Flamengo faz especial dos 8 anos do hexa

06/12/09. Há exatos oito anos o Flamengo conquistava o hexacampeonato brasileiro contra o Grêmio, no Maracanã lotado. No oitavo aniversário da data, o clube está relembrando através das redes sociais alguns momentos daquele título.

No Twitter, uma imagem com os principais nomes da campanha e um vídeo de seis gols daquela edição foram publicados.

No site Medium, uma crônica emocionante sobre a conquista foi produzida. Leia abaixo na íntegra.

O Hexa

Quanto tempo cabe em vinte e quatro segundos? Quantos desejos, pedidos, promessas? Quanta fé cabe em poucos milésimos que separam a cobrança de um escanteio da explosão de um mar de gente em um estádio abarrotado? Quanto amor cabe em um peito tomado pela mais pura e simples felicidade?

Uma bola posicionada com carinho na marca do escanteio. Todos os olhares vidrados naquela imensidão verde. A batida categórica. Silêncio, uma apreensão que não permitia qualquer reação. Um magro de aço que surge entre tanto azul para pintar o Rio de Janeiro de vermelho e preto. Um cabeceio. Gol.

Quanto tempo dura aquele segundo que será eternizado na história?

Na cabeça de cada rubro-negro, aqueles três segundos entre a batida de Petkovic e o gol de Ronaldo Angelim durariam minutos, horas, dias. O grito preso na garganta foi solto como um alívio. Tudo passou pela nossa cabeça. Pela sexta vez, o país se rendia ao vermelho e preto, se curvava a uma trajetória que carregava uma imensidão de sensações.

Nunca foi só uma taça. Eram 40 milhões de corações que batiam fortes a cada minuto. Eram sonhos, batalhas e um turbilhão de sentimentos. Era a superação de um camisa 4 que, por pouco, não esteve fora dos gramados para sempre. Era a volta de um líder, a coroação de um Imperador, a consagração de uma geração. Para o Flamengo, nunca é apenas mais um jogo.

Buscávamos a reconquista de nossa felicidade. O reencontro com uma sensação que não combina com explicações. Ela só existe, só é sentida. Os 90 mil presentes no Maracanã eram uma unidade. Para tantos outros pelo mundo, uma energia única direcionada ao palco da decisão.

Sabemos que a trajetória não foi fácil. De polêmicas à derrotas dolorosas, até a grande reviravolta em um campeonato que já haviam nos descartado. Mas é aquilo, deixou chegar… e o Flamengo chegou. Chegou conquistando seu espaço e, quando viu, estava no topo, a uma vitória da glória. Aqueles vinte e quatro segundos.

Levantou poeira, a taça e toda Nação. Seus súditos saudaram uma trajetória épica, de provas de amor e muito rubro-negrismo. Se alguém há de duvidar de você, Mengão, que repense essa escolha. É raça, é amor, é paixão. É uma, duas, seis vezes Flamengo, sempre Flamengo.

6 Comentários
Carregando comentários...