Quatro motivos para a Sul-Americana ter se tornado tão importante para o Flamengo

O Flamengo enfrenta a Chapecoense nesta quarta-feira, às 19:15, pelas oitavas de final da Sul-Americana, em Chapecó. A competição é considerada um dos principais objetivos do clube no ano, ao lado da Copa do Brasil. Com o título do Brasileirão cada vez mais longe, o rubro-negra tenta ‘administrar’ a competição.

Os atrativos de um título da Sul-Americana são muitos, por isso, listamos quatro para vocês entenderam os motivos do torneio ser tão cobiçado pelo Flamengo.

Título Internacional

Resultado de imagem para mercosul 1999

O Flamengo não conquista um título internacional desde a Mercosul de 1999, quando derrotou o Palmeiras. De lá pra cá, o rubro-negro coleciona campanhas ruins tanto na Sul-Americana, quanto na Libertadores. Retomar o protagonismo internacional é um sonho da torcida e nada melhor que a Sul-Americana para iniciar essa volta por cima.

Vaga rápida na Libertadores

Resultado de imagem para flamengo libertadores 2017

Assim como a Copa do Brasil, a Sul-Americana classifica o campeão diretamente para a Libertadores. A junção de um título continental, jogando contra equipes que disputam a Libertadores e a volta a maior competição das Américas é uma ótima maneira de terminar a temporada.

Time completo

Na Sul-Americana, o Flamengo pode contar com os jogadores que chegaram ao elenco no meio da temporada. Casos de Éverton Ribeiro, Diego Alves, Geuvânio e Rhodolfo. Com as principais peças à disposição, o clube acredita que pode brigar pelo título.

R$ 12 milhões no bolso 

A premiação dada ao campeão dessa competição também é um atrativo. Cerca de R$ 12 milhões de reais, o dobro, por exemplo, do que será pago ao campeão da Copa do Brasil. Caso conquiste as duas competições, o rubro-negro pode chegar perto da premiação dada ao campeão da Liberta, que fica em torno de R$ 24 milhões.

Comentarios

comentário



Insubstituível








Ver mais notícias