra mim o grande nome do título de 2013 foi Hernane Brocador, mas Elias também jogou muito na temporada toda.

        • Evandro Lima

          Esse camarada é um ídolo do EBM, Rc e está satisfeito com tudo do atual Flamengo, vai observando os comentários dele q vc vai perceber que não tem muita coisa de nós, torcedores de um Flamengo de verdade! Vini!

          • Junior Vinicius

            Estranho ele diminuir o único título que a gestão EBM conquistou

          • Evandro Lima

            Estou te dizendo, não sei q tipo de Flamenguista é para está conformado. Ele já me chamou de revoltado em alguns comentários por eu ter demostrado insatisfação com certas coisas q comento.

        • marcondes

          vc vem me dizer que atletico/pr e goias e parâmetro pra algo, hernane e um bosta nagua, tudo bem que fez uns golzinhos, ainda bem assim foi vendido, ele e tão desgraça que nem o pagamento o clube fez.

      • Evandro Lima

        Só sei que tinha 1 Elias e não 11 Elias, ele nem queria jogar, pq seu filho estava internado, o elenco o motivou no vestiário, pois ele queria atirar a toalha para vc que não sabe. Ele não esqueceu a torcida e nem o grupo, palavras dele, tbm afirmou que jogou, mas a mente estava fora de campo, preocupado com o filho.

        • marcondes

          claro que ele foi porque o elenco sabia que ele era o diferencial, e ele teria todo direito de não participar da partida e acompanha seu filho no hospital. e graças a Deus deu certo e ele fez o gol da classificação.

          • Evandro Lima

            Fez o certo, pq vc não pode deixar de trabalhar,a mãe estava lá e isso é questão de bom censo, mas ele tinha contrato a cumprir.

          • marcondes

            no art 476 da clt concede essa licença, não sei se serve para jogadores porque não sei se eles seguem a clt.

          • Evandro Lima

            Isso é em caso de risco de morte, mas o garoto estava com pneumonia, não estava morreNDo ou em UTI, PREOCUPÇãO D PAI QUE AMA FILHO É ASSIM, LARGA TUDO MESMO, NEM OLHA clt, JÁ FIZ ISSO COM O MEU Q NASCEU PREMATURO, A GENTE FICA LOUCO, DESORIENTADO MESMO.

          • marcondes

            nascimento ja tem os 5 dias no momento que nasce. bjs ate mais. to cansado de conversar com vc

  • José

    Renato Abreu falou a verdade. Atualmente o Flamengo paga os salários em dia e mesmo assim o time é preguiçoso e conformista com as derrotas.

    • marcondes

      verdade!!! mas na atual gestão se perde pouco, agora na época dele um campeonato perder 15 vezes e demais.

      • Evandro Lima

        Na era EBM DISPUTAMOS QUANTOS CAMPEONATOS E QUANTOS CONQUISTAMOS NO FUTEBOL?

        • José

          Ganhamos o Carioqueta 2 vezes: 2014 e 2017.
          Copa do Brasil 2013
          Copa São Paulo de Futebol Júnior 2 vezes: 2016 e 2018.

          • Evandro Lima

            A base vem bem, mas o profissional vem mal, acredito que o intuito é vender os garotos para embolsar, por isso dar a entender q os garotos não jogarão no principal, Paquetá logo será vendido, observem.

          • José

            A base está revelando bons jogadores. Deviam ser integrados ao elenco principal. Preferem vender a molecada e comprar lixo superfaturado.

          • Evandro Lima

            SIM.SIM, È NOTÒRIO QUE Linconl e Jean Lucas jogam melhor que Dourado e Arão disparados! Por que não os ir utilizando, introduzindo lentamente até eles se Firmarem! Não é estranho?

          • José

            Estranhíssimo. Verdade. Na maioria dos times da Série A seriam titulares. Só os apadrinhados tem chance mesmo falhando inúmeras vezes.

          • Evandro Lima

            Camacho já jogou no curica e é peça importante no CAP de Fernando Diniz!

        • marcondes

          deixa de ser bobo, flamengo perdeu copa do brasil para o santo andre, perdeu a antiga copa sulamericana, antes de mudar de nome, ficou anos so disputando carioquinha e ganhando acho que isso que vc quis falar, entrava pra ganhar o carioquinha e ganhava.

          • Evandro Lima

            E agora, ganhou o que essa diretoria seu puxa saco de EBM, vai lamber os cachos dele mané.

          • marcondes

            kkkkkkkkkkkkk, vc quer que eu fique do seu lado com essa baboseira que tanto diz, o problema que vcs gostam de falar tudo que jornalista, reporter, jogador, comentarista, se o mauro cezar falar que o EBM e uma excelente pessoa, amanha vai ter um monte de gente dizendo a mesma coisa, o EBM tem seus acertos e seus erros, mas so dele ter colocado o flamengo nos trilhos ele merece uma nota 7, mesmo se não ganhar nenhum titulo.

          • Evandro Lima

            Não cara, nem gosto de Mauro Cézar, não vejo futebol por ninguém, eu tenho opinião própria, leio, analiso vídeos, faço observações e não preciso q ninguém aprove minha opinião, as vezes vc enxerga de seu jeito e eu do meu, todos divergem de opiniões e concordam, aqui eu discordo, concordo, apenas gosto da resenha. Porque futebol é o melhor esporte para mim e onde tenho conhecimento. Aqui é um dos melhores sites do Flamengo, onde opinamos excelente, bom, ruim e péssimo.

          • Evandro Lima

            As suas baboseiras tbm é normal o seu ACHISMO.

      • José

        2013 – 16ª colocação – 12V 13E 13D – primeiro time fora do Z-4
        2014 – 10ª colocação – 14V 10E 14D
        2015 – 12ª colocação – 15V 4E 19D
        2016 – 3ª colocação – 20V 11E 7D
        2017 – 6ª colocação – 15V 11E 12D

        • Evandro Lima

          Ele é DeFensor da gestão EBM!

          • José

            A gestão do Derrota de Melo é um fracasso no futebol.

        • Evandro Lima

          Flamengo tem o Elenco mais caro do Brasil!

          • José

            Muito $ torrado em perebas, chinelinhos e descompromissados. Isso não é austeridade financeira.

        • Sobei loscar

          IPPON.

        • marcondes

          parabéns, vc esta melhorando. agora vc faz no período do renato caneludo

  • Evandro Lima

    Esse era raçudo, veio do curica e mostrou jogando com muita raça como é jogar no Flamengo, Se conta no dedo os jogadores de raça no Flamengo atual, exceto os da base. Réver, Arão, Pará, Diego Alves, Guerrero entre outros, esses é os líderes e jogadores mais preguiçosos do time! Réver e Diego Alves são os piores que tem no Elenco.

    Um é demasiadamente preguiçoso o outro sempre toma uns gols safados e tudo isso é sempre nas horas e jogos errados! Ontem e contra River ambos contribuíram para os empates!.

  • marcondes

    que raça, mas terminou o brasileirão em 15°, com 15 derrotas, agora qualquer um quer falar o que virou moda, tudo é, não entende de futebol, esses que falam demais poderia explicar o que entender de futebol, e esse negocio de vontade so vai até a pagina dois.

    • Evandro Lima

      É um ex-jogador e ídolo do clube, sabe muito bem o que está falando.

  • Thiago pereira dos santos

    Se esse time atual do flamengo tivese a raça que tinha aquele time,as coisas poderiam esta bem diferentes pro flamengo agora.R.Abreu era um jogador limitado,e que tinha s sua qualidaes,mas nao podemos critica-lo por falta de raça e amor a camisa,pois iso ele sempre tve enquanto esteve no clube,ao contrario de alguns jogadores desse elenco.