Tiro no pé!

Salve, Salve, Nação Mais Linda do Mundo!!!

Hoje falaremos de um assunto polêmico, mas fundamental para o Clube de Regatas do Flamengo: os empréstimos de nossos meninos da base. Um negócio melindroso, que deve ser tratado com muita cautela e que eu considero fundamental para as futuras aspirações rubro-negras, tanto esportivas quanto financeiras.

Neste final de semana foi veiculado por parte da imprensa que o menino Ronaldo, aquele mesmo que foi relegado por nosso antigo treinador (cujo qual não gosta que volantes saiam jogando – como o próprio Willian Arão confidenciou em entrevista recentíssima), teria sido liberado para tentar um empréstimo.

Eu lhes pergunto: porquê? Qual o motivo pra isso? Todos sabemos que não é por deficiência técnica, pois se esse quesito fosse observado, mesmo sendo um garoto recém promovido, ele estaria, pelo menos, entre os relacionado para as partidas e sempre sendo opção no banco de suplentes.

Há uma vertente dentro da Gávea que especula que esse “afastamento” compulsório seria por questões financeiras. Explico. O Flamengo detém 60% do passe do menino e gostaria de adquirir, pelo menos, mais 20% dos direitos do volante.

O caso é que o empresário do atleta estaria dificultando as negociações com uma pedida absurdamente irreal em contrapartida desse quinto. Devido ao exposto, o Flamengo estaria deixando o jogador na “geladeira” para que seu valor não suba. Isso nos dá uma luz para entender essa possível queda de braço entre empresário e clube.

Sem querer pender para qualquer dos lados, acho essa forma de pensamento um tremendo tiro no pé! Esse “business plan” só prejudicará ambas as partes e, fundamentalmente, ao Ronaldo que vai perdendo física, técnica e taticamente ao longo dessa testilha. Enquanto isso, o caminho do volante Baidu (o inominável) abre-se para uma possível renovação de contrato (Deus me livre e guarde!!!).

Em suma: o negócio é péssimo para o Mengão e, principalmente, para a Nação que o tem como um dos xodós da casa. Como torcida, temos ums peculiaridade que é ter um carinho especial com os jovens promissores, os Garotos do Ninho. Ronaldo é um deles, e o clube deveria pensar com muito mais carinho nesse assunto.

É lógico que o dinheiro é importantíssimo. Mas ao emprestarmos atletas desse quilate e ficarmos com peças antigas, caras e tecnicamente anos-luz abaixo em todos os quesitos, tenho convicção que estamos andando na contramão de qualquer gestão financeira consciente, quiça esportivamente falando. A conta é simples, Ronaldo é mais jovem, tecnicamente superior e seu custo é muito inferior a qualquer atleta que seja contratado para apenas compor elenco. Para isso temos a base! Simples assim!!!

Espero que nossa diretoria comece a abrir os olhos e realmente demonstre que está aprendendo com exemplos não muito distantes de como se tratar e lançar novos talentos e efetivamente lucrar com eles. Não é os emprestando a times de menor expressão e privilegiando perebas (por mais queridos que sejam) que alcançaremos protagonismo esportivo. Isso é retrocesso, picuinhas desse tipo não são aceitáveis em qualquer ambiente profissional e sadio, muito menos deveria ser tolerado no maior e mais poderoso clube das Américas.

Aguardemos o desenrolar dos fatos e torçamos para que uma luz se acenda e essa negociação possa ter êxito para que a Magnética não fique refém do futebol desse menino que é um dos mais promissores volantes do futebol brasileiro na última década. Evoluam! Conversa e negociação amistosa é e sempre será o melhor de todos os caminhos. Vai pra cima deles Mengo!!!

O Flamengo Simplesmente é!
Saudações Rubro-Negras a todos!

Fabio Monken

Sugestões? Críticas? Elogios?
Deixe seu comentário e faça-o com educação e respeito.
O Debate SEMPRE é salutar, mas a ignorância e a falta de educação são os combustíveis dos fracassados!
Siga-me no Twitter! O microblog é perfeito para a troca de ideias.

40 Comentários
Carregando comentários...