Luxemburgo revela mágoa por não ter sido convidado para inauguração do CT

Em entrevista ao programa “No Ar com André Henning”, do canal Esporte Interativo, Vanderlei Luxemburgo revelou mágoa com a diretoria rubro-negra por não ter sido convidado para a inauguração do novo Ninho do Urubu, em dezembro de 2016. O técnico, que está sem clube desde quando deixou o Sport em 2017 e que já comandou o Mais Querido em quatro ocasiões diferentes, disse ter sido muito critico por treinar no Ninho e deixar a Gávea de lado.

Uma coisa que me deixou muito chateado com essa diretoria foi eu não ter recebido, mesmo que eles tivessem me mandado embora, mesmo que nós tivéssemos divergindo de uma maneira mais radical que não foi o caso, um convite para eu ir à inauguração do CT do Flamengo. Porque eu fui muito criticado por “invadir” o Ninho do Urubu e não treinar mais na Gávea. E hoje é uma realidade o Ninho do Urubu. E eles não me convidaram para eu ir lá. Esquece a rivalidade política. Eu sou rubro-negro e dei uma contribuição importante -, disse.

Segundo o próprio durante a entrevista, não ter sido convidado é uma coisa muito pequena. Vale ressaltar que além das quatro passagens no comando do Mengão, Vanderlei Luxemburgo foi jogador do Flamengo por sete anos consecutivos, de 1971 a 1978. O ex-lateral direito tem 153 jogos e nove gols.

Ninguém tinha coragem de determinar que a partir daquele momento só iria treinar no Ninho do Urubu. E eu tomei muita pancada na Gávea porque eu tirei o time de lá. Não me convidar é uma coisa muito pequena. Para um evento importante do clube que eu amo que é o Flamengo -, finalizou o assunto.

9 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular