Um dia triste na história do Flamengo

Caros Rubro Negros,

Hoje é a estreia do Fla na Libertadores 2018, torneio que é sonho de consumo de 10 entre 10 Rubro Negros. Deveria ser dia de grande alegria. Seria dia para uma grande festa, com público enorme e vibrante no estádio, empurrando o time para mais uma vitória. Deveria, seria, “iria”. Em uma total contradição em relação a tais expectativas o Fla, cumprindo punição por conta dos eventos ocorridos na final da Sul-Americana, iniciará seu caminho na competição mais importante do ano de 2018 com o estádio absolutamente vazio. Um tema do qual não devemos nos esquivar. Algo absolutamente lamentável e muito triste na história do Mais Querido.

Esqueçam as derrotas que alguns chamam de vexatórias. Por mais frustrantes que algumas delas tenham sido e por mais que em alguns momentos nós sejamos muito confiantes de nossa posição na “cadeia alimentar” do futebol brasileiro, derrotas fazem parte do esporte.

Esqueçam episódios nos quais a credibilidade do Clube de Regatas do Flamengo foi jogada as traças. Coisas como atrasos de salários, citações jocosas e depreciativas a respeito da instituição, piadinhas de torcedores rivais a respeito disso. Além de serem coisas de um passado cada vez mais distante, todos sabemos que são furtos de décadas de dirigentes que não estavam a altura do clube que dirigiam.

Esqueçam tudo isso.

Hoje é um dos dias mais tristes da história do Flamengo até momento. É digno de profundo pesar um jogo que  deveria ser uma festa do esporte, com mais de 70 mil Rubro Negros “lotando o new Maracanã” se tornar um teatro sem plateia. Um show sem público. Uma festa sem música. Sem alegria. Parafraseando uma música: “Avião sem asa, fogueira sem brasa”. Um contrassenso a própria essência do esporte. E como nada é tão ruim que não possa piorar, vale lembrar que o nosso segundo jogo como mandante pela Libertadores também está no pacote da punição de jogar com portões fechados…

Este é um dia para lamentarmos. Um prejuízo financeiro enorme. Um prejuízo esportivo incomensurável. Uma perda para o Flamengo. E também um revés para o esporte, para a sociedade e para as pessoas bem, novamente privadas de seus direitos por conta da ação de vândalos, bandidos e baderneiros escondidos sobre o mando de “A TORCIDA DO…” e por isso nunca são de fato punidos. Sim, independente do resultado do jogo, este já é um dia triste na história do Flamengo. Que ao menos em campo o Fla possa sair vencedor da importantíssima partida de hoje. Por que fora dele fomos novamente derrotados.

Opine, elogie, critique…Participe!! E se você ainda não é Sócio-Torcedor… Faça o seu imediatamente!!! O seu maior benefício é ver um Flamengo cada vez mais forte!!

Seção Gato Mestre: Flamengo 2×0 River. Hoje de fato começa a temporada 2018 para o Flamengo. Chega de jogos modorrentos e sem valor algum. Chega de time misto por torneios que já deveriam ser coisa de museu. Dito isso, certamente será um jogo complicado, um jogo de Libertadores. Que a fase do adversário no campeonato nacional deles não nos engane. É o primeiro grande desafio para o Flamengo do Carpegiani com seu “4-1-4-1”. A parte física do time será fundamental para um time que joga com intensa movimentação com seus homens de frente. Olho na lateral esquerda, fruto de muito preocupação atualmente. E atenção do inicio ao fim.

Luiz Henrique Amorim

70 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular