Cuca no Flamengo, Juninho Pernambucano acusa torcida de xenofobia e atrito nos bastidores: veja o que bombou nesta sexta

Na última quinta-feira (29), o Flamengo promoveu grandes alterações na pasta do futebol. Agora o clube corre para encontrar profissionais para as vagas que ficaram em aberto, dentre elas, a de técnico. Um dos principais nomes procurados pelo time é o de Cuca.

Segundo o jornalista Fabio Azevedo, da Fox Sports, o Mais Querido consultou os valores e está em negociação com o treinador que foi campeão brasileiro de 2016. “A diretoria do Flamengo negocia com Cuca para ser técnico do time. Fez consulta de valores”, escreveu o jornalista em seu Twitter.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA CLICANDO AQUI


Na última partida do Flamengo, válida pela semifinal do Carioca, o Rubro-Negro foi a campo com mudanças promovidas pelo, agora ex-técnico, Paulo César Carpegiani. Dentre elas, uma foi a saída do lateral esquerdo Renê da equipe titular, para entrada de Everton Cardoso na posição.

O fato causou indignação no comentarista Juninho Pernambucano. De acordo com Juninho, que opinou sobre o assunto durante o programa Seleção SporTV, o atleta sofre preconceito no Fla, por conta de características físicas e pelo fato de ter nascido Nordeste.

— Na minha opinião, falta comando (no Flamengo). A torcida que escalou o Vinicius Júnior, a torcida que tirou o Renê. Você vai pro jogo que é uma semifinal, que você tem a vantagem do empate, a torcida tira o Everton, que joga lá na ponta esquerda e decide, para improvisá-lo, porque o Vinicius Júnior tem que jogar, e o Renê é ruim. Como que o Renê é ruim e chegou no Flamengo? O Renê é feio, é nordestino e não é amigo de ninguém. Isso é a realidade, o Brasil é preconceituoso e a torcida da massa é preconceituosa.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA CLICANDO AQUI


O que poderia ser apenas ‘mais uma derrota’ para o Flamengo, se tornou o início de uma grande movimentação nos bastidores da Gávea. Na última quinta-feira (29), o vice-presidente de futebol, Ricardo Lomba, encabeçou a demissão de pessoas com cargos importantes no clube, como Rodrigo Caetano, Mozer e Paulo César Carpegiani.

Contudo, de acordo com informação do jornal O Globo, o processo realizado pelo vice foi travado pelo presidente Eduardo Bandeira de Mello. Ao lado de Fred Luz, CEO do clube, Bandeira decidiu afastar o VP do processo, assumindo o comando das modificações que estão sendo feitas. A atitude, no entanto, não foi bem recebida por Ricardo.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA CLICANDO AQUI

4 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular