Home Destaque Guerrero fala pela primeira vez após suspensão por doping: “Estou indignado”

Guerrero fala pela primeira vez após suspensão por doping: “Estou indignado”

963
13
SHARE

O atacante Paolo Guerrero abriu o jogo e falou pela primeira vez da suspensão aplicada pela Fifa sobre ele por uso de doping. Ao programa Fantástico, da Rede Globo, o camisa 9 se disse revoltado com a punição, admitiu que tomou alguns chás enquanto esteve com a seleção peruana e que tem fé que será absolvido.

– Estou muito indignado. Me custa a acreditar na injustiça que estou passando. Já tive muito prejuízo moral. Mas não por mim, e sim pelos meus pais. Tive muito prejuízo profissional e estou indignado que a Fifa esteja se manifestando dessa forma. Se excederam os códigos. Eles não podiam ter me suspendido tão rapidamente assim, e acho que estão sendo muito injustos comigo – disse o peruano, que completou:

– Falar de doping é muito forte. Muitas pessoas não sabem, e por isso falam do consumo de cocaína, mas eu quero esclarecer um pouco aquilo que está se falando. O meu resultado não foi positivo. Há um processo de investigação. Muitas pessoas falam cocaína. A substância tem alguns componentes, mas já falam em cocaína. Quando começou o processo de investigação, a Fifa já me puniu por 30 dias. Muito rápido. Uma coisa que no primeiro momento é um pouco injusta. Não podiam suspender tão rápido com um processo em investigação. Eu acho que pela repercussão e porque se tratou de mim, agiram dessa forma. Acho um ponto injusto.

Guerrero em entrevista ao Fantástico: indignado com a punição (Foto: Fantástico)

Ele também falou sobre seu futuro no futebol. Guerrero diz que não está pensando na Copa do Mundo e que quer jogar pelo Flamengo no início do ano.

– Jogar a Copa para mim agora passou a segundo plano. A primeira coisa que quero agora é jogar pelo Flamengo no começo do ano. Não posso falar da Copa porque quero jogar já. Se acabasse hoje a minha suspensão eu queria jogar essa final. Estava me preparando para jogar os dois jogos da final. Então não estou pensando em reduzir a pena, pensando em ser absolvido porque não fiz nada. Sou inocente.

Veja os trechos da entrevista de Guerrero

Contaminação

– Os jogadores de futebol estão totalmente desprotegidos. Tenho que ter cuidado com o peixe que eu como, com a água que eu tomo. Porque tudo pode vir contaminado. A quantidade que apareceu no meu exame é muito baixa. A Fifa descartou o uso de alguma droga. Está cientificamente confirmada a contaminação.

– Não vou ser louco de tomar um chá de coca porque sei que pode me prejudicar. Pergunto sempre o que o posso e o que o não posso tomar, o creme que posso botar, o xampu que posso usar. Todos no Flamengo sabem disso. Como você pode agora estar tranquilo? Se um peixe estiver contaminado, como faz? Em quem pode acreditar?

Uso de drogas

– Deixo claro que não consumo cocaína, nunca na minha vida. Tenho 17 anos de carreira profissional, passei por milhares de controles. Só por Corinthians e Flamengo são 17 controles. No dia 14 de setembro eu passei por meu último controle pelo Flamengo, na Sul-Americana. Nunca tive vontade de consumir droga. Não vou ser uma pessoa que possa me prejudicar. Sempre me dediquei, sou profissional. Fico paciente, tento estar tranquilo porque sei da pessoa que sou.

– Estou demonstrando inocência. Não consumi droga nem consumi nada sendo negligente. Está tudo aí para a Fifa resolver. Agora como eu faço? Eles me suspenderam um ano. Como eu resolvo isso?

Ingestão de chás

– Tomei um chá de anis no Peru porque estava com indigestão e na Argentina um chá preto com limão e mel porque estava com gripe. Não estou culpando ninguém, mas a substância pode estar numa jarra, na xícara, no sachê do chá… Pode estar numa dessas coisas.

– A substância não ajuda a performance. Então nem tem como. Pela quantidade dá para ver que não tem consumo de droga, e a Fifa já descartou isso. A substância não é um estimulante. Então não tem como eu ser culpado. Seria só uma burrice.

Pensou em sabotagem?

– Claro. Depois que tive a notícia da suspensão por 30 dias, a primeira coisa que passou na minha cabeça foi isso: estão querendo me prejudicar para não jogar a repescagem, para não estar na final da Sul-Americana. Claro que passa, mas tenho que demonstrar minha inocência. Sou inocente, não consumi absolutamente nada. Estou para jogar uma Copa e vou fazer isso? Não tem como. Pensei: estão de sacanagem, querem me sacanear. Não querem que jogue a repescagem, querem tirar o Peru da Copa… Veio na minha cabeça tanta coisa.

Reação

– Quando fiquei sabendo da suspensão, para mim foi muito forte. Pensei primeiro no prejuízo moral e nos meus pais. Me preocupo mais com eles, porque eu consigo aguentar tudo. Mas meus pais sentirem que estão passando por um momento ruim, para mim é a pior coisa. Agora estão mais tranquilos porque já sabem o que aconteceu, mas a primeira coisa que viram foi cocaína. Sabem que não estou feliz porque não estou jogando futebol. E eles sabem que minha vida é o futebol. Estou suspenso, já deixei de estar em duas partidas que eram as mais importantes da minha vida e não estou numa final. É tanto prejuízo que estou passando agora que é um momento complicado.

– Quando soube que estava suspenso por um ano, aquele dia foi mortal. Porque a primeira coisa que me veio foi: não vou poder jogar uma final. Me tiraram de um jogo tão importante para mim e para minha carreira. Passou, e agora tenho que ser forte para continuar demonstrando minha inocência. Existe um ditado no Peru: quem não deve não teme.

Acredita na absolvição?

– Com certeza. Como não? Não fiz nada, sou inocente e estou provando. Já falei na audiência. Está tudo claro para saberem que é uma contaminação e verem que é uma contaminação. Não há muita coisa para pensar. Tinha certeza de que saí absolvido (da audiência na Suíça). Estava pensando em jogar os dois jogos da final Sul-Americana. Eu achava que seria absolvido lá porque está claro. Não tem muito o que pensar. Os números cientificamente estão muito claros.

Treinos no Nino do Urubu

– Estava treinando forte, sozinho que é o pior. Imagina treinar sozinho no clube, não ver ninguém. Não ver meus companheiros e só treinar com preparador físico e eu no campo. Chutar ao gol e não ter goleiro. Sabe o que é isso? Para mim é a pior coisa que estou passando na minha vida.

Futuro no Flamengo

– Tenho contrato com o Flamengo, estou muito confiante de que vai resolver porque está claro para mim e para os meus advogados. Não sei a parte do Flamengo, mas espero no próximo ano estar jogando normalmente.

Sentimento

– Estou muito indignado. Me custa a acreditar na injustiça que estou passando. Já tive muito prejuízo moral. Mas não por mim, e sim pelos meus pais. Tive muito prejuízo profissional e estou indignado que a Fifa esteja se manifestando dessa forma. Se excederam os códigos. Eles não podiam ter me suspendido tão rapidamente assim, e acho que estão sendo muito injustos comigo.

Comentarios

comentário

  • Carlos Eugênio Abreu Camargo

    Um conselho:-procura um advogado especializado em direito internacional e aciona a FIFA na justiça comum por danos morais e talvez profissional,pois se não houve prejuízo financeiro agora, certamente haverá no futuro.Está comprovado mundialmente,a Fifa sempre foi um órgão corrupto e não tem um pingo de moral para punir ninguém.Seus integrantes são corruptos.Justiça comum neles, pede uma indenização alta por danos morais, só assim eles serão mais cuidadosos.O Jobson ,ex- Botafogo,que é comprovadamente usuário de cocaína está aí jogando futebol.Sacanagemcpm o atleta e com o ser humano.

    • Luiz Gustavo

      Concordo sobre a fifa mas o Jobson não joga mais

  • Yan Balduino

    Da mesma forma que eu acho um absurdo os clubes serem punidos quando alguns marginais se envolvem em alguma confusão dentro ou nos arredores dos estádios, também acho absurdo a punição do atleta quando houve a prova de que a ingestão da tal substância proibida não foi voluntária. Torço para que o Guerrero seja absolvido, mas que não tenha o seu contrato renovado. Nunca me convenceu atuando no Flamengo.

    • Ltom Macêdo

      Concordo com vc, mas a FIFA nunca se pronunciou pela caso, logo tudo que sabemos é só a versão da defesa.

      Fora isso a punição é muito pesada pra quem não teve ganho esportivo, 06 meses estaria mais do que suficiente. Acredito que ele vai reduzir ainda e vai jogar sua sonhada copa.

      • Yan Balduino

        Tem razão. O que mais me dá mais pena é que é a última e única chance dele atuar por sua seleção numa Copa do Mundo e ficará de fora por algo tão bobo. E se realmente for inocente, é mais revoltante ainda.

        • Ltom Macêdo

          Eu não vou dizer que ele é inocente porque a lei está aí e é assim.

          Mas essa lei é muito exagerada, muitas coisas não dão ganho pro atleta e é considerado doping.

      • Yan Balduino

        *não sei se vai mostrar a edição, mas onde disse “do seu País” quis dizer “numa Copa do Mundo”

    • Ruan Pedro

      Assistindo a entrevista ontem, deu muita pena mesmo. Quebram as pernas do cara!

      Eu confio que ele seja inocente, pelo profissionalismo e dedicação que sempre teve. Também não o quero mais com a camisa do Flamengo não, mas poderia ser absolvido e sair pela porta da frente, numa boa, com agradecimentos ao tempo que passou.

      Querendo ou não, é difícil um jogador esse tempo em um clube. A torcida se identificou e tal. O que faltou mesmo foram gols, desempenho. Acontece, agradeçam o rapaz pelos serviços prestados e vamos continuar torcendo por ele aqui de longe.

    • Marcos Paulo

      Acorda pessoal, claro que o guerreiro vai dizer que é inocente vcs acharam que ele iria dizer que é culpado. a difereça é que se ele dissesse que tomou o chá deliberadamente a punição seria de 4 anos. Se a contaminação foi sem intenção do guerreiro ele ainda seria punido. Vejo o pessoal indignadinho, a punição já existia antes do guerreiro ser pego no doping. agora todos ficam com a versão dos advogados do Paolo. tem que se analisar todo o fato

  • Serginho Meira

    Hummm interessante antes o chá foi ministrado pelo departamento médico e agora não mais. No mínimo o Guerrero foi ingênuo. Contaminação ou sabotagem ja foi constatado na baixa dosagem do dopagem. Porém a FIFA continuo a dizer foi bem rigorosa na punição isso por conta da federação peruana que é administrado pelo governo, e se fosse um brasileiro a punição seria diferente acredito eu.
    Agora é ver o contrato do jogador e ver salário, o salário de um jogador é subdividido em salário e direito de imagem, e como a imagem do jogador está suja o Flamengo pode deixar de pagar sob alegação de doping, podendo até suspender o contrato com o jogador.
    A justiça esportiva ou bom senso qual caminho a diretoria deve tomar?
    Aguardo a reunião com o jogador pra saber!

  • Sobei loscar

    Que a diretoria do Flamengo seja profissional como ela mesmo prega, isso não pode ser empurrado com a barriga, o clube já pagou um mês do milionário salário da criança sem ele poder jogar. O mínimo que tem que fazer é suspender o pagamento, até o o recurso ser julgado, que dizem demora de 6 a 8 meses, caso ele seja absolvido ou não, ele que cobre da seleção peruana o que ficar sem receber, pois o Flamengo não tem nada com a história, ao contrário só teve prejuízo até agora.

  • Fernandel Walker

    Fico imaginando, se fosse o Manuel Neuer que tivesse tomado o tal chá contaminado, se a FIFA teria o mesmo rigor. Desfalcar a seleção alemã de um de seus craques daria uma dor de cabeça monumental aos velhinhos corruptos. Já querer ferrar com uma seleção sem a menor tradição no futebol mundial, e que tomou indiretamente a vaga da poderosa Itália, e que não disputa um mundial há mais de 30 anos (Guerrero tinha uns dois anos de idade nessa época, e nem deve se lembrar de nada), foi muito mais fácil. Como já disseram aqui, se fosse com um jogador brasileiro, o buraco seria bem mais embaixo. Se já foi provado que foi contaminação, não se justifica essa punição tão rigorosa. O atleta, como diz, não seria burro de cconsumir um “estimulante” numa dosagem que não estimularia nada…rs. Além do mais, Guerrero é uma celebridade, o principal jogador da seleção peruana. Esse evento, associado ao fato de que já andam divulgando (sabe-se lá com que propósito) de que o Peru poderia ficar fora da Copa por conta de um projeto de lei no paÍs que vincularia a federação peruana ao governo, deixando de ser uma organização privada e independente, cria um ambiente propício à especulações de que a “galinha dos ovos de ouro” tenciona abrir uma vaga de tapetão para uma tetracampeã mundial que ficou fora da Copa por causa de seus próprios erros. O que beneficia mais a FIFA? O apoio eventual  da Itália ou do Peru?

    Guerrero pode ser o que for, ser o “artilheiro” que mais perde gols no futebol mundial, mas não merecia ser tratado dessa forma. Nem ele e nem o Peru, que ganhou a vaga pra Copa no campo. Repito, se não foi caracterizado consumo voluntário de substância proibida, o único caminho a seguir é absolver o atleta. Qualquer decisão diferente cheira a insolente patriotada, principalmente sendo a FIFA o poço de corrupção que é, e sendo administrada atualmente por um suiço de origem italiana, eleito por esmagadora “preferência” das federações européias.

    Caríssimo Gianni Infantino, a Itália está fora. E o Peru vai jogar a Copa do Mundo, se Deus quiser com Guerrero comandando o ataque. Para seu enorme desgosto.

  • Daniel Silva

    A FIFA QUE É UMA DROGA!