Guerrero é proibido de treinar nas dependências do Flamengo mesmo com redução na pena

Após o período de férias, as atenções se voltam novamente ao jogador Paolo Guerrero. O atleta não irá se reapresentar com o restante do elenco principal. Nem mesmo para treinar separadamente, como fora feito ate dezembro de 2017, enquanto cumpria, à época, suspensão preventiva por doping.

O jogador está suspenso e proibido de usar as dependências do clube até 3 de maio. Porém acredita-se que antes disso vai estar apto a entrar em campo defendendo a camisa rubro-negra. Guerrero, que comemorou seu aniversário de 34 anos dia 1 de janeiro, chegou a treinar no ninho do urubu, CT do Flamengo, durante a suspensão provisória em novembro e dezembro, separadamente dos demais atletas, mas usando a estrutura do local.

Os advogados de Paolo e o clube aguardam a definição sobre a data do julgamento pelo CAS, para então se programarem adequadamente sua rotina de exercícios. Enquanto aguarda, o peruano mantém a forma na praia, com preparador particular.

A defesa de Paolo Guerrero não entrou com recurso no CAS, pois aguarda a FIFA publicar a redução de pena imposta ao atleta, que foi reduzida em dezembro, para seis meses. Enquanto não houver a oficialização, nada pode ser feito. Porém, a expectativa é que o jogador seja julgado em fevereiro, e assim absolvido ou que consiga outra redução de pena para três meses, voltando já no mês de fevereiro.

Guerrero testou positivo para benzoilecgonina, principal metabólito da cocaína, em exame antidoping realizado após o jogo entre Peru e Argentina, no dia 5 de outubro, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

40 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular