Para Thigu Soares, histórico e potencial foram determinantes para volta de Diego à seleção

Mais uma edição do #ResenhaAoVivo foi ao ar nesta sexta-feira (15), e um dos principais temas do programa foi a volta de Diego Ribas à seleção brasileira, mesmo não estando em seu auge com a camisa do Flamengo.

O comentarista Thigu Soares, inicialmente, analisou algumas escolhas de Tite, questionando algumas, apesar de reconhecer a eficácia do trabalho realizado pelo treinador.

“Não concordo (com a convocação), mas não adianta eu ficar me debruçando com as incoerências do Tite, porque ele tá com um aproveitamento que não permite, pelo menos pra grande maioria, ele possa ser criticado por qualquer decisão que tome, como a convocação do Fagner, que não foi por pedido do DM do Corinthians, como foi a – inexplicável – não convocação do Vanderlei, assim como foi a convocação do Diego.”

Após a primeira observação, Thigu foi mais específico, falando diretamente do camisa 35.

“A questão é bem simples. Tem algumas posições aonde ainda existe vaga, e as vezes, em determinadas escolhas, o Tite resolve ou fazer alguma aposta ou resgatar determinados jogadores pelo histórico de apresentação desse jogadores, e não necessariamente pelo momento […] Conhecendo o potencial do Diego, tendo o histórico da convocação anterior, tendo em vista tudo que o Diego vem fazendo desde que chegou ao Brasil, ainda que após a lesão ele venha oscilando bastante […] a convocação se deu muito mais pelo histórico e pela ciência do potencial que ele tem”, concluiu o comentarista


VEJA O PROGRAMA NA ÍNTEGRA:

1 Comentários
Carregando comentários...