Nutricionista do Peru teria admitido que receitou chá a Guerrero

Paolo Guerrero ainda pode ter um trunfo para provar inocência no seu caso de doping. Segundo apuração da reportagem do Jornal Extra, uma nutricionista da seleção peruana teria admitido que receitou um chá para o atacante antes do jogo com a Argentina.

O chá para a gripe seria o motivo da contaminação que foi identificada na urina do jogador. Mas, procurada pela defesa do jogador, ela não quis comentar sobre a informação.

Na semana passada, Bichara Neto, advogado do atleta, disse que a concentração de benzoilecgonina encontrada foi muito baixa, portanto, compatível com a tese de contaminação cruzada.

O atacante aguardava ainda a definição sobre a anulação de sua suspensão preventiva de 30 dias para que pudesse atuar pelo Flamengo pela Sul-americana e pela seleção do Peru nas Eliminatórias. A Fifa, no entanto, decidiu manter a suspensão.

No dia 26, o peruano e sua equipe de advogados terão de entregar à Fifa a defesa escrita e, então, aguardarem a realização do julgamento que será no dia 30, em Zurique, na Suíça.

 

33 Comentários
Carregando comentários...