Desnecessário Araújo

Recentemente de forma acida destaquei as qualidades do Márcio Araújo (MA), ou melhor, do “Messi Araújo”, relatei os prováveis motivos para sua constante presença na equipe titular do rubro-negro carioca. Hoje venho elencar suas tantas incapacidades, é amigo a situação está tão esquisita na direção de futebol do Flamengo que se faz necessário mencionar o obvio — O esforçado atleta não tem a menor condição de jogar numa equipe da grandeza do Flamengo.

Não será nenhuma maldade dizer que o Márcio Araújo é um volante de marcação que não marca, o caricato atleta atua defensivamente jogando em zona, isso mesmo! Ele não é agressivo, não dá o bote no adversário, apenas guarda a posição a frente da zaga e em algumas poucas oportunidades cobre a saída dos laterais.

Algo também latente no “mito” é sua enorme capacidade de errar passes de média e longa distância. Não é por acaso que o mesmo opta sempre pelo passe curto ou pelo recuo da pelota, logo, além de roubar poucas bolas ainda distribui mal, prejudicando a transição da defesa para o ataque.

Além de tudo o que foi supracitado, no futebol moderno é dever dos volantes atuarem como elemento surpresa, arriscando chutes de fora da área ou passes verticais, de modo a colaborarem também ofensivamente, cobrar do Márcio Araújo estas ações é o mesmo que pedir para uma “zebra voar”, falta para a lenda “asas”, digo qualidade.

Enfim, com os recursos que o clube possui atualmente é completamente desnecessário a presença do MA no elenco, a renovação do seu contrato no final da temporada é uma ação agressiva contra o torcedor que clama por sua saída e espera um ano de 2018 onde os sonhos se tornem realidade.

42 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular