Um desabafo do futebol

Até que ponto o amor por um clube é capaz de fazer você passar por cima de seus conceitos, valores, regras e de tudo o que você aprendeu durante toda a sua vida? Será que a paixão e a emoção, despertadas pelo futebol, suprimem a razão de tal forma, que se perde a noção do que é o certo e o errado?

Resolvi utilizar esse espaço hoje para tentar fazer você refletir. Não sei se conseguirei, mas não serei omisso, não vou ficar inerte, não vou ficar calado.

Vivemos em uma sociedade que a cada dia que passa se torna mais doente. A violência passou a ser comum no dia-a-dia do brasileiro, em especial das grandes cidades como o Rio de Janeiro, e o que deveria ser o alento, tem se tornado um perigoso caminho para essa triste realidade: o futebol.

Ultimamente temos visto cenas de racismo, preconceito, violência e intolerância no futebol de forma corriqueira. E o que mais impressiona é a grande quantidade de pessoas que acham isso normal. “Isso é futebol!” dizem eles, mas até que ponto a rivalidade deve ser entendida como normal?

Mais uma vez vimos um torcedor ser morto por uma torcida rival, e a pergunta que faço é: A rivalidade do futebol é tão grande a ponto de se tirar a vida de um torcedor do time rival? A rivalidade justifica o racismo? O preconceito? A violência?

O futebol adoece com a sociedade. Na verdade, ele é um dos maiores retratos desse momento triste pelo qual passamos, onde as ações quase sempre geram reações completamente desproporcionais e o ódio é cultivado e alimentado por diversos canais de comunicação.

Uma comemoração mal interpretada ou mal colocada é motivo de agressões, ameaças de morte e de outros diversos crimes, sim CRIMES! E para justificar tal ato, usa-se a desculpa da rivalidade no futebol. E não falo isso só pelo que aconteceu com Vinicius Júnior, que fez algo que há muito já vivenciamos no futebol com Romário, Viola, Edmundo, Túlio e outros, mas também com o acontecido no Ba-Vi, que teve 8 expulsões por causa de uma comemoração.

Vinicius Júnior é apenas mais um, que já enfrenta o ódio (!?) das torcidas rivais, muito pelo seu sucesso, afinal, com 17 anos já é a segunda maior venda do futebol brasileiro, mas também por questões que fogem ao entendimento de um ser humano com a mente sã.

Atualmente vivemos uma época de extremismos, de polarizações. Se você diverge de mim, você é meu inimigo. Se você não compartilha da mesma opinião que eu, você é meu inimigo. Se você torce para um time diferente do meu, você é meu inimigo. E o futebol, que deveria representar a integração do rico, do pobre, do branco, do negro, hoje sofre com a intolerância e virou alimento voraz para vândalos, marginais e até de pessoas “de bem” que se transformam em nome da paixão.

O resultado? Mortes, agressões, racismo, intolerância, estádios com uma torcida apenas, estádios depredados e as famílias cada vez mais longe dessa paixão.

O futebol é um grande espetáculo, mas não é feito por atores. As torcidas são adversárias, mas não inimigas. O que acontece dentro de campo não é motivo para que você esqueça tudo o que você defendeu ou aprendeu durante a sua vida e passe a ser um criminoso. Sim, criminoso, pois racismo, agressão e intolerância são crimes!

Uma derrota não é a morte e nem pode gerá-la. Lembre-se que após os jogos, os jogadores vão para suas casas, com suas famílias, e muitas das vezes confraternizam entre si. E você?

O futebol é paixão, emoção, mas… não se esqueça da razão, da educação e do respeito. A si e ao próximo. Para o bem do futebol, da sociedade e para o futuro de nossos filhos.

Pensem nisso. As camisas são diferentes, mas quem as enverga é gente de carne e sangue, assim como eu e você!

Deixem o futebol continuar sendo nosso maior patrimônio, meio de alegria, de lindas festas, e tendo o respeito de poder brincar com o vizinho ou amigo que torça para outro time, afinal, isso sim representa o verdadeiro sentido do futebol.

E hoje eu vou contradizer uma coisa que sempre costumo dizer, mas dessa vez por um bom motivo: É sim, apenas futebol!

SRN!

Jerônimo Simeão Júnior

Comente no Twitter usando a #ColunaDoJJ Concorda ou Discorda? Comente, cornete e se gostar Divulgue! Ah! e se quiser saber mais sobre o Mengão segue lá no Twitter @JeronimoSJunior! É Mengão 24 horas por dia!

11 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular