Com Pará não dá

A virada do Flamengo ontem foi bem bacana, uma pena que o gol sofrido no Maracanã tire nossa tranquilidade, e nos coloque em uma situação de risco… De quem foi a culpa?

Pará, de novo, do Pará.

Novamente o nosso lateral-direito falhou na cobertura, e deixou as coisas bem fáceis pro adversário, já que no gol tinha Muralha. Talvez a marcação seja a principal virtude do limitado lateral rubro-negro, mas ultimamente nem a sua disposição defensiva tá ajudando, pelo contrário, tá atrapalhando.

Ainda que o sistema defensivo rubro-negro como um todo ainda esteja bem aquém do ideal, o nosso lado direito é o grande problema. Temos uma zaga razoável com Juan e Réver, e um Trauco pela esquerda que se destaca com a bola no pé. Mas pela direita é uma lástima.

Afobado que só, Pará não acerta nada, e só não perdeu ainda a posição pro seu substituto direto, o Rodinei, porque é tão grosso quanto ele, seria trocar seis por meia-dúzia. É Muita disposição para pouca inspiração, falta inteligência.

Ofensivamente a deficiência é ainda mais gritante, nosso herói Paraense não acerta um cruzamento sequer. Me arrisco a dizer que é o lateral que mais errou cruzamento no Flamengo nos últimos 20 anos. Quando foi a sua última assistência área? Alguém sabe me responder?

E não para por aí. Ele erra passes infantis, entrega contra-ataques importantes, se atrapalha em jogadas sob controle, e por aí vai… Fazendo-nos notar a ausência de fundamentos básicos para um jogador profissional. Já deu pro camisa 21!

Ser flamenguista, ou se dizer um torcedor em campo é mole, e não é um salvo-conduto para tantas falhas e erros. O Flamengo precisa se movimentar no mercado, e tratar como prioridade a contratação de um bom jogador para a posição.

Rafinha é o nome, com vasta experiência internacional, o lateral viria para acabar com esse nosso problema na posição. Sem falar que ainda seria uma boa maneira germânica de seduzir, e quem sabe concretizar de vez o namoro com o Podolski pro lugar do Guerrero.

Enfim, mesmo que não consiga fechar com o Rafinha, o Flamengo precisa tentar de todas as maneiras possíveis trazer um bom nome para a lateral-direita, se quisermos buscar no ano que vem os títulos que fracassamos esse ano.

Não, não foi apenas por culpa do Pará que fracassamos e ceifamos as expectativas da Nação Rubro-Negro no pseudo ano mágico de 2017, mas o Pará é o retrato da mediocridade, e precisamos mudar de uma vez por todas esses estigmas.

Que os deuses do futebol estejam com o Flamengo!’

Vinny Dunga

Siga no Twitter:  twitter.com/DungaVinny (@DungaVinny)

Curta no Facebook: facebook.com/ColunaDoVinny

71 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular