Sem Guerrero, jovens da base mantiveram média de gols do Flamengo

Paolo Guerrero foi suspenso por um ano do futebol, por decisão da FIFA que saiu no início desta sexta-feira (8), conforme já foi publicado aqui no site. Porém, o peruano já estava suspenso provisoriamente desde o dia 3 de novembro.

Após esse decreto, o Flamengo já jogou 10 partidas e marcou 14 gols, sendo quatro deles de Felipe Vizeu, o jovem garoto da base rubro-negra, que era o substituto imediato do camisa 9 e que vem chamando a responsabilidade nos jogos importantes.

Detalhe importante que no dia 1° de Novembro o Flamengo empatou com o Fluminense por 3 a 3 na Sul-Americana e conseguiu a classificação para a semifinal. Nesta partida, Vizeu também deixou seu gol e Guerrero nem entrou em campo devido uma lesão na coxa.

Com o peruano em campo, após a chegada de Rueda, em agosto, o time marcou 15 gols em 10 jogos, sendo apenas um do atacante. Portanto, a média de gols do Mais Querido se manteve praticamente inalterada sem sua presença.

A única diferença significativa é a quantidade de jogos que os meninos da base puderam atuar. Além de Vizeu, que se firmou como titular, as opções de Rueda no ataque têm sido Lucas Paquetá, Vinícius Jr e até mesmo Lincoln, que subiu ao profissional recentemente e tem apenas 16 anos.

Paquetá e Vini Jr marcaram um gol cada nestas 10 últimas partidas. Portanto, ao todo, os três jovens fizeram quase 50% dos 14 gols marcados pelo Mengão nesta reta final sem a presença do camisa 9.

0 Comentários
Carregando comentários...