Está faltando futebol!

Salve, Salve, Nação Rubro-Negra!

Ontem pudemos presenciar outra péssima partida jogada pelo Flamengo. Nosso time está a anos-luz de distância do bom futebol jogado. Displicente, dispersivo, fraco emocionalmente. Todos esse adjetivos fazem jus a este time de potencial imenso, mas que vem se apequenando ao longo do campeonato.

Mas você vai me dizer: “Monken, o Flamengo ganhou a partida de ontem”. Sim, lógico. Também adorei o resultado. O RESULTADO! Porque o futebol praticado pelo Flamengo continua péssimo. Como diz o título desta coluna, voltamos a depender exclusivamente das individualidades. Simples assim.

Nosso time não apresenta um esquema tático sólido, nossa defesa é facilmente envolvida por times muito inferiores tecnicamente, pelo menos no papel. Além disso, nosso ataque é totalmente infrutífero. Não consegue furar defesas fracas, de baixo potencial defensivo, e ainda permite a criação de contra-ataques perigosos.

É óbvio que eu sei da linha tênue entre uma defesa sólida e facilmente vazável quando a equipe propõe o jogo e tem a posse de bola, mas há o outro lado da moeda: times que retêm a bola, tendem a errar mais. Isso facilita as equipes ditas “reativas”, pois não precisam criar nada, apenas reagem ao erro adversário; muito mais fácil, não é mesmo?

Ok, o Flamengo não deve espelhar-se nesses times, concordo em 100% com essa afirmação. Haja vista a qualidade e o alto investimento feito pelo clube, esse elenco deveria estar acostumado a sofrer pressões do adversário e a sair delas com mais naturalidade. Isso demanda um toque de bola com margem de acerto igual ou superior a 90%, mas isso não tem acontecido.

Esse fato demonstra uma das falhas da equipe, quiçá do elenco. Sei perfeitamente que há treinamento de passes, onde o campo é reduzido, para que essa troca seja aprimorada, mas algo não está funcionando. Nosso time apresentava-se muito mais sólido defensivamente e quase não errava os passes, mas a coisa está piorando.

Quando da chegada de Rueda, a defesa melhorou sensivelmente, mas não conseguimos ser o time seguro e sólido que tivemos no início do trabalho do Zé Ricardo. Isso demonstra algum elo fraco nessa corrente. O antigo treinador teve seu trabalho piorado ao longo do tempo e agora o colombiano está começando a ter seu posto em cheque por parte a torcida. Que fique claro: não compactuo com a ideia da troca do comandante.

Isso nos mostra que a coisa não é tão simples quanto prevíamos. A simples troca não resultou em melhora, pelo menos neste começo de trabalho. Não podemos precisar e identificar o problema pois não estamos dentro do clube. Só quem convive diariamente no Flamengo pode fazer essa prospecção. E isso deve ser feito pra ontem!

Se continuarmos nessa toada, apresentando esse futebolzinho de várzea, não chegaremos a lugar nenhum. Periga, inclusive, a não conseguirmos a classificação para a Libertadores. E ela deve vir através de vaga direta. Se o acesso for através da Pré-Libertadores, já será um desastre e, se por algum motivo não conseguirmos a classificação, será uma catástrofe.

Por isso devemos mudar muita coisa no Mengão. As individualidade não podem decidir sempre. Ontem fomos salvos pelos dois Diegos. O do gol, salvou-nos em algumas oportunidades (aliás, tem nos salvado frequentemente) e o da linha (que vem mal a algum tempo) marcou o tento do jogo através de um lampejo numa das raras trocas de passe conscientes do time.

Quanto ao goleiro, devo dizer que estamos muito bem servidos, e é isso mesmo que esperamos de um arqueiro desta estirpe: que defenda bolas difíceis. É para isso que eles são contratados. Quanto aos jogadores, algo deve ser feito urgentemente. Nosso técnico pede garra, empenho, algo a mais e, se essa cobrança não for alinhada com todo o departamento de futebol, não fará sentido, não terá efeito.

Que o presidente pare de passar a mão na cabeça dos jogadores, seja mais maleável, menos ditador; que a cobrança passe a fazer parte da rotina do clube, que os jogadores honrem o Manto Sagrado que envergam, que o grupo seja mais unido e respeite a instituição centenária que representam. Que essa turma coloque o Flamengo acima de qualquer ego e passe a respeitar o lema: “Tudo pelo Flamengo e Nada do Flamengo!”.

Se isso não acontecer rapidamente a previsão do nosso amigo Rodrigo Ferreira (o famoso Bigodón) acontecerá: “Enquanto essa diretoria estiver por aí, não ganharemos mais nada!”. Aguardemos o desenrolar do campeonato. Ainda há tempo para percebermos alguma melhora. Que os atletas tenham mais noção do que é Flamengo, ou que alguém com algum discernimento incuta isso de uma vez em suas mentes!

Devemos utilizar o mesmo pensamento que uma empresa privada usa para avaliar seus funcionários: ou o contratado se doa pela empresa, entrega o que se espera dele e rende, ok; se não consegue entregar o mínimo esperado, é dispensado! Muito simples. Flamengo não é casa de caridade, muito menos instituição pública para funcionários burocráticos como alguns jogadores deste elenco se apresentam.

O ócio e o descaso proliferam rápido, como um praga de difícil erradicação. Havemos de ter cuidado, muito cuidado, para que essa peste não contamine todo o elenco e não sobre nada a frutificar. Se isso acontecer, só passando o trator em tudo para reiniciarmos a semeadura, e essa é uma opção cada vez mais tangível. Que o Flamengo seja mais Flamengo! Vai pra cima deles Mengo!!!

O Flamengo simplesmente é!
Saudações rubro-negras a todos!

Fabio Monken
Twitter: @fabio_monken

Gostou? Não gostou? Concorda, discorda? Ótimo!
O Debate sempre será salutar!
Deixe seus comentários e interaja conosco!
Pontos de vista divergentes são essenciais à evolução do homem.
Mas lembre-se: Somos todos Flamengo!
A intolerância e a falta de argumentos são os combustíveis para o fracasso!

  • kingDavid

    Boa semana rubro-negros. Ganhou, a semana já começa bem melhor…

  • Ltom Macêdo

    Um mar de criticas.

    Sobrou ate pra defesa que esta muito bem.

    Acho q não é bem por ai.

    • Sobei loscar

      Quem tem coragem de por Rafael Vaz na defesa, estará sempre possível de críticas.

      • Ltom Macêdo

        Kkkkkk, estou sem argumentos.

  • Luiz Carlos

    Fabião, está faltando tudo meu amigo, um pouco de cada…..a falta de futebol é apenas o reflexo de tudo que falta!

  • Ednei P. de Melo

    “Nosso time apresentava-se muito mais sólido defensivamente e quase não errava os passes, mas a coisa está piorando. Quando da chegada de Rueda, a defesa melhorou sensivelmente, mas não conseguimos ser o time seguro e sólido que tivemos no início do trabalho do Zé Ricardo.” — Vou ficar quieto… &;-D

    • Thiago

      Melhor mesmo .. vc nao entende nada de futebol.
      Vai la no outra coluna explicar como que voce defendia o MA, sendo que o Cuellar tem se mostrado um volante mil vezes melhor que ele na marcação.

  • Sobei loscar

    O Rueda parece não ter noção do poderio técnico do Flamengo, o time joga com o freio de mão puxado, a coragem que tinha o Atlético nacional-CO, ficou na Colômbia.
    O Flamengo tá jogando com muito medo de tomar gol, no caso é até compreensível, o time não virou nenhum jogo até agora.

  • Time vem jogando mal o ano inteiro, não vai ser agora que vai mudar, é torcer para conseguir os resultados e esperar uma possível mudança para o próximo ano, infelizmente.

  • Tude Lima Rocha

    O Flamengo errou no acerto esse ano. Quem assumiria a vaga de Muricy? Nada mais natural que o Zé. Isso foi um acerto que depois se mostrou um erro. Zé freou a renovação que Muricy comandava. Atrasou a adaptação de Cuellar por exemplo, subutilizou Juan…por ai vai. Mas ele achou um esquema que deu certo. Dois pontas, Everton e Gabriel, que se aplicam muito quando não tem a bola. O time é refém até hoje desse sistema. Quando começou a tentar jogar com jogadores mais criativos nas pontas o time virou uma peneira. Os laterais não tinham o posicionamento correto e a defesa, lenta por sinal, tinha que cobrir um espaço imenso.

    • Renato Suhett,Evangelista

      Não concordo. Faltou paciência com o Zé Ricardo. Ele estava estruturando um trabalho a médio para longo prazo.. A cultura futebolística do Brasil e do Flamengo,pior,ainda, não está acostumada com isso. Veja o trabalho dele no Vasco que tem um elenco fraco..

      • Thiago

        Faltou ter mandado o ZR embora logo isso sim. ZR nao fez absolutamente NADA de bom no flamengo, parem com essa conversa fiada. A unica coisa que o ZR fez foi colocar o Arão pra ajudar a marcar (sendo este o maior ladrao de bolas ano passado) e pontas pra marcar, ai o time “tomava” menos gol mais nao fazia tbm. QUando teve tempo pra treinar, desde o ano passado, o flamengo do ZR sempre SEMPRE jogava mal, começou o ano com uma pré temporada e ai com tempo pra implantar realmente sua filosofia de jogo e o time so fez pessimas partidas, arame liso que cercava cercava e nao agredia ninguem. Um futebol pobre, exclusivo de uma unica jogada (tocar a bola pro lateral ou ponta ir na linha de fundo cruzar pro guerrero sozinho).

      • Tude Lima Rocha

        Não sei. O tempo dele não foi tão curto assim. Quase um ano e meio de trabalho. Agora se você acha que era cedo para avaliar o trabalho dele no Flamengo, não pode citar o Vasco. Nem começou direito ainda. Vamos aguardar…O Vasco assim como outros como o Sport, a Chape está agora bem mas duas derrotas tudo muda. Além disso o Vasco está comemorando está no oitavo lugar. De qualquer forma não vi esta ideia de estruturar a médio e longo prazo no Zé , acho muito pelo contrário por conta da pressão em cima da pouca experiencia ele fez coisas bem imediatistas como por exemplo voltar com MA, ou se agarrar em uma zaga fraca mas que conquistou certo entrosamento… e por ai vai. Enfim é só opinião….SDRN

  • josé carlos

    Mudou a mosca (zé burrão x zé rueda) mas os coliformes fecais permaneceram os mesmos: Vaz, Massaraujo, Gabriel e outros. Mesmos jogadores = mesmos resultados.

  • Renato Suhett,Evangelista

    mas não conseguimos ser o time seguro e sólido que tivemos no início do trabalho do Zé Ricardo. Está aí o problema..andamos para trás..

    • Thiago

      O time do flamengo no inicio com ZR era uma defesa solida pois se abdicou totalmente do poder de infiltração do arão pra coloca-lo so pra marcar, alem dos pontas que entravam so pra marcar. Quantos jogos o flamengo nao fez 1 a 0 e recuou pra segurar o resultado.

  • ThiagoCL

    Na boa, estamos no mês 10 de 12 meses no ano. Ainda temos tempo de mudar esse ano?

  • Eddy Murphy

    Fábio moken e Vinny Dunga são mágicos! Conseguem preencher uma tela em branco com nada. É brincadeira!! Como diria o canhota!