Libertadores: devemos saber jogá-la!

Salve, Salve, Nação Mais Linda do Mundo!!!

Após um período de férias, retorno por aqui, com gás total e energias renovadas, para escrever minha coluna pontualmente às segundas e quintas-
feiras. Como eu adoro esse espaço democrático!!!

Hoje abordarei um assunto de suma importância para o tão sonhado crescimento esportivo de nosso amado Mengão: a Taça Libertadores da
América. A competição mais difícil do mundo todo, podem ter essa certeza. É uma guerra, nos sentidos literal e metafórico da palavra.

Embora tenhamos sido extremamente competentes num passado remoto (idos dos anos 80) na competição mais importante do continente americano, ressalto que a taça tem sido o “calcanhar de Aquiles” do Mais Querido após termos entrado na década de 90, e olhem que lá se vão quase 30 anos!

Uma coisa é certa: o Flamengo está 100% no caminho certo, isso é fato inconteste. Reestruturação financeira com austeridade, entrega de um CT de
excelência que será legado aos Garotos do Ninho, construção do melhor e mais moderno CT do Brasil para a equipe profissional, salários em dia, tecnologia de ponta na fisiologia, etc, etc, etc.

Poderia ficar citando mais e mais pontos positivos na evolução técnica, patrimonial e financeira do C.R. do Flamengo, mas vou parar por aqui porque
o que realmente importa, o futebol, anda caminhando a passos lentos.

É uma coisa muito óbvia que as conquistas virão, isso é líquido e certo! Mas quando?! Isso é pelo quê toda a Nação mais anseia: TÍTULOS!!! E eles estão faltando. A não ser que achemos de maior relevância os campeonatos cariocas (eu não – os disputaria com os Garotos do Ninho) mas isso é assunto para outra coluna.

Batemos na trave algumas vezes, como no vice da Copa do Brasil o ano passado e com o terceiro lugar no Brasileirão 2016, mas o que realmente
importa para darmos uma guinada esportiva definitiva e consolidarmos nosso nome entre os maiores da América e do mundo passa por bom desempenho em competições internacionais, mais especificamente pela Taça Libertadores.

Devo afirmar que bom desempenho, principalmente na Liberta passa por entendê-la em sua essência. E sabem como teremos esse entendimento mais apurado? Jogando-a frequentemente! Sim, se marcarmos presença na disputa, ano após anos, estaremos cada vez mais perto de conquistá-la uma, duas, várias vezes.

Isso é um ciclo vicioso. Bons resultados motivam, títulos levantam a moral! Isso alicerçado por uma excelente administração financeira e, precipuamente esportiva, temos tudo para sedimentarmos nosso poderio esportivo no cenário internacional. Para que isso aconteça temos que ENTENDER DE FUTEBOL!!! Isso é ponto pacífico!

Ultimamente nosso departamento de futebol tem escorregado em diversas áreas, principalmente na escolha dos jogadores integrantes do elenco. Nos
últimos dois anos, já com as finanças mais acertadas, temos pecado por deixar no elenco jogadores medianos, contestados, que têm contribuído para
diminuir o nível técnico da equipe.

Isso foi corrigido já no início de 2018, mas devemos destacar que esse fato ocorreu devido a uma campanha avassaladora da torcida contra alguns
jogadores perseguidos. Embora os “indesejáveis” tenham sido negociados quase em sua totalidade, isso deveria partir de análise do departamento de
futebol e não da exigência de torcedores apaixonados.

Os profissionais que lá estão, muito bem remunerados para tal, deveriam enxergar muito melhor e ter um feeling muito mais apurado quanto à
qualidade de jogadores ruins, que inclusive foram testados exaustivamente. Para o futuro, deveríamos ter padrão mínimo de qualidade, tipo um “Selo Flamengo de Qualidade” – um ISO 1981!!! É simples: tem jogador que não cabe no Flamengo. TODO rubro-negro tem essa consciência!

Se fizermos dessa forma, nossa esportividade saltará aos olhos e teremos sempre elencos enxutos e qualificados, o que é fundamental para qualquer
conquista de título. A máxima: “Não tenha PEREBAS no elenco; pois quando precisar deles, continuarão a ser PEREBAS!” tão apregoada, exaustivamente, por mim, ao longo de colunas pregressas é implacavelmente certeira! A equação é simples: onze titulares incontestáveis, mais onze reservas de ótimo nível e jogadores da BASE para compor o elenco!

Mas vamos falar de Libertadores! Aguardemos o desenrolar dos jogos. Devido ao planejamento bem feito ou não (jogamos num esquema nunca antes
testado – não entrarei nesse mérito), tomamos um passeio dos flores no sábado passado. Isso não deve (e nem pode) acontecer na competição sul-
americana.

Entraremos em campo sem presença de público nas duas primeiras partidas em casa, graças aos marginais travestidos de torcedores que deveriam ser
banidos dos estádios (isso é tema para outra coluna). Agora é fazer-se impor dentro de campo sem o apoio da magnética, o que muito mais difícil! Mas quem disse que a vida do Flamengo é fácil? Nunca foi.

Raça, amor e paixão! Coração na ponta da chuteira e o mais importante de tudo: INTELIGÊNCIA, nervos no lugar e cabeça fria!!! Isso é determinante para avançarmos bem na competição que se inicia na próxima quarta-feira e é o que separa os times realmente grandes dos medianos no cenário sul-americano.

Vamos pra cima dos caras! Isso é fundamental! Jogando do jeito que temos jogado nesse início de temporada: pra frente, agredindo o adversário quando este tem a posse de bola, transição rápida e precisa, sendo insinuantes e persistentes no ataque e totalmente abnegados na marcação. Essas qualidades não nos garantirá as vitórias, mas nos colocará no caminho certo para que elas sejam mais frequentes e alcançarmos as conquistas.

Merecimento é a palavra-chave! Se observarmos essas qualidades citadas acima e mais algumas, devemos conseguir nossa classificação para as próximas fases da competição mais importante de todas para o Mengão. Vamos esperar chegar a hora. Foco, força, fé e trabalho!!! É chegada a hora! Vai pra cima deles Mengo!!!

O Flamengo Simplesmente é!

Saudações Rubro-Negras a todos!

Fabio Monken

Twitter: follow @fabio_monken

Sugestões? Críticas? Elogios?

Deixe seu comentário e faça-o com educação e respeito.

O Debate SEMPRE é salutar, mas a ignorância e a falta de educação são os
combustíveis dos fracassados!

Siga-me no Twitter! O microblog é perfeito para a troca de ideias.

3 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular