República de (dos) Bananas!

"Esse tipo de atitude do Bandeira não ajuda em nada em momento como esse", diz Perrotta

Salve, Salve, Nação Mais Linda do Mundo!

Ontem pudemos presenciar mais um jogo pífio, tosco, horrível por parte do time do Flamengo. Pois é, flamengamos novamente! Após uma partida em que metemos quatro (um resultado excelente) num desvario ofensivo, onde tudo conspirou a favor e as bolas (milagrosamente) entraram, voltamos à realidade.

E ela é uma só: os caras estão de férias. Isso mesmo, FÉRIAS!!! Analisando o jogo de ontem tentando afastar ao máximo a razão da emoção, pudemos, nitidamente, perceber a negligência e a passividade do time. Faltou comprometimento, faltou doação, faltou companheirismo, faltou tudo.

Aliás, nosso futebol está em falta já não é de hoje e isso foi comprovado no jogo de ontem, onde enfrentamos uma equipe que está lutando para não cair. Ah, Monken, mas é o São Paulo!!! E daí? Está na rabeta do campeonato e jogando mal desde o início da competição. Simples assim!

O que nos salta aos olhos é a vontade e a disposição! Os paulistas dividiam todas as bolas com muito mais vontade e ganharam quase todas. Faltou vontade em nosso time (como quase sempre tem nos faltado) e sobrou no adversário. Sabem qual o problema? Os caras estão de férias. E não haverá quem mude isso!

Não haverá porque, hoje em dia, o Flamengo é uma república de bananas. Isso mesmo, bananas! Não existe cobrança deste elenco e, se ela existe, porque não observamos mudanças? Não há quem bata na mesa e exija mudança nessa postura que beira o pródigo.

Os jogadores do Flamengo apresentam-se de modo insolente, onde a soberba impera. Sem raça, sem furor, sem sangue nos olhos! Isso não é e nunca será Flamengo. Essa “bananice” precisa acabar, de uma vez por todas! Chega de entrevistas passivas no pós-jogo.

Temos que acabar com essa postura arrogante de “donos da bola” ou de “moleque mimado” ou, como dizem aqui em Curitiba, de “piá de prédio”! Sabem aquele moleque riquinho que é criado com babá à base de leite Ninho, Danone e Ovomaltine? Esse é o retrato do Flamengo atual.

Já alijaram a parte pobre da torcida de assistir ao Mais Querido através de ingressos absurdamente caros (obviamente uma taxa de ocupação medíocre na Ilha do Urubu corrobora minha afirmação) e agora cagam na cabeça da torcida ao adotar esse discurso paternalista e pateticamente passivo e conformista.

Chega disso! A torcida não aguenta mais ser motivo de chacota! Já não conseguimos mais suportar esse Flamengo doente e capenga que se anuncia desde o início do ano passado. Esse ano ainda fomos pior! Isso é inaceitável! O elenco melhorou, foi qualificado, e os resultados são inferiores aos de 2016.

Algo deve ser feito, mas não acredito que essa diretoria seja capaz de mudar esse patamar que pavimentamos ao longo da era dos bananas. O discurso no início de todas as temporadas é de que esse será o ano mágico, mas ao final, temos sempre o ano do quase. O DNA do Flamengo é vencedor, com muita entrega e raça dentro de campo, mas essa diretoria está conseguindo sepultar esses atributos.

Os bananas de plantão conseguiram solapar nossas maiores virtudes: a raça e o sangue nos olhos que caracterizaram e forjaram a alma flamenga ao longo de mais um século de grandiosa história. Parece que não ganharemos nada com essa gestão pífia esportivamente.

Temo que nosso querido Rodrigo Bigode tenha razão e só vejamos um Flamengo definitivamente Flamengo no ano de 2019. Vamos torcer para ele estar errado, mas estou ficando cada vez mais cético com a postura tosca dessa diretoria. Isso se deve ao fato dos discursos infelizes de nosso presidente.

Sendo passivo, negligente, de casta ditatória e pouca palavra, nosso dirigente-mor ruma para deturpar tudo o que foi semeado ao longo de mais de um centenário de existência. Temos que fazer algo! Essa postura blasé não pode continuar nos caracterizando.

Eu não reconheço mais esportivamente o Flamengo. Está se tornando mais do mesmo, insosso, incompetente, passivo, pródigo, chato! Vou continuar criticando essa postura, mesmo nas vitórias! É só o que eu posso fazer! Torcer como sempre e me indignar como nunca!

Que a república dos bananas seja extirpada de nosso clube o mais rapidamente possível! Que esse DNA perdedor, dessa casta omissa saia junto os jogadores pouco comprometidos e de qualidade duvidosa. Uma limpeza é necessária, uma desintoxicação, uma cura espiritual; por mais alma, mais afinco, mais indignação!


Veja mais:


Que esses atributos e outros tantos partam de dentro do clube para extirparmos exemplarmente este mal que nos tem afligido. Para que nós possamos voltar a batermos no peito e dizer em alto e bom som: “Isso aqui é Flamengo, porra!!!” Que venha logo 2019! Vai pra cima deles Mengo!

O Flamengo simplesmente é!
Saudações Rubro-Negras a todos!!!

Fabio Monken
Twitter: @fabio_monken

Gostou? Comente, participe!
Não gostou? Critique, deixe sua opinião!
Mas faça-o com respeito e educação.
Lembre-se: a intolerância e a má-educação são os combustíveis dos fracassados.

81 Comentários
Carregando comentários...