Situação e oposição – Salvem o futebol do Flamengo! Até quando devemos esperar o ano dourado?

“Sempre eu hei de ser” … um sonhador utópico. Claro que eu me preocupo com a situação atual, mas o nosso colunista Anderson Alves (veja aqui) na sua excelente coluna mostrou que não há um planejamento decente para o Flamengo. E para mim, mesmo que esse ano seja terrível, ou perfeito, esse é o maior problema do Flamengo.

Não há um projeto definido para o futebol do Flamengo. Portanto, em ano de eleição, não há como a situação, os Blues – time do EBM, tentar implementar um projeto de longo prazo. Há chance de termos um ano bom ou regular e termos tudo se desmanchado depois das eleições. Pergunta: Queremos mais um ano tapa-buraco esperando o tal ano dourado que é sempre aquele que está por vir?

Situação e oposição deveriam se encontrar para, ao menos, tentar achar um projeto comum para o futebol. Claro, sabemos que há problemas sérios entre os grupos, contudo, está na hora de deixar a vaidade de lado e se unirem para um projeto comum. E digo mais, basta um lado querer que isso aconteça e o resto simplesmente acontece. Explico.
Para que isso ocorra, basta apenas que qualquer um dos lados vá a público manifestar interesse em ajudar. No caso, a situação deveria convidar os antigos membros formadores da chapa para uma discussão sobre o futebol rubro-negro.

Já oposição, deveria no mesmo teor, oferecer ajuda e suporte para que, se no caso de vencer a eleição o projeto fosse pouco modificado. Tão logo uma dessas manifestações fosse a público, a nação rubro-negra exigiria que isso acontecesse. As mídias sociais seriam o instrumento legítimo, para essas manifestações, e, portanto, o Flamengo teria mais chances de não ter um projeto tapa-buraco e o reinício de um projeto de longo prazo.

Vocês imaginam o BAP, por exemplo, indo a público dizendo que quer ajudar no projeto, e o EBM rejeitando a ajuda? Ou o contrário, se o EBM vem a público e chama a oposição para ajudar no projeto do futebol, vocês acham que alguém teria moral de negar a ajuda? Tal atitude diria: quero que o futebol afunde, melhor para nós, ganharemos a eleição. Certamente teria o efeito contrário.

É hora do Eduardo Bandeira de Mello entender os problemas e aceitar suporte. Tanto quanto a oposição tem que pensar que um outro ano ruim não servirá para corroborar teoria nenhuma, será apenas mais um ano perdido.

O que quero dizer é, se tanto a oposição quanto a situação, tiverem como interesse principal o bem do Flamengo, acima das divergências políticas e ambições, ambas deveriam sentar para garantir que o projeto fosse continuar mesmo depois das eleições.

Unam-se nesse projeto, não é preciso unir as chapas, as correntes, mas por favor salvem o futebol do Flamengo.

  • Alex

    Nunca vai acontecer
    Tá acontecendo no Flamengo a mesma coisa que acontece com o Vasco.

    Disputa política por poder afetando o clube.

    O Vasco começou assim em 1998.
    Dinheiro do Bank of America, alta receita, briga política.

    • Vinícius Quintanilha

      Você pode até me xingar, mas é por essas coisas que eu defendo a mudança de estatuto do Flamengo. Que deixe de ser uma estrutura societária sem fins lucrativos (agremiação esportiva) e migre pra um modelo de sociedade anônima (empresa de capital aberto).

      • vilmar moreira

        concordo

  • José

    Pouco provável que aconteça. Quem sofre é o torcedor que espera por dias melhores.

  • Well Lacerda

    Seria ótimo, mas não vai acontecer egos são atrasos em uma possível união! Deveria ser “tudo pelo Flamengo”

  • Murilo Paiva

    Futebol e politica,estão se tornando a mesma coisa

  • Thiago pereira dos santos

    Seria bom mesmo se isso acontecesse(embora prefira o grupo verde),mas eu nao acredito muito que isso va acontecer,por diferenças de egos entre eles.Principalmente por parte do Bandeira que ja se mostrou muiot arrogante e centralizador.mas seria a melhor coisa pra acontecer pro flamengo,pois as duas chapas querem o bem e seguem o mesmo perfil e visao.

  • Márcio Rodrigues

    Acho que o “ideal” seria que todos se unissem mas é utopia pessoal! É natural que as pessoas se aproximem de quem tem mais afinidade, os discursos são diferentes, tudo normal, faz parte do jogo! Acredito que o estágio que o clube atingiu, qualquer das chapas irão manter as conquistas e os avanços na parte gerencial do clube. No futebol, honestamente, não vejo nenhum “mágico” que vá conseguir mudar tudo de uma hora para outra pois os resultados são imprevisíveis e o fator sorte também faz parte! Criticar é muito mais fácil do que fazer acontecer e obter resultados!
    Precisamos ter sempre gente de bem administrando o clube, é isso o que mais importa pois os resultados virão, mais cedo ou mais tarde pois temos estrutura, elenco e capacidade financeira. Só gostaria que a torcida não entrasse na “pilha” da imprensa, dos adversários que estão adorando essa crise pois ela faz o Flamengo ficar mais fraco. Vamos torcer para que tudo passe logo pois o brasileirão tá chegando ainda temos boas chances na libertadores. SRN

    • Edu Lopes

      EBM e o SoFla já traíram os caras da chapa azul original uma vez…

      • Márcio Rodrigues

        Pode ser, não sei os detalhes desses interesses políticos. O que eu sei é que são pessoas que querem bem ao clube e que devem ter suas divergências políticas sim. Só não deveria atrapalhar tanto o ambiente interno do clube! Espero que essa crise termine logo! SRN

  • Fabricio Chicca

    Trouxemos o Diego Alves, o Rueda etc… Escrevi a coluna para, quem sabe, começar uma campanha nas. Mídias sociais… #salvemoflamengo

  • Johann Schreiber

    “Vocês imaginam o BAP, por exemplo, indo a público dizendo que quer ajudar no projeto, e o EBM rejeitando a ajuda? Ou o contrário, se o EBM vem a público e chama a oposição para ajudar no projeto do futebol, vocês acham que alguém teria moral de negar a ajuda? Tal atitude diria: quero que o futebol afunde, melhor para nós, ganharemos a eleição. Certamente teria o efeito contrário.”

    Você tem razão aqui, mas o problema é o seguinte: será que se algo assim acontecesse, o membro da oposição que assumisse o futebol do clube teria autonomia para resolver tudo, sendo que nem o Lomba, que é membro de um grupo político que apóia o Bandeira (sabe-se lá até quando), tem? Por isso, acho que dificilmente a oposição faria uma oferta dessa ao EBM. Do lado do EBM, Eu não acho que ele tem qualquer intenção de largar o osso que é o futebol do clube, sem contar que ele é um cara muito vaidoso, dificilmente vai pedir para que adversários políticos se juntem a ele. SRN.

    • Juan Oliveira

      Mesmo o Bandeira chamando e assumindo seus erros com os antigos azuis, os caras não trabalham mais com ele. Eles já deixaram isso claro. “Não trabalhamos com quem não confiamos”.

  • Johann Schreiber

    E outra, não sei se você sabe, mas os azuis e os verdes vêm se aproximando já há algum tempo, inclusive dando margem à possibilidade de chapa única. Só que há um problema: o EBM não está incluído nisso, aliás, ele está cada vez mais isolado politicamente, ele e o Fred Luz são alguns dos grandes motivos dessa possível aliança, pois muitos membros da chapa azul estão insatisfeitos com eles.

    • Juan Oliveira

      Isso tá claro, quem está na diretoria hoje só tá esperando final do ano para dar o “golpe” e botar Bandeira para escanteio.

    • Thiago pereira dos santos

      Disso eu ja esperava. pois o Banana de melo é o que tem mais ego entre eles,alem de ser o mais arrogante e autoritario entre eles tambem. Ele nao vai querer fazer aliança com ninguem,ainda mais com o grupo em que ele traiu.por isso nao duvido nenhum pouco que o Bandeira seja um dos empecilhos para essa eventual uniao.

  • Juan Oliveira

    Bandeira se unir com os antigos blues? Isso é utopia. Jamais os caras vão aceitar trabalhar com o Bandeira, eles já deixaram claro isso.

  • Juan Oliveira
  • heptafla

    O problema deles é o Ego. Eles tem mais amor pela politica que pelo Flamengo. Eles não estão nem ai para o Flamengo.

  • Bruno Botelho

    O Bandeira já colocou o Lomba de lado.
    Fora bandeira!

    • Rodrigo Fonseca

      É aí que ele acaba de enterrar os poucos argumentos que ainda lhe davam algum crédito. Deu um bico no profissionalismo e transparência para bem longe.
      Agora só não enxerga quem não quiser!
      Só gostaria que esse senhor calvo respondesse uma pergunta: quem é o verdadeiro FALSO RN ?

  • Fabricio Chicca

    Senhores,
    Trata-se de uma coluna de opinião! Se vai acontecer ou não é impossível sabermos. Eu espero que sim, mas acho que não vai. Não é uma questão de vaidade. Se o EBM não vai dar o braço a torcer a oposição deveria vir a público e se oferecer a ajudar, não a gestão atual, o flamengo!!!
    Essa é a única solução para um projeto de longo prazo para o Flamengo!

    • Johann Schreiber

      Como eu disse em outro comentário, a oposição sabe que mesmo voltando, não terá autonomia para resolver o problema do futebol, assim como o Lomba não teve, e foi exatamente pelo fato do Bandeira ter centralizado as decisões que houve a cisão na chapa azul original, uma volta da oposição para o lado do Bandeira só repetiria esse acontecimento. O Bandeira não vai largar o futebol, não quer largar nem com pressão do grupo político que apóia ele, imagina para a oposição.

  • AndPrt

    Só esqueceu que nessa fórmula o ego de ambos é muito grande

  • Mayko

    Isso ai tem um nome,utopia…

  • pedro q. cabral

    Concordo. No fundo, todos nós somos FLAMENGO.

  • Hymerfla

    Sonho meu, sonho meu…

  • Renato EPJ

    O problema é que hoje, mais do que nunca, o Flamengo é um clube “solvente”, onde suas dívidas são menores que sua receita anual. Ou seja, mais do que nunca, é MUITO interessante (e fácil) administrar o Flamengo dos dias de hoje. Desde o 1° mandato dos blues, em 2013, o Flamengo vem reduzindo suas dívidas, e os blues vieram com um projeto de austeridade nas despesas, e de muita criatividade nas contratações. Não se esqueçam que muitas das contratações foram feitas parceladas. Mesmo em 2017 e 2018, não houve tantos recursos para contratações como a torcida acha (e achava) que tinha. Só que, a partir desse ano, com as dívidas mais controladas, e conseguindo boas receitas, principalmente com a vendas de alguns jovens da base, o clube poderá arriscar mais. Estaremos realmente iniciando novas eras, novos tempos. Será a hora de colherem os frutos. Por isso, acho muito difícil uma união de grupos onde o ego e as vaidades imperam. Vocês acham que o grupo que lá está, vai dar de bandeja pro outro a colheita desses frutos???
    Torço para que a lucidez e a harmonia prevaleçam, para o bem do Flamengo, principalmente nesse ano de transição.

    • julio Martins

      Perfeito seu seu comentário.
      O problema é : V A I D A D E ! ! ! !

  • Luciano Nicácio

    Simplesmente perfeita esta lúcida analise do nobre flamenguista VAIDADE FORA = FLAMENGO VENCEDOR. NAO ACEITEMOS PROMESSAS PROFÉTICA DESTES MERCANTES DO NOSSO CLUBE!!

    • Dayvson Alves

      Concerteza mano penso a mesma coisa chega de conquistar títulos nas finanças, agora eu quero títulos no futebol …..

  • julio Martins

    Acaba com reeleição e 5 anos apenas pra cada presidente eleito.
    Às vaidades seriam menores e o presidente prevaricaria menos na sua vontade política em indicar o amigo mais chegado e o interesse do grupo ganhador seria melhor preservado.

  • kingDavid

    Bom argumento. Pois é exatamente isso que venho dizendo, estou desapontado com ambos os lados, por colocar suas ambições políticas à frente dos interesses comuns do clube.

    O Flamengo sempre teve política, como qualquer clube. Mas nunca vi tanto torcedor de dirigente antes, essa gestão atual dividiu completamente a torcida. E ninguém parece ter capacidade de unir os diferentes grupos. Todos perdem, ao assistir mais um ano perdido em meio a essa disputa.