Um Flamengo solidário… Até demais!

Mais um clássico, mais um jogo feio, brigado, que a superioridade técnica que tanto almejamos não foi alcançada. Falo isso pela expectativa gerada ao longo desses confrontos, onde estivemos longe de golear. O Flamengo parece ser solidário ao sofrimento dos clubes cariocas.

Nos últimos 20 clássicos, ganhamos 8, empatamos 11 e perdemos apenas 1. 58% de aproveitamento. 23 gols pró e 17 contra. Número relativamente baixo se considerarmos um time que a cada dia se distancia mais dos adversários administrativamente.

E aí que incomoda. A diferença abissal administrativa, financeira, não se reflete em campo. Nesses 20 jogos nenhuma goleada. Empates demais. Jogos burocráticos. Respeito demais aos adversários que se esforçam para se manter de pé.

Não me venham com a máxima de “Clássico é clássico”.  Dentro de campo o investimento financeiro tem que refletir. O Retorno é o que se espera quando se investe múltiplas vezes mais que seus adversários. Ser solidário não faz parte do script, a torcida espera um time avassalador.

E antes que se conteste, não, o dinheiro não entra em campo. Mas o que ele pode comprar entra! Ano passado o investimento do Flamengo foi 27 vezes maior que o Vasco (R$ 40M x R$ 1,5M), 14 vezes maior que o Botafogo (R$ 40M x R$ 3M) e 3 vezes maior que o Fluminense (R$ 40M x R$ 15M). Ou seja, ganhamos de goleada fora de campo, e suamos sangue dentro de campo. A ultima goleada que o Flamengo aplicou sobre o Vasco foi em 2000 (4×0), sobre o Botafogo em 2013 (4×0) e sobre o Fluminense em 2015 (3×0).

E por que isso não é refletido dentro de campo? Pegando exemplos de Ligas europeias, vemos os times com maior poder financeiro destroçando os que tem menor poder. Óbvio que existe uma grande diferença entre o que eles ganham e o que nós ganhamos, a  tal espanholização que tanto tentam pregam aqui, está longe de acontecer, mas baseado em investimento, deveríamos estar muito acima dos outros cariocas pelo menos.

Ah! Mas eles tem camisa, são rivais históricos, tem títulos nacionais… Balela! O Aston Villa era assim também no Campeonato Inglês, e hoje é mais um time pequeno que é consecutivamente goleado pelos times de maior investimento. Nacionalmente os times cariocas derrapam em suas próprias pernas, alternando rebaixamentos, e o Flamengo não consegue se impor.

A mentalidade tem que mudar. Não se pode entrar em campo achando que haverá igualdade, tem que entrar em campo e fazer valer a superioridade técnica e administrativa. Ou o Flamengo para de olhar os rivais do Rio de Janeiro de igual para igual ou seremos sempre do mesmo nível que eles! Chega de ser o solidário, o bonzinho da história!

Limitar-se à visão pequena de rivalidade entre os times cariocas, não faz com que o Flamengo amplie sua visão para o que realmente deve ser sua realidade: o Brasil, a América do Sul. Há muito tempo o Rio de Janeiro ficou pequeno para o Flamengo, mas precisa demonstrar isso em números. Buscar a supremacia. Demonstrar a superioridade em campo. Ser o que se propôs a ser.

A torcida está cansada de ver o Flamengo tratando de igual para igual aqueles que hoje não conseguem ser nada mais do que retardatários.

Por exemplo, veja os confrontos dos times paulistas contra o vasco:

Adversário

Jogos

Vitórias Derrotas

Goleadas

Palmeiras

20

9

4

5

Corinthians

20

10 3

3

São Paulo

20

12 2

5

Flamengo

20

5 6

0

É isso que se espera de um time com investimento 27 vezes maior que o rival! Ou muda a forma de pensar, de enfrentar esses adversários, ou estaremos sempre no mesmo patamar que eles. Está na hora do Flamengo dar a esses clubes a dimensão que eles tem.

Ser solidário? Só fora de campo. Dentro de campo, está na hora de ser o malvadão da história, senão os pequenos nos amarram e nos deixam inertes, presos e imóveis como eles.

SRN!

Jerônimo Simeão Júnior

Comente no Twitter usando a #ColunaDoJJ Concorda ou Discorda? Comente, cornete e se gostar Divulgue! Ah! e se quiser saber mais sobre o Mengão segue lá no Twitter @JeronimoSJunior! É Mengão 24 horas por dia!

 

 

 

 

 

37 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular