Mauro Cezar: “Ninguém quer o EBM como cabo eleitoral ou tê-lo ao lado. Ele está isolado”

O Flamengo empatou em 0 a 0 com o Independiente Santa Fe, em Bogotá, na Colômbia e a crise vem dando as caras pela Gávea. Na madrugada desta quinta-feira (26), o muro do Ninho do Urubu foi pichado com os dizeres de “Fora Bandeira“, “Aproveitem o GPS e vão pra PQP” e Vagabundos fracassados!” (Clique aqui para mais detalhes). Além do apoio de parte da torcida, o presidente Eduardo Bandeira de Mello perdeu também o amparo político que tinha no Mais Querido. Quem falou sobre o assunto fora o jornalista Mauro Cezar Pereira, da Espn.

No programa Linha de Passe, o comentarista expôs alguns fatos dos bastidores e revelou que o presidente Bandeira de Mello está sem apoio, solitário e que nenhum pré-candidato o quer como cabo eleitoral. Segundo Mauro, o problema vai além do campo, é um problema que deve-se mudar a forma como o clube é gerido, para que possa haver melhoria.

Na reunião de ontem (terça-feira) não chegaram a uma conclusão, outras devem acontecer, e ninguém quer o Eduardo Bandeira de Mello como cabo eleitoral ou tê-lo ao lado. Ele está isolado, mas não larga o osso. Está sendo muito pressionado. Eu imagino que nos próximos dias talvez ele resolva ceder, acho improvável, a queda de braço vai continuar. Então é um problema administrativo, que chegou no futebol e não vai mudar enquanto não se mudar a mentalidade -, disse Mauro.

O jornalista ainda detalhou sobre o momento conturbado que a política rubro-negra se encontra. Segundo o repórter, o ambiente na Gávea é terrível e o grupo que apoiava Bandeira de Mello está buscando se aliar com os opositores da última eleição.

Eu imagino que o telefone do presidente deve estar bombando nas mensagens, porque o ambiente político é terrível. Há várias facções, muitas conversas por acordos e ninguém quer fazer parte do grupo de Eduardo Bandeira de Mello, ninguém. A eleição é no final do ano e o clima é muito intenso, muita movimentação. Ontem (terça-feira) houve uma reunião importante de um grupo político, que o sustentava – que é o grupo SóFla -, para fazer uma aliança com os que eram opositores e eram aqueles que criaram tudo que o Bandeira representou, que foram chamados de os Verdes -, finalizou o jornalista.

Se você quiser assistir o vídeo com as declarações de Mauro Cezar Pereira clique aqui.

68 Comentários
Carregando comentários...