“O Maracanã deixou de ser um estádio de futebol”, diz Eduardo Bandeira

Na tarde desta terça-feira (06), o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, concedeu entrevista à emissora Sportv. Inevitavelmente, o tema Maracanã foi citado no bate-papo, por conta da recente dificuldade encontrada para definição do local da partida entre Flamengo e Botafogo, pela semifinal da Taça Guanabara.

– Fazer um jogo no carnaval, no Rio de Janeiro, com tantos turistas aqui, seria uma oportunidade muito boa. O ideal seria fazer no Maracanã, mas infelizmente, o Maracanã deixou de ser um estádio de futebol. Hoje, está entregue a outras atividades. Lá tem show do Wesley Safadão, banda de rock, papai noel no fim do ano, e futebol que é bom a gente não vê lá.

Apesar do pessimismo demonstrado na primeira fala, Bandeira demonstrou certa esperança para que, em um futuro breve, o Flamengo possa voltar a utilizar o símbolo do futebol nacional como palco de partidas de futebol.

Acho que o ideal seria que a gente poderia programar para que, nos anos seguintes, quem sabe, já sob uma nova administração, para que o Maracanã pudesse ser um atrativo para o período de carnaval, também para quem gosta de futebol –, concluiu o mandatário.

Comentarios

comentário

Mais notícias...



Ver mais notícias