Adriano Imperador, Paolo Guerrero, Conca e mais. Veja coletiva de Rodrigo Caetano

O Flamengo não vence… Nem convence. São dois jogos consecutivos sem somar pontos e tendo conquistado somente 3 pontos nos últimos 5 jogos (15 pontos em disputa). Após treino no CT Ninho do Urubu na tarde desta sexta-feira (17), Rodrigo Caetano se propôs a conceder entrevista coletiva na Sala de Imprensa Victorino Chermont.

Confira a coletiva completa na íntegra.

MOMENTOS RUINS
Sempre que se fez necessário, fiquei de vir aqui nos momentos ruins. Como esse é um momento ruim, nada mais justo do que tirar qualquer tipo de duvida. Em nome de todos do departamento de futebol, principalmente nesses últimos resultados. Ninguém aqui ta minimamente confortável com a situação. A nossa campanha fora de casa é pífia. Voltaremos a jogar em casa, que nosso aproveitamento é bom. Mesmo torcedor estando frustrado, tenho certeza que aqueles que irão ao estadio, vão apoiar o flamengo como sempre fizeram

CASO PAOLO GUERRERO
A esperança é de que no dia 30 a gente tenha uma notícia positiva. Os estudos das amostras realmente confirmaram o que já sabíamos, de que não usou drogas. Que o metabólico estava em um chá. Esperamos que seja confirmado. Caso seja absolvido, ele automaticamente estaria a disposição em dezembro. Isso não invalida a perda que ele fez. Temos jogadores que o substituem, mas não podemos pensar que sem ele fica a mesma coisa

CONCA
“É claro que Conca veio com grande expectativa. Foi um jogador que veio ovacionado. A gente sabia o risco do negócio, ele vinha de duas cirurgias, e só foi possível a vinda dele porque o Flamengo propôs a recuperação. É obvio que frustra. A gente imaginava que a recuperação fosse mais rápida e ele pudesse ajudar o Flamengo”

ELENCO
“É uma frustração muito grande. Mas, se nós aqui não conseguimos montar, talvez, o elenco ideal dos sonhos, a gente conseguiu trazer jogadores que equilibrassem o elenco. E aí eu te diria que, ter elenco não significa ter um grande time. Esse é o maior desafio nosso. Sei que tem outras equipes que buscam a mesma coisa, mas no nosso caso, a gente sem gastar muito, ou investir muito, que é uma informação que chega distorcida, o Flamengo em momento nenhum fez algo que não estivesse previsto, ou fora do orçamento. Falaram ai que se gastou muito, mas fizemos o que estava a nosso alcance. E quando existe investimento em contratação, isso passa por muitas pessoas do departamento. Tem um processo pra isso. Então, o sentimento de frustração é de todos aqui por não termos transformado o elenco em um grande time. Mas é uma discussão que eu já falei antes, estamos buscando isso para não repetir no próximo ano. Fazermos os ajustes no final da temporada, porque eles acontecerão, seja de chegada ou de saída. Mas já adianto que não serão em grande número. Flamengo tem diminuído essa curva, tem chegado menos jogadores aqui”

ADRIANO IMPERADOR
Difícil responder isso agora. Fiquei sabendo quando cheguei de viagem, mas não fiz qualquer tipo de avaliação. É um ídolo do Flamengo, mas não tenho como te responder isso agora

ELEIÇÕES NO FLAMENGO
Natural que quando os resultados não saem avaliem os profissionais por isso. Não tive nenhuma conversa nesse sentido com as pessoas que estão acima de mim. Tenho compromisso com o Fla até o ano que vem. Tenho 15 anos na profissão e sempre cumpri meu contrato. Mas o clube tem direito de demitir. Nunca conversei com outro clube com contrato. Preocupação é que o Flamengo volte aos trilhos. Sinceramente não estou preocupado com a minha vida profissional nesse momento. Nos bastidores você sabe as questões que antecedem eleições. Meu desejo não é agradar grupos, mas o Flamengo teve momentos bons, mas expectativa alta que não se traduziu em títulos

TRABALHOS PSICOLÓGICOS
Muitas vezes a própria tradução da parte mental que o Rueda se referiu, é dentro da partida. Como sofrer uma virada por exemplo. O trabalho da psicologia é constante. Você não melhora um atleta de alto rendimento de um dia pro outro dando conselhos. É um trabalho constante, e essa metodologia nós temos dentro do flamengo. Trabalhamos desde a base mas não é como sentir o jogo, o peso da camisa. Teremos ações ainda mais incisivas nessas semanas que faltam. A cobrança vai ficar ali dentro do vestiário, no nosso tom de voz. Esperamos que a reação seja transmitida dentro de campo. Não conheço outra forma de avaliar que não seja o resultado

PLANEJAMENTO PARA 2018
O primeiro passo que a gente já fez, foi identificar nossas necessidades e carências. Estamos pensando em alguns nomes, mas ainda não fomos no mercado porque ainda não temos nosso calendário fechado. A vaga pra Libertadores é fundamental, mas vamos fazer o time melhor possível pra qualquer competição. É natural que a gente busque alguns ajustes, algumas contratações pontuais. Eu te diria que nós vamos com cautela, porque acabamos de fechar o orçamento do futebol na semana passada. Queremos ter aqui dentro o melhor modelo de negócio possível

 

34 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular