Destaques do Desportivo Brasil são integrados à base do Fla e compõem equipe sub-17

Nos últimos meses, com a ascensão do Garotos do Ninho, o investimento do Flamengo na base tem ficado cada vez mais evidente. Em janeiro, o clube contratou dois destaques do Desportivo Brasil: Rodrigo Muniz, atacante, e Bruno Gabriel, meio campista.

De acordo com informação divulgada pelo portal iFlamengoNews, as duas promessas foram integradas e já treinam com o restante do elenco de juniores do Fla. Inicialmente, a dupla chega para competir pelo sub-17, mas a hipótese de realizarem partidas pelo sub-20 não é descartada.

Além desta novidade na categoria de base, na última segunda (05), o meia Reiner, destaque na categoria sub-15, assinou seu primeiro contrato profissional com o clube. O camisa 10 da última Copa Brasil acertou vínculo com cinco anos de duração.

  • gabriel silva

    DESBLOQUEAMOS OS CANAIS PREMIERE TELECINE HBO COMBATE E CANAIS ADULTOS E BBB PARA ASSINANTES DE TV POR ASSINATURA DE QUALQUER LUGAR DO BRASIL E TAMBÉM REDUZIMOS O VALOR DA FATURA.
    WHATSAPP 11958694345

    • Gustavo Leite

      E pode fazer isso?

      • Andrei

        Kkkkkk boa. Esse tipo aí tem coragem de reclamar dos políticos….aposto que ele foi em alguma passeata vestido de verde amarelo pedindo honestidade…kkkk

  • Se o Flamengo adquiriu 100 por cento dos direitos, ótimo, só não é legal se daqui a pouco um garoto desse estoura e na hora de vender o Flamengo fica com 50 por cento.

    • Carlos Bronberg Rodrigues

      _ Nenhum jogador de divisões de base é contratado com 100% do passe, nas negociações entram a porcentagem dos empresários e dos jogadores. Não existe trouxa nesse meio, todos querem garantir suas partes em negociações futuras!

      • Weberty R.

        Empresários e empresas privadas não podem mais ter porcentagem de atletas no Brasil, porém os clubes formadores têm acordos de parceria com clubes compradores desde que eles possam manter certa porcentagem do atleta.

      • Então não é bom negócio.

  • Jociomar Baltar

    Sabem esses “torcedores” que dizem que mostrar cifras não importa, o que importa é título?? São uns pouco inteligentes!! Se o Flamengo não contasse com a sabedoria do Bandeira pra pagar dívidas, sanear as contas, etc… Hoje o clube não teria como contratar meninos bons de bola para futurarmente obter lucros à sustentar o clube. Não teríamos como contratar bons jogadores é dizer não na investida a Paquetá. Da lhe Mengão