Home Destaque Vice-presidente diz que naming rights é uma das receitas do estádio e...

Vice-presidente diz que naming rights é uma das receitas do estádio e revela procura

4108
64
SHARE

Em entrevista exclusiva a TV Coluna do Flamengo, o Vice-Presidente de Patrimônio do Flamengo, Alexandre Wrobel falou sobre diversos pontos do terreno na Avenida Brasil que poder vir a ser construído o futuro estádio do clube.

Na semana passada, o Flamengo anunciou através do seu site oficial, assinatura de opção de compra de um terreno na Avenida Brasil. O Flamengo terá 120 dias para fazer os estudos necessários, criar modelo de negócio e o projeto do estádio para levar aos órgão internos do clube para aprovação.

Uma das maiores dúvidas dos torcedores é como a diretoria pretende custear a construção do estádio. Alexandre Wrobel falou que uma das receitas é a venda do naming rights. O Vice-Presidente disse ainda em primeira mão a TV Coluna do Flamengo que três empresas já procuraram o clube interessados.

O naming rights é uma das receitas do estádio. E nós já fomos procurados, já adiantando, por duas ou três empresas que mostraram interesse em estudar o negócio até pela credibilidade, transparência com que o Flamengo vem agindo, as empresas tem interesse de associar seu nome a isso. Mas novamente, tudo ainda é embrionário, em fase de estudos pra que a gente possa tomar uma decisão consubstancialidade em fatos concretos que nos tragam tranquilidade na execução desse nosso sonho.


Veja mais:


Veja a entrevista completa com Alexandre Wrobel na TV Coluna do Flamengo:

Comentarios

comentário

  • Pedro Ferreira

    Excelente iniciativa, setor popular. A essência do torcedor rubro negro, são os mais humildes! Isso nn pode se perder! Espero q nn fique so em previsões e promessas! Nunca fui na geral, por nunca ter ido ao estádio à epoca e imagino o quão maravilgoso devia ser! SRN

  • [21]Alex Pato

    Mais preocupados com grana do que com futebol

    O jogo coletivo do Flamengo não existe porque o Flamengo não tem afinidade entre o elenco porque não treina.
    O Flamengo tem problemas coletivos e de falta de treino, e o nosso presidente vai lá e DÁ MAIS FOLGA pra eles, ficarem mais um dia sem treinar. Assim fica dificil

    Na gestão do Márcio Braga, Edmundo Santos e até Patricia, o Flamengo treinava, TREINAVA.
    Agora os jogadores não treinam
    É facílimo ser atleta do Flamengo hoje.Eles recebem em dia e fingem que jogam.

    Bandeira tem que pegar mais pesados com esses jogadores. As gestões anteriores, apesar da falta de grana, sempre colocavam os jogadores pra treinar.
    Bandeira é o pior presidente da história do Flamengo no futebol. Chega de Bandeira

    • Márcio Faria Lima

      Esses times que vc citou, que treinava tanto, quase nos levou para a série B inúmeras vezes ..
      O problema do Flamengo não é falta de treinamento, o problema é a gente achar que esses jogadores são melhores do que realmente são ..

      • Cristianoooool

        Enfim alguém falou a verdade. Elenco superestimado. Dizem que nosso elenco é bom só porque é caro. Temos alguns bons jogadores mas outros comprometem o time.

    • Cadu Souza

      Pra defender quem jogou o nome do Fla no lixo mostra que vc faria igual. Comentário de alguém que se identifica com a corrupção.

    • kingDavid

      O proprio Wrobel foi VP de futebol brevemente, mas preferiu sair e assumir a VP de Patrimonio. Recentemente ninguem quis o futebol, é a agenda negativa…

    • Luiz Ernesto Guerra

      Tanto “treino” que o “Pingucinho” diz que o clube que ele mais deu “migué” foi no Flamengo. E isso a imprensa cansou de noticiar.
      O problema do Flamengo, bem como de todos os outros clubes brasileiros, é a estrutura obsoleta arquitetada para o futebol. O senso comum imagina que falta “pulso” aos comandantes dessa pasta. Aliás, por que ainda pensamos que são necessários VPs? O Flamengo precisa, sim, de profissionais competentes, remunerados, e que esses não sofram com a ingerência de seus superiores. Rodrigo Caetano, por exemplo, nem currículo robusto tem. Deixou nas mãos do Muricy, e dizem que deixará para Rueda também, a indicação do Treinador de Goleiros do futebol profissional do clube. Isso é um absurdo. Treinador passa e o abacaxi fica.

      • Luiz Ernesto Guerra

        Qual o planejamento que existe? Caetano deveria ser qualificado para compreender o funcionamento do futebol profissional do clube e toda sua estrutura, contratando profissionais que ELE sabe que são competentes. Nem sei como Jayme integra a comissão técnica permanente do clube, que não tem UM profissional gabaritado e de reconhecido conhecimento para analisar jogos ou desenvolver treinamentos. Futebol também é uma ciência. E quem melhor aplicar os conhecimentos obtidos com esta, terá melhores resultados. Não é a toa que Andrade, contratado como “scout” do clube, recusou a contratação de Suárez após observar somente um jogo deste. Fala sério! Isso explica o atraso do futebol nacional.

  • PlayerLEL

    Tudo que não tem relação íntima com o futebol dentro de campo beira ao sucesso por ter pessoas DISPOSTAS e profissionais que são CAPAZES de fazer funcionar essa enorme engrenagem… perceberam a diferença?

  • Alessandro Azevedo

    Arena Rede Bull com o logo da carabao estampado no peito, mó da hr

    • marcondes Alves

      Vc fumou?

    • Will Black

      Não consigo entender seu raciocínio! Está usando dorgas?

      • Thafarel Araújo

        Está sob efeito de algum entorpecente ?

    • rubro negro

      acho que vc está sobre efeitos de muito energético

    • Carlos

      Red Bull com logo da Carabao!!!???

    • Gabriel81

      Pare de usar essas coisas rapaz…

    • RcLima

      O amigo andou tomando muito energético ou foi tóxico mesmo?

      • RcLima

        Ahhh. Agora que entendi. Mas “Rede” não é com a Marina Silva?

  • Jackson Pablo

    Uma pena q os resultados no campo não estão vindo,essa diretoria merecia!

    • marcondes Alves

      Verdade

  • Lucas Guimarães

    O estádio do araraquara é pra 20 mil pessoas, não deve ter custado muito pra um clube pequeno, e até que é bonito. Acho que um estádio de 60 mil pessoas seria o ideal

    • Danillo

      Eu não entendi a relação com Araraquara…

      • Carlos

        Ele quis dizer que, se o Araraquara construiu um estádio para 20 mil, sendo um clube pequeno, o FLA pode construir um para 60 mil.

        • Lucas Guimarães

          Obrigado por explicar o que eu quis dizer

    • JelloBiafra

      Acontece que foi uma reforma bancada por empresas e pela prefeitura da cidade, não uma construção de algo novo.

  • Renan C.

    Uando fala “duas ou três empresas”, fica na cara que esta jogando verde pra ver se alguma se interessa.

    Vamos blefar melhor, wrobel.
    :/

    • Eddie Murphy

      Kkkkkk pensei isso

  • Luiz Ernesto Guerra

    60 mil, observando com muita atenção o estádio do Tottenham, destinado também aos jogos da NFL, a qual deseja realizar jogos no Brasil muito em breve. Não adianta construir para menos de 60 mil e depois arrepender-se, assim como fizeram com o primeiro módulo do Ninho.

    • Ednei P. de Melo

      “Não adianta construir para menos de 60 mil e depois arrepender-se, assim como fizeram com o primeiro módulo do Ninho.” — Nada a ver o c* com as calças… &;-D

      • Luiz Ernesto Guerra

        Será? Penso que fui claro ao abordar os equívocos no planejamento, caso realmente algo tenha sido planejado.
        Na entrevista, Wrobel alega que visitou, ao lado de arquitetos, outros CTs pelo mundo para obter “inspiração”. Espero que a diretoria não envie tal comitiva para desenvolver um projeto para estádio. Existem escritórios de arquitetura muito mais capacitados do que meia dúzia de arquitetos “selecionados” pelo clube.
        O Barcelona, por exemplo, lançou um edital para renovação do Camp Nou. E o escritório japonês selecionado, um dos mais conceituados do mundo, elaborou um projeto brilhante, que rememora as origens do clube, enquanto instituição aberta e democrática.

        • Ednei P. de Melo

          Bem colocado! Mas a questão que mais me preocupa é a relação custo vs benefício: lá fora (EUA/Europa), sabemos perfeitamente que a infraestrutura “funciona de fato” e os custos relacionados para a sua manutenção são mais equilibrados, sem contar ainda a questão do poder aquisitivo do seu povo, diferente daqui do Brasil. Por isso, AINDA acho mais interessante manter um estádio médio (30mil) e usar o Maracanã somente para os poucos jogos de grande importância… &;-D

    • Crivelaro Jsb

      amigo, ninguém se arrependeu com o primeiro módulo do Ninho. Os caras viram a possibilidade de ir além do planejado dois anos atrás, ajustaram o plano e as instalações agora terão um padrão acima, para profissionais e base. SRN

      • Luiz Ernesto Guerra

        Sim, isso se denomina arrependimento. E eu me pregunto: houve mesmo planejamento? Observe o CT do Atlanta United, construído há pouco tempo, e verás a absurda diferença entre uma construção moderna e o que há de pior na arquitetura local. Ninguém está isento a críticas e os erros cometidos no primeiro módulo são evidentes. Veja, como patentear símbolo tosco que sequer será mais utilizado? Isso aconteceu com aqueles cobogós ridículos. E não foi por falta de recursos que não foram além, pois contratarem o escritório Burle Marx para desenvolver o projeto de paisagismo, único ponto louvável do citado módulo.

  • rafa

    isso ai! tem que vender o nome antes de começar a construir porque senão a torcida coloca um nome ridículo e mela tudo

    • kingDavid

      Na Ilha escolheram Ilha do Urubu. Vão escolher o que agora? Resta saber que empresa quer associar seu nome a palavra URUBU!

  • Damon

    Não adianta fazer um estádio pra 60 mil e todo jogo só conseguir vender 30 mil. Na ilha pra 18 mil não está enchendo.

    • Ednei P. de Melo

      Especialmente quando há um estádio pronto para isso… &;-D

    • Francinei Castro

      Claro que pode encher, tem sócios e os não sócios, além que todos sabem que maior parte do lucro vai para o Fla.

  • Fabio Moura Silva

    Esse Alexandre Wrobel tem tudo para ser o próximo presidente do Flamengo.

    • Raphael Antunes

      Também acho.

    • Thiago Nascimento

      Tô contigo

    • kingDavid

      Ué, porque ele não quis ser VP de Futebol? Gosto muito do Wrobel, pode até continuar até concluir o estadio. Mas não seria melhor um presidente especialista em futebol?

      • PlayerLEL

        administrar o futebol não é tão simples…

        • kingDavid

          Pois é… Quem poderia assumir, com responsabilidade e entusiasmo? Outro presidente que prefere Patrimonio ao Futebol não, por favor!

          • PlayerLEL

            na verdade os 2 caminhos juntos… um não se sustenta sem o outro, administração financeira honesta é vital se o clube quiser fazer investimentos futuros, inclusive no futebol, que possibilitem títulos etc

  • WENDEL HENRIQUE CARVALHO

    Empresas virão e no dia que for lançada a pedra fundamental vai haver uma louca corrida dos torcedores para se associar ao st… Chegaremos a 150 mil muito rápido.

  • Círio Santos

    “SE CONSTRUIR ELES VIRÃO” quem assistiu o filme campo dos sonhos com Kevin Costner vai lembrar dessa frase.

    • Gabriel Nascimento

      Lembra do Corinthians? Eles usaram essa frase tbm.

    • Gabriel Nascimento

      E hoje como eles estao? Primeiro fecha o acordo e depois constrói. Sofremos demais pra chegar aonde estamos pra jogar tudo fora assim por um estadio cheio de dividas.

  • Márcio “maestro” Araújo

    Queremos Marcio Braga. Com ele o Flamengo ganha títulos, sem se endividar

    • Luciano Pereira

      Sabe de nada, inocente!

    • Thiago Nascimento

      Fala merda não! Olha para o vasco! Não tem mais espaço para esse tipo de presidente! Que por sinal roubou muito o Flamengo

      • Márcio “maestro” Araújo

        Não vi tantas dívidas assim nas suas gestões
        Eu quero é taça

        • Eric Ferreira

          “Não vi tantas dívidas assim…”. Te recomendo ir num oftalmologista…

    • kingDavid

      Marcio Braga já teve suas glórias, mas há muitos rubro-negros mais jovens, com historico de sucesso em gestão coorporativa. Qualquer um que não venha de empresa publica serve!

    • Crivelaro Jsb

      Caro débil mental, que tal pensar 118 vezes antes de vomitar demências? Ou senão, que tal estudar, trabalhar, arranjar mulher ao invés de inventar avatar falso para ser lembrado por 5 segundos?

  • Luciano Pereira

    Pelo menos agora, a diretoria terá assunto cada vez que perder uma partida. Quer campanha política melhor, do que a promessa de construção de um estádio?

  • Hymerfla

    Mais um passo dado para o futuro do clube! Náo tem como não gostar desses caras na administração do clube! É muita noticia boa…

  • Crivelaro Jsb

    em termos de marketing, é essencial que pouco depois de anunciada a construção do estádio, caso o seja, é fechar naming rights. Senão, as possibilidades de identificação entre estádio e marca patrocinadora caem muito. O Corinthians não fez isso e se f…deu, virou Itaquerão para sempre. Já as peppas fizeram certo. SRN

    • Rodrigo Andrade

      O Botafogo mudou o nome do estádio pra Nilton Santos, mas quase todo mundo ainda chamam de Engenhão.

  • Adriano Gomes

    O que houve com estádio do basquete na Gávea?
    Todas as liberações foram conseguidas, salvo engano. Acho que só falta o McDonald’s com o dinheiro para iniciar a obra.

    • edney denis

      Será construído só ano que vem.

  • Brunn

    Acho que poderíamos arrecadar uma boa parte do valor necessário à construção cotizando o estádio em 8 partes/setores (1 atrás de um gol, 1 atrás do outro, 3 em uma lateral e 3 em outra) e procurando empresas interessadas em adquirir as cotas. Cada setor teria o nome da patrocinadora, além de suas cores e publicidade, inclusive nas cadeiras, por um período determinado. Cada cota poderia ser fixadas em R$15 milhões na lateral onde ficam as cabines de imprensa, R$25 milhões atrás dos gols e R$35 milhões na lateral oposta às cabines, mais cara pela maior exposição em jogos televisionados. São R$200 milhões, sem o naming rights!

    • Luiz Ernesto Guerra

      A tua ideia é inspiradora. Porém, o estádio perderia sua identidade caso desejem estampar símbolos e cores nas cadeiras e arquibancadas. Seria como prostituir o estádio, igual Palmeiras e Corinthians fazem com seus uniformes. Penso que arrendar o “naming rights” dos setores com exposição de uma marca nas entradas do complexo esportivo seja algo mais interessante. Afinal, as empresas adoram ter exclusividade, pois aproximam a paixão dos torcedores ao seu produto, obtendo maior visibilidade e fidelizando um dado segmento da sociedade.