Coluna do Torcedor: “A estreia na Libertadores…”

Depois do titulo da Taça Guanabara, o Flamengo tem pela frente a estreia da Taça Libertadores no dia 28/02. Competição onde o time tem passado por alguns vexames recentemente. Será que estamos preparados?

Sobre as atuações do time até o momento:

Tem me agradado muito esse começo de ano e o novo esquema de jogo utilizado pelo técnico Carpegiani, ainda assim, tivemos testes contra times pequenos e apenas 2 clássicos. Acho que a equipe está bem, mas, ainda não chegou ao ideal. Em alguns jogos senti falta de intensidade dos jogadores de frente na hora de criar jogadas.

O ponto fraco do nosso time claramente são as laterais, setor que precisamos com urgência de contratações. Na lateral direita, acho que já passou da hora do Rodinei tomar a posição do Pará, que vive uma fase ruim desde o ano passado. Já na esquerda, não vejo nem Renê, nem Trauco (que ainda não jogou esse ano) com capacidade para ser titular absoluto com a camisa do Flamengo. Por que não testar o Everton ali? Posição onde o jogador já foi bem no título do hexa, em 2009, ou então testar a molecada da base, onde temos o campeonato carioca que é o melhor laboratório pra isso.

Além da falta da torcida, que fatalmente fará muita falta, temos que achar o substituto ideal para o colombiano Cuéllar, que está suspenso nas duas primeiras partidas. Isso talvez seja um grande problema.

Rômulo ainda não mostrou a que veio, Jonas não me agradou nas suas atuações nesse primeiro turno de Carioca e o Ronaldo, no meu ponto de vista, foi o que deixou melhor impressão. Ainda assim, acho que podia ter sido mais testado e nesse esquema que jogamos hoje, com apenas um volante, acho até um pouco arriscado coloca-lo em uma estreia de Libertadores, um jogo de tamanha importância. Não podemos esquecer do Matheus Sávio ano passado sendo queimado contra um time argentino.

Mesmo com a falta da nossa torcida, laterais medianos e sem o substituto “ideal” para suprir a ausência do Cuéllar, acho que o Flamengo tem grande chances de sair vitorioso nessa estreia.

Como no ano passado, o primeiro jogo é contra um argentino: River Plate que é um gigante, 3 vezes campeão da Taça Libertadores. Porém, a equipe não vive um bom momento no campeonato argentino. Ocupando a décima nona colocação, a fase do River é ruim e a equipe não vem conseguindo desempenhar um bom futebol recentemente. Vale lembrar que equipes crescem no decorrer da competição e que camisa também pesa.

Não temos um histórico tão bom em competições internacionais, ainda assim, se soubermos aproveitar esse momento ruim do adversário e jogar com inteligencia, temos grandes chances de sair vitoriosos.

Saudações Rubro-Negras e uma boa Libertadores pra nós!

Guilherme Malva


Quer ver seu texto também publicado na Coluna do Torcedor? Envie para redacao@colunadoflamengo e aguarde nossa resposta!


A coluna acima é de responsabilidade de seu autor e não reflete necessariamente a mentalidade do Coluna do Flamengo.

0 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular