EI: “Passou o bastão: as ‘pendências’ deixadas por Rodrigo Caetano para Noval no Flamengo”

Há uma semana, Carlos Noval aceitou o convite para substituir Rodrigo Caetano no cargo de diretor de futebol do Flamengo. Consequentemente ele teve que assumir algumas “pendências” deixadas pelo ex-dirigente: as renovações de contrato de Guerrero e Ederson, a permanência de Vinicius Junior, que está vendido ao Real Madrid e pode se mudar para a Espanha quando completar 18 anos, em julho, e a despedida de Julio Cesar, essa já resolvida por Noval.

Esporte Interativo listou abaixo as pendências assumidas por Carlos Noval e o atual cenário de cada uma.

Renovação de Guerrero:

Com contrato até agosto e suspenso pela Fifa até maio, os representantes de Guerrero e Flamengo conversam desde o ano passado, mas aguardavam o julgamento do atacante no TAS (Tribunal Arbitral do Esporte), ​que só deve acontecer em maio, para chegar a um acordo.

Como o peruano é o principal nome no setor ofensivo do Flamengo, a renovação dele talvez esteja na lista de prioridades de Carlos Noval. Embora os agentes do atleta não confirmem (e nem o clube), um acordo para a extensão de vínculo até o fim da temporada estava “bem encaminhado” com Rodrigo Caetano.

Ederson fica?

Após enfrentar um câncer no testículo no ano passado, Ederson foi liberado para retornar aos treinos em fevereiro. Antes disso, o Flamengo já havia renovado o contrato dele até o dia 30 de junho deste ano, mas com condições diferentes, segundo Rodrigo Caetano.

A reportagem do Esporte Interativo tentou contato com o empresário do meia, Antonio Caliendo, para saber se as conversas para uma possível renovação já começaram, mas o agente não respondeu nenhuma chamada.

Vinicius Junior fica até o fim da temporada?

O jovem atacante está vendido ao Real Madrid desde maio de 2017. Por contrato, ele pode se mudar para a Espanha quando completar 18 anos, em julho deste ano. Porém, por se tratar peça fundamental no elenco, o Flamengo tenta a permanência de Vinicius Junior até o fim desta temporada​.

A tarefa não é fácil, mas não é impossível. Os agentes de Vinicius Junior não descartam a possibilidade, mas têm noção de que o Flamengo vai precisar se desdobrar para conseguir. Carlos Noval, no papel de diretor de futebol, vai ser peça fundamental nesta negociação.

Primeira pendência resolvida:

Julio Cesar chegou em janeiro com contrato até o fim de abril para se despedir do clube que o lançou para o futebol. Com a eliminação precoce no Campeonato Carioca, o goleiro, portanto, ficou “sem” campeonato para jogar, já que ele veio para atuar apenas no Estadual. Com isso, Carlos Noval, em sua nova função, resolveu a questão, e o ídolo rubro-negro se despede no dia 21, diante do América-MG, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro.

Reprodução: Esporte Interativo

0 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular