Diego Alves brilha, Everton Ribeiro e Geuvânio desencantam e Fla goleia a Portuguesa

Como era de se esperar, o Flamengo iniciou a partida tentando dominar a Portuguesa. A grande novidade da equipe – que já era esperada – foi Vinicius Júnior na equipe titular. Com isso, Everton Ribeiro passou a jogar mais centralizado, ao lado de Diego Ribas, deixando as pontas para Vinicius e Everton.

A primeira chance de gol foi com Ribeiro. A Lusa saiu mal e Everton Cardoso tocou para o camisa 7. Na entrada da área, ele tentou chute colocado, mas a bola passou rente à trave do goleiro adversário, que estava adiantado e não teria a mínima condição de defesa.

Apesar da superioridade rubro-negra, a Portuguesa teve chande de gol ainda mais clara: aos 15 minutos, a equipe arrancou em contra ataque e, após cruzamento na área, a bola desviou no braço de Rodinei. Pênalti claro. Tiago Amaral foi pra bola, mas acabou parado por Diego Alves,que justificou sua fama de pegador de pênalti.

Logo em seguida, o Flamengo castigou de vez o adversário. Everton fez passe de ombro para Henrique Dourado. O centroavante ajeitou bem para Everton Ribeiro, que arrancou pra cima da defesa e chutou cruzado, marcando belo gol para abrir o placar.

Ainda na primeira etapa, Diego Alves voltou a aparecer em outros lances difíceis. Aos 38 minutos, Maicon Assis bateu falta com perfeição, no ângulo, mas o camisa 1 voou para fazer ótima defesa e manter o Flamengo à frente do placar, que seguiu sem alterações no primeiro tempo.

O volante Jonas tomou um pisão no pé esquerdo e acabou sendo substituído por Cuellar na volta para o segundo tempo. Jonas será reavaliado nesta segunda-feira, no CT.

O Flamengo seguiu com a mesma postura na etapa complementar, investindo em ataques pela ponta direita, onde Viinicius Júnior estava. Em um dos lances do garoto, ele cruzou para Everton Cardoso. O camisa 22 cabeceou a a bola parou na mão do adversário. Pênalti para o Mengão, que Henrique Dourado se apresentou para a cobrança e guardou seu terceiro gol no Carioca.

Pouco depois de marcar o gol, Henrique foi substituído por Lincoln, mudança muito pedida pela torcida. O jovem entrou bastante participativo e teve duas oportunidades de gol. Na primeira, ele arrancou após receber bola enfiada de Vinicius Júnior, mas acabou travado na hora da finalização. Pouco depois, ele recebeu bola aérea e cabeceou para fora.

Geuvânio, que havia entrado no lugar de Everton Cardoso, aproveitou a sua primeira chance na partida para marcar um belo gol. O camisa 23 recebeu na ponta direita, se livrou da marcação e arrematou forte para o gol, tornando a vitória em goleada. Pouco depois, ele voltou a fazer lance similar e em lance de extrema felicidade, guardou o quarto do Mengão.

Com a vitória, o Flamengo chegou a 12 pontos, mas se manteve na segunda posição. O Vasco, que é líder, bateu o Botafogo nos minutos finais e ficou com 13 pontos. Agora, o Mengão terá o Fluminense como adversário na semifinal da Taça Rio.

  • felipe alves

    que venha os flores!!!

  • otuswashington

    Diego Alves mais uma vez calando a boca dos imediatistas que alguns chamam de torcedores…

  • lucasrf8

    Sinceramente, hoje não tenho o que reclamar.
    Todo mundo jogou bem. O Dourado foi vaiado, mas mesmo assim fez seu gol de pênalti e deu uma assistência para o gol do Éverton Ribeiro.
    A torcida deveria abraçar o time ao invés de ficar cornetando o jogo todo. Pediram tanto o Lincoln por birra do Dourado, que o garoto errou uns 3 gols.
    O time está cada vez mais encorpado e se antes tínhamos o Jonas e o Vinicius Jr como opções, hoje ganhamos o Geuvânio. O Flamengo só ganha com isso!
    Carpegiani vem fazendo um trabalho melhor do que eu imaginava.

  • Diego Ribas

    Diego Alves teve uma atuação de Julio César. SRN

  • Fernandel Walker

    Time jogou bem, fez 4 gols e poderia ter feito mais. Diego Alves foi perfeito, Diego Ribas mais objetivo, Éverton Ribeiro se movimentou bem e deu opções, e numa dessas fez o gol. VJr. infernizando a defesa com sempre, e Geuvânio desencantou. O time jogou como deve jogar, propondo o jogo, dominando, sufocando. É assim que esse time deve jogar sempre. Aquela vitória contra o Emelec fez muito bem aos jogadores. Parece que descobriram o óbvio, o básico, o fundamental. Que venha o Flu! SRN

  • Thiago pereira dos santos

    O time jogou bem,mas ainda nao me convence muito;precisam melhorar mais ainda pra me convencer e tambem se quiserem ganhar titulos. ainda mais contra esse time lixo da portuguesa que nao é Parametro pra nada.alem de precisarmos contratar laterais decentes,pois todos que temos sao horriveis. mas eu gostei da partida.

  • Fernando May

    Jogo interessante, serviu para recuperar jogadores importantes!!!

  • acmpet@gmail.com

    A crítica ela tem que ser feita de acordo com àquilo quê vemos, o Diego A. não vinha fazendo nada que condizia com o nome que tem, isso é fato!! Não questão de sermos imediatistas!! Hoje sim, pela primeira vez um jogo digno de ser chamado de um grande goleiro, esperamos este mesmo Diego na libertadores!!

    • Evandro Lima

      Exatamente, qdo vai bem elogiamos, qdo vai mal, a crítica é normal e Diego hoje agarrou melhor do que todos os jogos que jogou no Flamengo!
      Geovânio fez o que se espera, gols, tem que estar pronto para ser titular, a qualquer momento o cara entra, pq só joga 11!

      • acmpet@gmail.com

        Perfeito Evandro, realmente o Geovanio jogou àquilo quê jogava no Santos e que esperamos dele, se estes caras se reencontrarem, estamos feito!!

  • Mulher do Algures

    falei que ele não era ruim, não sei por que começaram a demonizar ele

  • tato

    Esse jogo serviu para colocar um duvida no Carpegiani: Everton Ribeiro joga bem ao lado de Diego, mas quando é Paquetá ao lado de Diego, dai Everton Ribeiro não rende bem no time..

    E agora, quem Carpegiani vai sacar do time? Putz..

    Já tinha dito aqui que era melhor Everton Ribeiro no meio ao lado de Paquetá, exatamente por isso, assim Diego poderia entrar no 2o tempo e o Flamengo ainda ganharia qualidade no toque de bola.

    Agora parece que a única solução será deixar Paquetá no banco, justamente a pior opção, já que o menino está em melhor fase que Diego, e Everton Ribeiro consegue fazer bem a função no meio campo, com melhor capacidade de finalização.

    Mas no final é bom ver que todos jogadores estão melhorando seu futebol e deixando aquela duvida boa sobre a escalação ideal.

    SRN

    • Anderson Silva Santos

      Concordo com vc. Eu particularmente queria ver a meia central com Everton Ribeiro e Paquetá. Mas acho difícil o Diego ser colocado no banco.

  • Evandro Lima

    Intimidação a torcedores e negócios nebulosos no Flamengo

    Enquanto a diretoria do Flamengo se vende como correta no trato com as finanças do clube, no departamento de futebol não há como esconder a incompetência diante de resultados seguidamente ruins e procedimentos nebulosos de gestão.

    Aliás, muitos deles impactadores do resultado financeiro, o que, por si, coloca em cheque a avaliação positiva da administração.

    Para esconder os problemas, o complicado “executivo de futebol” rubro-negro, Rodrigo Caetano, que antes de chegar à Gávea foi acusado de facilitar a vida de agentes de jogadores em todas os seus empregos anteriores, principalmente no Vasco da Gama, em notória parceria com Carlos Leite (aquele que está sendo investigado no MP-SP por ajudar a comprar votos nas eleições do Corinthians) tem se utilizado da Justiça para intimidar jornalistas e torcedores.

    O objetivo é impedir a propagação de notícias, mesmo as verdadeiras, desfavoráveis à gestão.

    Para tal, o clube utiliza-se do funcionário (Caetano) para ocultar os demais diretores.

    Um dos exemplos é o processo aberto por Rodrigo Caetano contra dois torcedores do clube que “ousaram” protestar contra a má-gestão em junho de 2017.

    Entre diversas faixas, a dos manifestantes tinha os dizeres “Rodrigo 171”, evidentemente no contexto de “enganador”, por conta de promessas não cumpridas como dirigente, não de “estelionatário”, conforme retratado pelo dirigente em ação judicial, em aparente tentativa de induzir magistrados ao erro.

    O referido protesto se deu logo após a eliminação do Flamengo na Copa Libertadores, diante do San Lorenzo, ocasião em que o presidente rubro-negro, Eduardo Bandeira de Mello, com a “modernidade” de quem beijou as mãos de Marco Polo Del Nero enquanto o cartola estava por cima da carne seca, disse que apenas “falsos rubro-negros’ criticavam a equipe.

    Mais “democrático”, impossível.

    Entre as “obras” da gestão flamenguista no período estão:

    contratação de Mancuello (R$ 12 milhões);
    contratação de Berrio (R$ 16 milhões);
    R$ 800 mil mensais de salários para Geuvânio;
    R$ 450 mil mensais de salários para Rômulo;
    contratação de Ederson (sem condições físicas)
    Aliás, por falar em Ederson, o jogador é oriundo, coincidentemente, de um clube “barriga de aluguel” no Rio Grande do Sul, o Pedra Branca, antigo RS Futebol Clube, no qual Rodrigo Caetano foi funcionário de Paulo Cesar Carpegiani, atual treinador do Flamengo.

    Por fim, no âmbito da intimidação, o vice de TI do Flamengo decidiu representar criminalmente contra um sócio do clube, de 60 anos, por supostas ameaças feitas em grupo de whatsapp, na verdade puro desabafo, ao seu comportamento como dirigente.

    • Glauco

      Politicagem?

      • Evandro Lima

        Que prejudica o Flamengo, somente isso, enquanto a torcida se ilude achando que seremos campeão de algo importante! Enquanto RC e esse Carlos Leite estiver impreguinados no Flamengo, será só ilusão, olha para o salário de Rômulo R$ 450,00 em vão!

        Sempre percebi que esse empresário lasca o Flamengo;

        Carlos Leite explica ajuda financeira ao Vasco: “Socorri em momento delicado”
        Empresário, que representa 12 jogadores do atual elenco, emprestou dinheiro ao clube para o pagamento de salários atrasados. Ele lembra que poderia ter tirado Paulinho de São Januário

        a última terça-feira, o presidente Alexandre Campello confirmou durante o “Seleção SporTV” que o empresário Carlos Leite emprestou dinheiro ao Vasco para quitar parte dos débitos com o elenco. Nesta quinta, Leite utilizou sua pagina em uma rede social para afirmar que não existe um conflito de interesses em sua relação com o clube.

        O empresário diz que que “não há vantagem pessoal dos dirigentes e os atos são praticados de benefício do clube”, o que não configuaria uma transgressão ao Código de Ética de Fifa. Carlos Leite disse que socorreu o Vasco para que o clube não corresse risco de perder altetas na justiça por causa dos atrasos de pagamento.

        – Os empréstimos que fiz ao Vasco foram para pagamento de folhas salarias, de forma pública e notória, uma vez que o clube corria risco de perder jogadores através de ações na justiça. Ao invés de deixar completar quatro meses e fazer como outros agentes, ingressando na justiça para liberar os atletas que trabalham com a minha empresa, socorri mais uma vez o clube em um momento delicado – disse.

        Maior joia do Vasco atualmente e atleta com maior potencial de mercado, o atacante Paulinho, de apenas 17 anos, é um dos representados por Carlos Leite.

        – Poderia retirar o Paulinho do Vasco. Mas renovei o seu contrato, aumentando a multa rescisória.

        Ao SporTV, Alexandre Campello disse que pretende acertar o pagamento ao empresário assim que receber os valores da venda de Coutinho do Liverpool ao Barcelona (percentual de clube formador) e do novo patrocinador master.

        – O Carlos (Leite) tem hoje 12 jogadores no Vasco. Como não se relacionar com esse empresário? Meu trato é financeiro. É uma relação comercial. A ideia é pegá-lo até março. Ele nos ajudou na questão dos salários. Além de empresário, é um vascaíno. Em alguns momentos, a participação dele foi fundamental. Era uma necessidade emergencial. Foi feito um aporte, e esse dinheiro será devolvido com o dinheiro da venda do Coutinho ou do patrocinador – disse Campello.

        Campello fala sobre envolvimento do Vasco com o empresário Carlos Leite: “Relação Antiga”

      • Evandro Lima

        GLAUCO, RC e CARLOS LEITE SÃO VASCAÍNOS TRABALHANDO NO SETOR MAIS IMPORTANTE DO RIVAL DO VASCO #FLAMENGO! PARA ONDE IREMOS COM ESSES CARAS DIRETAMENTE DECIDINDO QUEM CHEGA E QUEM SAI!

        Olha a afirmação de Capello;
        Além de empresário, é um vascaíno.

  • Kríscia Danielle Lucas Barrien

    Antes da partida, os comentários giravam em torno de que a Portuguesa não havia perdido para nenhum grande no Carioca. Claro!!! Ainda não havia enfrentado nenhum, né!