Gabriel Batista é uma opção real para o gol do Fla?

Nem tudo foi confiança em meio à vitória por 2 a 1 do Flamengo sobre o Junior Barranqulla (COL), no jogo de ida da Copa Sul-Americana. Com a fratura na clavícula de Diego Alves no decorrer da partida, parte da Nação voltou a vaiar Alex Muralha.

O treinador disse que deverá manter Alex Muralha no restante da temporada. Talvez isso seja explicado pela juventude do reserva imediato: Gabriel Batista.

Alex Muralha, após ter um bom início de ciclo no Rubro-Negro e chegar à Seleção Brasileira, tem a confiança do grupo, mas é alvo de frequentes críticas de torcedores.

Mas a outra opção é, por enquanto, apenas uma promessa, mas que ainda não ganhou espaço no Rubro-Negro.

Aos 19 anos, o goleiro tem um bom currículo na base da Gávea. Além de ter boas atuações em suas participações na Copa São Paulo, competição em que foi campeão em 2016, e na Copa do Brasil Sub-20, Gabriel Batista foi convocado com frequência para seleções de base. Chegou a ser relacionado entre os profissionais nesta temporada, mas ainda não fez sua estreia no Flamengo. Seu contrato vai até 2019.

EX-GOLEIROS CREEM QUE MURALHA É MELHOR ALTERNATIVA

Embora o potencial de Gabriel Batista salte aos olhos do Flamengo, a cautela marca o discurso de ex-goleiros do Flamengo sobre quem deve ocupar a meta da equipe na sequência da Sul-Americana. Multicampeão e ex-preparador de goleiros do Rubro-Negro, Cantareli destacou que o momento é de Muralha adquirir confiança:

– Eu iria confiar no Alex Muralha. Diante do Junior Barranquilla, no Maracanã, ele mostrou maturidade, o que é importante para um goleiro. Mesmo sofrendo um gol logo que entrou em campo, ele continuou a partida normalmente, sem abaixar a cabeça para a crítica – afirmou, ao LANCE!.

Aos olhos do ex-goleiro, a opção por Gabriel Batista seria de “alto risco”:

– Não pode lançar um menino, com um futuro enorme pela frente, em um jogo tão arriscado como estes. Pode ser ruim para o time e para o próprio Gabriel Batista, pois há o risco de a torcida fazer uma projeção errada sobre ele, dependendo da sua atuação. Isto já comprometeu nomes como Paulo Victor, Marcelo Lomba…

Presente no elenco campeão brasileiro de 1992 pelo Rubro-Negro, Adriano apontou que Muralha precisa de uma sequência, enquanto o clube precisa de cuidado ao lançar Gabriel Batista:

– Uma semifinal de Copa Sul-Americana não é o momento ideal para “apostar” em um goleiro novo. Agora que o Alex Muralha tende a voltar a ser titular, ele precisa de continuidade para ter segurança e ir bem em um ano que está acabando. Além disto, é um jogo fora de casa, cercado de pressão, é um risco jogar a responsabilidade em um garoto, por mais que o Gabriel Batista tenha suas qualidades – opinou o ex-goleiro, ao L!.

COM A PALAVRA

GUSTAVO KORTE

Especialista em Psicologia Esportiva

“A escolha do titular da meta passa por alguns fatores muitos delicados, como a confiança que passa ao restante da equipe e também a personalidade de cada goleiro. Cabe à comissão técnica do Flamengo ver se a equipe apoia o trabalho do Alex Muralha, independente das críticas.

Além disto, ver como está o empenho dele na rotina de treinos e sua vivência. Já o Gabriel Batista, mesmo sendo jovem, pode ter como vantagem a garra, determinação, autoconfiança. Agora, mesmo com o apoio e atitude, pode cometer um deslize… Resta ver qual caminho Reinaldo Rueda seguirá.”

Fonte: Lancenet

25 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular