Presidentes de Flamengo e Barcelona de Guayaquil trocam camisas antes de treino no Equador

O Flamengo fechou, na tarde deste terça-feira (13), sua preparação para o confronto contra o Emelec, pela Libertadores, a principal competição Sul-Americana. Antes do treino, que aconteceu no Estádio Monumental Isidro Romero Carbo, em Guayas, o presidente rubro-negro Eduardo Bandeira de Mello e o presidente do Barcelona de Guayaquil, José Francisco Cevallos, trocaram camisas.

Após a atividade no campo do Barcelona, o Flamengo realizou reconhecimento do gramado do George Capwell, palco da partida desta quarta-feira. O confronto diante do Emelec terá bola rolando a partir das 21:45h no horário de Brasília.

Paulo César Carpegiani não escondeu que Everton Ribeiro será titular na partida e também falou que manterá o esquema tático, que vinha dando certo. Com isso, o Mais Querido deve ir a campo com o que há de melhor, com exceção de Réver, que ainda se recupera: Diego Alves, Rodinei, Rhodolfo, Juan e RenêJonasDiego, Everton Ribeiro, Lucas Paquetá e EvertonHenrique Dourado.

  • kingDavid

    Uma licão tirada num dos maiores best sellers em gestão – Winning, escrito pelo icônico CEO – Jack Welch. O autor tem varios capitulos em liderança. Ele conta que como CEO da GE ele percebeu como todo departamento tinha a “cara” de seu lider. Todo funcionário se comporta de acordo com suas lideranças. Departamentos ineficientes foram salvos com a troca do gerente, enquanto outros foram simplesmente fechados…

    Realmente esse time do Flamengo tem a cara do Bandeira. Não faz medo a ninguém, time arame liso! Vivemos uma crise de identidade com essa liderança que nada se parece com o Flamengo raiz, das massas, do “deixou chegar…” Resgatou a credibilidade fora de campo, e está de parabéns por isso. Mas dentro de campo não faz medo a ninguém, a cara do seu presidente.

  • Ibsen Perdigao

    Bandeira gosta de troca troca como dizem os paulistas

  • Helio T

    Engraçado como essa atitude desse perdedor de BOSTA reflete um fenômeno que eu detectei há algum tempo e estava querendo comentar aqui. Venho notando há meses que o nível dos comentários da Coluna e, principalmente, dos torcedores comentaristas, caiu de forma significativa.

    Hoje em dia só tenho encontrado alguns dos antigos comentaristas top daqui no Twitter, terra em que poucos corajosos aventuram-se a enfrentar. Agora, é um tal de “não concordo com fulano, MAS RESSALTO que não tenho todos os dados para julgar” ou “nós, relés torcedores, não podemos falar assim tão mal da equipe e do clube, uma vez que pessoas BEM MAIS COMPETENTES QUE NÓS (sic) estão nas posições chaves e devem saber o que estão fazendo…”, além de outros exemplos bem mais próximos como esse aqui colado ao meu texto, que critica “com educação” e depois dá parabéns por porra nenhuma…

    PqP, sou careca e sempre tive orgulho disso, mas hoje tenho vergonha de ver esse meu “esteticamente” semelhante mostrar ao mundo como ser um líder frouxo, um perdedor nato, um loser, que vem criando uma tradição de beijar os pés dos algozes ANTES de se submeter aos mesmos!!!

    Você não me representa, seu Bananão de merda! Suma do Flamengo e seja esquecido pela nossa história! E não espere de mim nenhuma desculpa ou relevância por nada, pois qualquer pessoa mal alfabetizada sabe que você nunca passou de um usurpador de idéias alheias.